Visualizando posts com a tag " david meerman scott"

Apresentação à edição brasileira – Marketing e Comunicação em tempo real

abr 7, 2012   //   por Fabio Cipriani   //   Estratégia em Mídias Sociais  //  Nenhum comentário

Recentemente a Editora Évora lançou o livro Marketing e Comunicação em tempo real, no qual tive a oportunidade de apresentar a edição brasileira. Transcrevo o texto de apresentação abaixo:

Eu estudo o comportamento das empresas e seus modelos de negócios no ambiente digital social desde 2005. Nessa breve, porém já longa trajetória, pude observar diversos exemplos bem e mal sucedidos no uso de blogs, redes sociais, ferramentas de colaborações diversas, entre outras formas de comunicação e, principalmente, engajamento. Quando olho o que já passou parece fácil identificar as características ou o modo de operação daquelas empresas que constituem um bom exemplo no alvorecer do que David Meerman Scott, autor dessa obra, chama de Marketing e Comunicação em tempo real. No entanto, as empresas ainda estão congeladas, esperando talvez que mais ciência seja gerada ou que todas as outras empresas já estejam usando “a novidade” para depois adotá-la.

Trocando em miúdos vou fazer uma pergunta ao leitor: Você esperaria todos os seus concorrentes adquirirem algo que constitui vantagem competitiva antes da sua empresa? Essa é a pergunta que me tira o sono, pois parece que todas as empresas só caem na real quando ela é que fica encurralada em um beco no Twitter ou outras redes. Acredito fielmente no poder das mídias sociais para proporcionar benefícios com um risco controlado e mais ainda no conceito apresentado neste livro: a importância da capacidade de lidar com o mundo em tempo real.

David nos abre os olhos para uma onda que quando chega deve ser surfada com maestria. Essa onda consiste na explosão de atenção e comentários em torno daquele novo vídeo viral ou assunto mais comentado nas mídias sociais, principalmente quando o assunto é a sua própria empresa. Esse evento cresce rapidamente e capta tanta atenção no meio digital social que a empresa que souber tirar proveito pode experimentar rios de novas receitas ou a proteção da reputação por mais alguns anos. Quem enxerga antes e consegue reagir rápido ganha como prêmio a possibilidade de explorar o território da vantagem competitiva tranquilamente. Esse é o poder da economia em tempo real que foi trazida para outras áreas da empresa graças às mídias sociais.
E toda onda desaparece logo em seguida até que a próxima chegue a você. Isso significa que você deve reagir rápido, com poder de decisão e raciocínio ágil para não deixá-la passar e carregar sua empresa na correnteza. O problema é que somente velocidade não basta. A cultura, os processos, as pessoas e especialmente a estratégia da empresa deve estar direcionada para um lado de mais abertura, transparência e descentralização do poder.

O grande desafio, porém, é que as estratégias nas empresas hoje são moldadas pelo passado e olham meses e até anos pela frente. Falar em decisões, lançamento de novos produtos e prover respostas ao mercado em tempo real é uma língua difícil de entender no mundo de conceitos de negócios centenários (e eficientes). Como uma empresa pode virar uma empresa que opera em tempo real quando todas as suas estratégias são cuidadosamente pensadas e avaliadas de forma conservadora antes de se arriscar no mercado?

Este livro nos apresenta alguns exemplos de situações e empresas que ilustram bem o conceito de ser “tempo real” nos tempos de mídias sociais e também ajuda responder a pergunta anterior. Em minha última obra: Estratégia em Mídias Sociais: Como romper o paradoxo das redes sociais e tornar a concorrência irrelevante, eu apresentei toda uma justificativa da importância dessas mudanças culturais virem da liderança máxima, da presidência de uma organização. Para iniciar a mudança da empresa tradicional em empresa em tempo real, é necessário estabelecer uma estratégia clara, investir em pessoas, treiná-las e constituir um executivo para cuidar de uma nova área responsável pelas iniciativas em mídias sociais na empresa.

Desejo que a leitura seja muito proveitosa e que na próxima vez que seu competidor escorregar ou ganhar atenção positiva, que algum ou alguma adolescente explodir as paradas de sucesso do YouTube, ou mesmo que um consumidor ofendido saia nas páginas de todos os blogs, sua empresa esteja preparada para agir rápido e pegar carona nesta onda, trazendo bons frutos e diversas oportunidades para evoluir seus negócios.