Construtor de pessoas

set 23, 2008   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  6 Comentários

Caçula de um grupo de 6 irmãos, Moacir Cipriani nasceu e cresceu na pequena cidade de Pirajuí no interior de São Paulo, próxima da cidade de Bauru. Teve uma infância humilde mas feliz, se emocionava toda vez que contava as histórias de quando era jovem entre as arapucas para passarinhos e constantes mergulhos nos pequenos lagos da região. Nas festividades de final do ano era sempre aquela alegria, era o momento que a família unida em oração dividia aquele que era o melhor banquete do ano, com direito até a refrigerante.

Foi lá que ele conheceu Maria Conceição com que se casou após seis anos de namoro. Esses anos de amor foram divididos entre Pirajuí, sua cidade natal, Ribeirão Preto, onde se graduou em Química pela USP e São Paulo, onde terminou seu Mestrado em Química Analítica na USP.

Aí vieram os filhos, 2 meninos e 1 menina em um período experimental para encontrar um lar definitivo. Cada um nasceu em uma cidade diferente, o mais velho em São Paulo, a do meio em Belo Horizonte e o caçula em Santos. Preocupados em dar o melhor para eles, o casal decidiu se mudar para a pacata e bela cidade de Poços de Caldas.

Ele se especializou em energia nuclear e seus impactos no meio ambiente trabalhando na Comissão Nacional de Energia Nuclear. Em 2002 ele defendeu, após vários anos de trabalho, a sua polêmica tese de doutorado na UNICAMP sobre a mitigação dos impactos sociais e ambientais decorrentes do fechamento definitivo de minas de urânio.

Esse era o seu trabalho e sua paixão, mas não parava por aí. Sempre muito ativo na sociedade e muito religioso, ele atuou por muitos anos, juntamente com sua amada esposa, como agente da Pastoral Familiar na região da diocese de Guaxupé, e nos últimos anos formava a presidência da Escola de Pais de Poços de Caldas. Sua missão era educar famílias, discutir assuntos atuais encarados pelas mesmas e principalmente a influência recebida da sociedade.

Desde 2002 lutava contra o câncer, mas sempre de uma forma que pudesse transmitir lições. Em 2005 ele liderou por iniciativa própria um estudo que buscava relacionar a radiação natural do planalto de Poços de Caldas com o número de casos de câncer na região. Podia mas não queria se aposentar, entre seus inúmeros projetos para o futuro, estava o contínuo estudo do tema radiação e sociedade e a prestação de serviços de consultoria.

Com seu caráter forte e sério, sua habilidade na churrasqueira nos domingos de manhã, sua simplicidade na forma de encarar questões complexas e com seu amor à vida, ele viveu para dar o melhor para sua família e para a sociedade. Seus 3 filhos são hoje adultos e independentes. Sua esposa, seus amigos e pessoas que tiveram contato com ele algum dia nessa breve vida certamente carregam a lembrança de uma de suas qualidades, lições ou mesmo piadas e brincadeiras que costumava tanto fazer.

Ele construiu poucos bens materiais porque foi um construtor de pessoas. Eu sou uma das obras feitas por ele, eu sou seu filho.

Eu te amo, meu pai.

Moacir Cipriani
★ 07/01/1949
✝27/08/2008

6 Comentários

  • Que bela homenagem! Dificil encontrar palavras que confortem de verdade, so o que posso dizer e que sinto muito pela sua perda…

  • Belo post, Fábio. E fica fácil de compreender porque você tem motivos de sobra para se orgulhar do seu pai, que construiu uma belíssima história de vida. Um forte abraço!

  • Conceição, Fabio e irmãos. Também tive a honra de conviver com essa pessoa maravilhosa e exemplo de vida que foi o Moacir. Ele realmente foi um construtor de pessoas e tinha muito orgulho de voces. Sua simplicidade e sabedoria o faziam único. Beijos a todos e muita força no coração.

  • muito lindo o comentario sobre a licao de vida de SEU pai pois vivi parecida passagem em minha VIDA I E GOSTOSO LEMBRAR SEMPRE DE QUEM AMAMOS

  • clap! clap! clap! clap! clap!
    Palmas e de pé, merece.

    Sensacional, deu gosto de ler.

  • Que linda homenagem, que lindas palavras e que bom que pôdes ter uma pessoa tão especial como seu pai, que tenhas aprendido tanto com ele e que tenhas contado a mais pessoas o quanto ele foi especial e agragou ao mundo. É sempre bom sabermos sobre pessoas especiais. Força e paz pra vc e sua família!

Escreva um comentário