Visualizando posts com a tag " Blogosfera"

Texto da Edelman sobre a blogosfera

jan 15, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  Nenhum comentário

Via blog do Mauro Lupi encontrei um link para um relatório da Edelman (em PDF aqui) que cobre o status da blogosfera em diversos países (Japão, China, Coréia do Sul, Itália, Grã Bretanha, Estados Unidos, Alemanha, Bélgica, Polônia e França).

Interessante é saber que os Estados Unidos já não estão mais no centro do universo da blogosfera global. Vale muito a pena uma leitura para quem se interessa no assunto.

Sugerí ao Steve Rubel que incluísse o Brasil na próxima rodada.

TAG: Resoluções 2007

jan 14, 2007   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

Ainda estou de férias (até dia 22), mas vez ou outra dá pra dar as caras por aqui. Fui convidado pelo Fábio Seixas para escrever 5 resoluções para 2007 em mais uma brincadeira-tipo-corrente da blogosfera nacional.

Não vou convidar mais ninguém para entrar na roda porque já faz mais de uma semana que os dados foram lançados, mas quem quizer participar, sinta-se em casa.

1 – Terminar, junto com meu pai, nosso novo livro de cunho popular e pedagógico.
2 – Começar outro Master.
3 – Tentar me expatriar para a Itália na mesma empresa que trampo atualmente.
4 – Continuar praticando exercícios regularmente.
5 – Me noivar (quem sabe casar).

Nova pesquisa internacional sobre blogs corporativos

dez 5, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  Nenhum comentário

A Peppercom Strategic Communications publicou hoje uma pesquisa envolvendo 1100 profissionais de RP e agências de comunicação nos EUA e Reino Unido. Nessa pesquisa a grande descoberta é (novidade…) que as empresas estão conscientes da importância dos blogs e do monitoramento da blogosfera, mas que ainda estão reticentes em colocar o pé nesta realidade.

Alguns números:

  • 85% acreditam que o blog é uma ferramenta de comunicação importante (sendo que os dois motivos mais importantes são: facilidade de compartilhar informações rapidamente e em longo alcançe e oportunidade de influenciar a opinião pública e a decisões estratégicas).
  • Mais de 80% admitem que eles (ou seus clientes) não possuem uma política de uso de blogs.
  • Apesar da maioria achar que blogs são importantes, apenas 36% estão efetivamente blogando para seus clientes ou para sua própria companhia.

Se você sabe de algo que pode te colocar na frente mas não faz, você vai acabar ficando pra trás. O que está impedindo você de colocar essa eficiente ferramenta de conversação em prática?

Lembrem-se: Mercados são conversações!

Fonte: PR Biz Update

Sobre blogs falsos

nov 16, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  2 Comentários

fried-egg.jpgO burburinho da campanha do Prisma foi para as cabeças. Reconheço a efetividade da campanha. Eu disse no outro post que eu era meio contra blogs de personagens fictícios, mas não disse que não poderia dar certo. Temos diversos exemplos (de relativo sucesso) na blogosfera: Moosetopia, Gourmet Station, esse aqui da Casa Bonduelle tem até foto dos diversos “falsos” blogueiros e gerou comentários.

Especialistas de comunicação, como o Steve Rubel, acham uma completa perda de tempo. Olhando do ponto de vista de que um blog de personagem fictício é um blog falso (porque é contrário ao senso de que temos sempre uma pessoa real por trás dos posts), um blog de personagem pode acabar se juntando inclusive aos Spam Blogs, ou Splog, a escória do universo blogosférico.

Não estou dramatizando, até porque a campanha da GM foi e é melhor que a da Fiat e seu Blog do Gino. Quem sabe com esse blog não podemos aprender como fazer blogs de personagens bem sucedidos?

Leia um pouco a respeito neste artigo.

Voltando ao contexto empresa. O blog corporativo é uma ferramenta de “marketing de conversação”, você tem a possibilidade de se aproximar e deixar sua empresa ainda mais humana, não é nada conveniente iniciar toda essa conversação com seus clientes com uma mentira.

Mas o mundo é grande, o mercado é grande, o consumidor não é mais aquele… Pense a respeito, traga suas opiniões.

Escreva posts e ganhe dinheiro

nov 13, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  5 Comentários

ReviewMeConheci hoje por meio outros blogs o ReviewMe. Neste site você recebe dinheiro para escrever resenhas/análises de produtos e serviços de anunciantes.

