Inovação no topo da onda

nov 25, 2005   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  1 Comentário

(c) yotophoto.comEstamos vivendo uma nova onda (moda) na gestão de empresas. É a onda da inovação. Jamais se falou tanto em inovação dentro do ciclo de gestão de produtos, gestão econômico-financeira, gestão logística, etc.

Essa onda acaba de atingir o Brasil consolidada pela matéria na revista Exame desta semana. São apresentadas dicas, exemplos e a descrição do perfil da empresa que aposta na inovação e transformação de idéias.

Aqui já comentamos anteriormente alguns movimentos que também comprovam essa “economia do conhecimento”, vimos que algumas escolas de gestão alteraram seu curso de MBA para incluir matérias sobre inovação, e que os consumidores estão cada vez mais exigentes e interagindo melhor com as empresas.

Empresas nacionais estão amadurecendo os processos internos para incluir times ou equipes voltadas para inovação. É o caso de empresas como Natura e Nutrimental, citadas na reportagem da revista. Uma tendência no mercado de trabalho é o surgimento de vagas de consultores de inovação, gestor de times criativos e quem sabe de um novo tipo de CIO – Chief Innovation Officer como pude confirmar em algumas reportagens.

As empresas que mais influenciaram a estratégia de inovação estão colhendo reconhecimento mundial. A General Electric com o acrônimo CENCOR (calibrar, explorar, criar, organizar e realizar), Procter & Gamble, Starbucks e muitas outras se enquadram na lista.

A revista BusinessWeek até introduziu uma nova seção nas suas páginas.

O que mais está por vir? Para responder é preciso muita criatividade e inovação para saber. Podemos aposentar a velha bola de cristal.

1 Comentário

  • Antigamente as empresas diziam que seus produtos tinham diferencial entre os outros por causa que seus produtos eram funcionais, ou tinha qualidade, possuiam alta tecnologia, ou ainda, eram bonitos.

    Hoje todos esses requisitos são obrigatórios para qualquer produto que queira entrar no mercado.

    Hoje alguns dos diferenciais que os produtos podem oferecer são inovação e experiência que fornece ao consumidor/usuário.

    No futuro, creio que inovação, e experiência vão ser requisitos obrigatórios e ao mesmo tempo disto, grandes diferenciais.

    Michel Téo Sin

Escreva um comentário