Amor, ódio ou mediocridade.

abr 5, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  13 Comentários

Já que o calor da conversa é sobre empresas maltratando clientes, como é o caso dos últimos dois posts, queria pegar o gancho da Kathy Sierra e emprestar uma figura (não tive tempo de traduzir) que fala sobre um outro tipo de zona de mediocridade.

Olhem:

(c) creating_passionate_users

Sua empresa deve ser amada ou odiada pelos seus clientes, ser neutra em sentimentos é medíocre. Ser do amor é retenção, desenvolvimento e respeito ao cliente. Ser do ódio é obter uma publicidade do tipo falem bem ou mal, mas falem de mim, mas mesmo assim ainda é estar no centro das atenções.

Ser medíocre ninguém quer. Medíocre não é legal, ninguém nota, os funcionários se aborrecem, e a própria palavra já assusta.

Portanto, o que provavelmente fazem as empresas brasileiras e quem sabe quase todas as outras?

Resposta: Migram para o ódio fugindo da mediocridade, porque ir para o amor é muito mais difícil e custoso. Isso dá no que dá: filas no Procon, reclamações em SACs, empresas quebrando, etc.

É gostar muito de adrenalina?

Chega disso, senão daqui a pouco vão me chamar de bebê chorão.

13 Comentários

  • Matou a pau!

    Quem te chamaria de bebê chorão enquanto a nação toda está chorando???

    bjsss Cipri!!!

  • É chato ser medíocre
    Na ronda diária pelos blogs que acompanho, me deparei com esse post no Serendipidade: Amor, ódio ou mediocridade Vale ir lá e ler o conteúdo, mas a figura abaixo ilustra bem a filosofia “Orgulho de ser Polêmico”, que desde o…

  • humf…

  • Mas é melhor ser amado que odiado.

  • está corretíssimo, afinal o que podemos dizer do Mc Donald’s???

    pague 6 reais por um hambúrguer minúsculo… 4 reais por um potinho de sorvete… e por aí vai…

    fora o atendimento maravilhos: demora, funcionários inexperientes, erro nos pedidos, coisas estranhas encontradas dentro do hambúrguer quando já comemos pelo menos metade dele…

    e continuamos indo lá…

    por que?

    eu digo “amo muito tudo isso” heheheh ou será que odeio?

    amor e ódio estão lado a lado, unidos por um único conceito: destaque

    não importa se é o pedestal dos vencedores ou dos perdedores… o que importa é estar acima de todos…

  • Perdão, mas este texto é meio besta, se você tem uma empresa, que vende produto X, como ser odiado te ajudaria? É um texto que serve talvez pro marketing…

    Esse Guilherme acima, por favor, seu comentário foi amplamente estúpido, se vc não gosta de um produto e continua indo, vc é simplesmente burro…

  • Eu Odeio quem odeia odiar as coias odiosas com odio…

  • Concordo com Guilherme2 a respeito da opiniao de Guilherme, ser uma empresa ruim e odiada não ajuda nada. Isso parece aquelas “estratégias” que encontramos naqueles livrinhos de marketing bem meia-boca que foram escritos por escritores desesperados para ganhar dinheiro rápido publicando uma merda qualquer e virar um guru nas “receitas do sucesso”. Acho que essa estratégia do “fale mal, mas fale de mim” só ajuda realmente em marketing de produtos bem específicos: livros, discos, revistas, site cocadaboa (hehe) etc. Mas de uma empresa prestadora de serviços ou de qq outro tipo, nunca.
    Só continua indo à empresa onde foi mal-tratado ou não gosta do produto quem ou é forçado devido a um monopólio ou porque é brutalmente estúpido mesmo(no caso do mcdonald, não entendi o “continuamos indo apesar de tudo”, nós quem? só se for esse Guilherme q é burro para gastar 10 reais num sanduiche que detesta, só falta dizer que foi culpa da mídia, da msg subliminar presente na caixinha do mclanche feliz, de um masoquismo mal-resolvido com raizes na primeira infancia.. quem come no mc é pq gosta do sanduba e pronto,). ninguém frequenta a empresa pq gosta de se sentir mal-tratado. não tente criar estranheza onde não existe nada com essas ideias estupidas.

  • Comentando do amigo sobre a McDonald, eu parei de ir lah ha muito tempo, agora eh soh na Bob’s!!!!

  • Vai ver que é assim que funciona
    (ou uma conclusão não muito lógica sobre os comentários dos Guilhermes): Você odeia o MC pq é caro e demora. Aí opta: continua indo lá e odiando ou vai ao Bobs onde é caro e demora até perceber o erro e voltar a ir ao MC?
    Outra versão seria: Você odeia a Vivo pq o atendimento é horrível, os aparelhos são decadentes os serviços são os mais caros ou troca por TIM ou Claro, onde os aparelhos são até baratos, mas os serviços são péssimos e aí volta para a Vivo?

  • vcs estao loucos, o odio nao pode ajudar em nada, nada mesmo, pra se gostar de alguma coisa ela tem que ser boa e pronto, esse negocio de falem mal mas falem de mim nao tem nada a ver, nao funciona, propaganda negativa funciona negativamente.

  • Gente, eu sou marketeira, e não sou mentirosa não(heheheh)
    Muito antes pelo contrário, eu adoro a verdade e trabalho por ela.
    Mas tirando esta conversa a parte, eu gostei muito de todo mundo que escreveu e até dos Guilhermes, da franqueza dos dois e confesso que ri muito e me diverti.
    Um grande abraço pra todos vcs

  • mm.. luv it )

Escreva um comentário