Ao contrário do PayPerPost, um outro (polêmico) sistema de pagamento para blogueiros onde uma simples referência a um produto basta, o ReviewMe paga por um texto criticando (bem ou mal) determinado produto, prática já comum na blogosfera e principalmente fora do Brasil. Muitas empresas procuram blogueiros influenciadores e pedem para experimentarem aquele aparelho celular novo ou um novo tipo de bebida. Em troca, geralmente o blogueiro escreve bem (ou mal) sobre aquele produto, ajudando a espalhar sua marca pela web. O ReviewMe também segue a mesma linha, uma empresa que irá escolhê-lo, mas em compensação, o sistema irá pagar bem mais.

Pensando no marketing que isso pode trazer para uma empresa, acredito interessante o fato de que é a própria anunciante quem escolherá o veículo (blog) de comunicação que vai divulgar sua marca. Isso permite selecionar blogs que são bastante lidos e trazer o melhor retorno ao investimento possível. A ReviewMe pede, inclusive, que os seus blogueiros divulguem o fato de que eles estão ganhando para isso (uma atitude vista como ética no mundo dos blogs, os quais prezam muito pela transparência e sinceridade).

Me inscrevi neste. Naturalmente este post é minha primeira “sinopse” pelo ReviewMe, e eu estarei recebendo nada mais que 20 doletas por isso. O valor pode aumentar caso seu blog seja mais popular, ou nem ser aceito caso seja menos popular.

A partir daí, basta que seus futuros anunciantes te encontre e queiram que você fale sobre ele. Interessante, não?

Crescimento da blogosfera

nov 6, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  Nenhum comentário

O dono da technorati divulgou hoje mais um estudo sobre a blogosfera. Só que ele esqueceu de colocar algumas linhas esclarecedoras a mais.

(C) Google Blogoscoped

Fonte: Google Blogoscoped.

Envolver blogueiros em campanhas tem limite?

out 18, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

money-house-interactivevoices-blog-712197.jpgLendo o post do Blog de Guerrilha vi uma ação de marketing da An(bev)tarctica para promover sua dignífica cerveja. Além da imprensa, a empresa convidou 4 blogueiros para participar.

O Jacaré Banguela, o Mico na Rede, o Blog do Noel e o Faz Sentido lançaram seus posts e um pequeno burburinho (segundo o autor do post. Ainda não vi, mas estou contribuindo para) começou na blogosfera.

Mr. Wagner lembrou no post que ações pagando (algo) para blogueiros no Brasil pode estar começando a esquentar.

Particularmente acho que envolver blogueiros tem tudo haver com campanhas de marketing que necessitam de se espalhar neste nosso mundo de cauda longa. Mas pagar para blogueiros escrever sobre sua empresa, manipular posts para alavancar audiência (essa história do Wal-Mart é ótima), associar-se ao PayperPost para vender sua alma, podem ser ações não muito bacanas, e que prejudicam a verdadeira essência do blog.

Como eu já estava prevendo, blog corporativo no Brasil tem duas vertentes muito claras: A pequena empresa e A campanha de marketing indireta*

(* digo indireta porque até agora, ou blog é muito superficialmente usado pelas empresas maiores, ou a empresa tenta usar blogueiros alheios).

Por outro lado, ainda estou esperando uma empresa grande, com grande influência, começar um blog com conteúdo inteligente e bem direcionado.

Como medir a influência do seu blog

ago 21, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Métricas  //  3 Comentários

A iMedia Connection apresentou um artigo interessante que explica como medir a influência do seu blog. As métricas são montadas utilizando serviços de busca e indexação de websites ou específicamente de blogs, e outras ferramentas.

A idéia é abrir uma planilha e entrar com os dados abaixo semanalmente, para obter um histórico de sua evolução dentro da blogosfera.

