Lições de Marketing (vindas do livro Freakonomics)

jan 4, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

4 lições de marketing que foram obtidas através da leitura do livro Freakonomics.

Lição de Marketing 1
Livro: Desmistificando a idéia de que a quantidade de dinheiro gasta por um candidato político afeta diretamente a sua eleição.

O que realmente importa para uma campanha de marketing não é o quanto você gasta. O que importa é o que o seu produto/serviço pode fazer.

Lição de Marketing 2
Livro: Desmistificando a idéia de que incentivos monetários (e desincentivos) resultam na mudança de comportamento de uma pessoa da maneira que queremos

Não pense que um programa de fidelidade de clientes que recompense monetariamente irá alterar o comportamento do cliente para melhor. Além disso, encontre maneiras de incluir reconhecimento e admiração.

Lição de Marketing 3
Livro: Como a difusão de informações anula o poder do conhecimento como uma ferramenta de negócios

A abundância e disponibilidade de informações hoje (principalmente com a internet), transforma o ato de contar uma história para o cliente em algo mais importante que nunca para marqueteiros. Contar uma história, e não uma mera informação, é mais uma ferramenta importante nos negócios.

Lição de Marketing 4
Livro: Como a sabedoria convencional é uma história poderosa que muitas pessoas preferem acreditar, mesmo mostrando a elas fortes analises que indicam o contrário

Não tente mudar a sabedoria convencional de um indivíduo através de um marketing de produto/serviço conflitante com essa sabedoria — isto tomará muito tempo e dinheiro. Ao invés disso, preocupe-se em contar a história do seu produto adequando a mensagem para o grupo correto de pessoas, que irão adotar sua história prontamente

O livro é uma fonte interessante de informações e idéias, mas devemos saber filtrar bem o conteúdo porque, estatísticamente falando, tudo acaba sendo meio que possível. A idéia é quebrar uma inércia inerente a nós, seres humanos. As lições foram adaptadas do blog Brand Autopsy.

Escreva um comentário