  • Technorati: Blogs que linkam seu site
  • Technorati: Número de links de entrada para o seu site
  • Bloglines: Total de citações (parecido com o do Technorati)
  • Analytics: Pageviews
  • Analytics: Novos visitantes
  • Analytics: Visitantes recorrentes
  • Analytics: Referências
  • Analytics: Referências Orgânicas
  • Analytics: Referências Diretas
  • Base de Dados (proveniente do CMS do seu Blog): Novos membros/clientes
  • Base de Dados: Receitas de (vendas diretas/afiliados/parceiros/revendas/etc.)
  • Alexa: Rank semanal
  • Email: Aberturas (Se possível monitorar)
  • Email: Visitas provenientes de e-mails
  • Email: Encaminhamentos (Se possível monitorar)

Receio de blogar das empresas

jul 14, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  2 Comentários

072965.gifEm um post anterior eu estava mencionando os riscos possíveis do uso de blogs nas empresas e, aparentemente, um deles é o que mais impede de novas empresas pisarem neste novo terreno: o Risco de Segurança, ou seja, risco de funcionários ou o blogueiro enviar informações restritas da empresa para o público e o mercado.

Em duas matérias recentes, o eMarketer.com divulgou algumas notas sobre seu último relatório sobre Business Blogging, e comprovou a afirmação acima. A pesquisa mostra que os números ainda são pequenos, e que muitas empresas têm medo de conceder poder de voz para um blogueiro.

Oras, em uma pesquisa anterior foi mostrado que mais de 30% dos executivos desconhecem completamente os blogs ou a blogosfera. E mais, no gráfico abaixo é mostrado um consenso, de mais de 70% dentre executivos consultados, de que uma empresa deve ter uma política cobrindo blogs feitos pela mesma. Por isso não é impossível que esses mesmos 70% passem a blogar munidos de uma política adequada.

Por fim, já é um fato consumado de que as empresas devem, sim, monitorar a blogosfera e os blogs de concorrentes. Isso significa uma nova cultura de contato com blogs sendo introduzidos nas empresas. Um profissional de RP deve conhecer blogs e sua dinâmica em torno.

Riscos que os blogs podem criar nas empresas

jul 6, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Crises, problemas e riscos  //  8 Comentários

308401_falling_off_a_cliff.jpgO primeiro passo para criar um blog corporativo é definir seu objetivo e planejá-lo bem e detalhado para cobrir todos os riscos que o blog pode introduzir nos seus negócios.

  • Riscos de Segurança – Vazamento de informações confidenciais da empresa, divulgação de material de propriedade intelectual. Muitas empresas barram acesso a blogs para evitar que funcionários façam comentários acidentais, e outras têm medo de disponibilizar blogs de funcionários com a mesma preocupação.
  • Riscos de Controle – Se uma empresa não monitorar adequadamente o uso de blogs e amarrar uma política de uso eficiente, ela estará sujeita a posts de má qualidade ou comprometedores. Cada post é um registro e conseqüentemente uma prova caso o mesmo provoque problemas para a empresa.
  • Riscos de Spam – Uma empresa que possui um blog está sujeita à invasão de spams ou propagandas indesejadas nos comentários e trackbacks. É aconselhado o uso de ferramentas (scripts) de blogs mais conhecidos e com fucionalidades de combate ao spam reconhecidos e eficientes.
  • Riscos Legais – Posts ou comentários que violam direitos autorais, invadem a privacidade (postar e-mails por exemplo) ou difamam terceiros. Mais uma vez a política e normas de uso de blogs e a sua relação com a empresa devem estar cobrindo este aspecto. É importante obter a assinatura dos funcionários sobre a política uma vez que já esteja estabelecida. Também é interessante treinar seus funcionários mais ligados ao blog.
  • Riscos de Produtividade – O acesso a blogs dentro da empresa pode gerar problemas de produtividade. O mesmo se aplica a empresas que possuem blogs que são escritos por funcionários. Algumas empresas barram o acesso a blogs – prática ruim porque os blogs também contém informações interessantes dependendo da área e departamento da empresa – e, dentre as empresas que blogam, a política deve gerir a freqüência de uso e publicação de posts para controlar o tempo de forma mais precisa. Contratar um blogueiro pode ser interessante.
  • Riscos Regulatórios - Dependendo da área de atuação da empresa, posts ou comentários desavisados podem prejudicar a empresa perante regras regulatórias de órgãos governamentais ou legislativos. É importante revisar as políticas de uso para cobrir aspectos regulatórios.
  • Riscos de Reclamações – Independentemente se a sua empresa bloga ou não, todos estão sujeitos a reclamações de clientes em outros blogs e websites existentes. A empresa deve estar de olho na blogosfera procurando comentários que possam prejudicar caso alguma ação não seja tomada à tempo.
Páginas:«12345»