Visualizando posts com a tag " buyology"

Imitação e satisfação no universo do consumismo

dez 18, 2008   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  3 Comentários

iStockPhoto / Isabel MassTerminei de ler Buyology na semana passada. Uma bela introdução ao mundo do neuromarketing misturados com momentos desnecessários onde o autor se gaba o melhor especialista em marcas do mundo e um dos pioneiros no assunto.

De qualquer forma, o que persiste ainda na minha cabeça é a explicação sobre a relação dos neurônios espelho e a dopamina com o nosso comportamento no momento da compra, e a frase defendida por alguns especialistas em neurociência:  “São necessários apenas 2,5 segundos para decidir comprar um produto“.

Discorrendo rapidamente sobre os 3 temas:

- Neurônios espelho explicam porque quando alguem boceja na sua frente nós temos a tendência de abrir a boca ao mesmo tempo. Temos uma tendência natural de imitar o que vemos ou mesmo sentir sensações associadas com o que lemos ou imaginamos. Traduzindo para o momento da compra, isso conseguiria explicar porque queremos comprar um objeto que vemos em uma vitrine ou usado por uma celebridade que admiramos. No primeiro caso nós nos imaginamos possuidores daquele produto e literalmente experimentamos a sensação de tê-lo em nossas mãos. No caso da celebridade, a explicação é pura e simplesmente o fato de que queremos ser como ela, por isso compramos para conseguir “ser” como ela.

- A Dopamina liberada pelo cérebro no momento que decidimos comprar algo nos dá uma sensação de bem estar. Viciados nela, nossa tendência é sempre continuar comprando para obter mais desse prazer.

- Os 2,5 segundos estão entre os dois elementos acima. Se sentir como proprietário de um produto é rápido. Dentro desses 2,5 segundos a dopamina inunda nosso organismo. O lance é que se demoramos demais, o suficiente para pensar melhor, como descrevi em outro post, a dopamina é absorvida e a vontade passa porque o racionalismo impera. De compra instintiva passamos para a negação racional.

Entrevista com Martin Lindstrom

nov 24, 2008   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

Quando comentei aqui sobre o novo livro do Martin Lindstrom eu recebi o contato da Cybele que me apresentou seu portal/rede social ‘Aromas essenciais‘ – focado em marketing olfativo. Depois disso ela mandou ver e conseguiu uma entrevista com o autor do livro ‘Buyology: Truth and Lies About Why We Buy‘.

Após um passeio pelos 5 sentidos e suas influências na nossa decisão de compra, as perguntas se voltam para o tema do marketing olfativo. Vale a pena a leitura!

Mas o que eu disse para a Cybele eu digo aqui também: eu acho que um sexto sentido – nada sobrenatural -  ainda fala mais alto que os outros 5 conhecidos, é o sentido da parte mais sensível do corpo – o ‘bolso’ – se ele está vazio nenhum marketing funciona.

Veja a entrevista aqui.

Confiando em estranhos e afins

out 21, 2008   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

Me deparei com algumas coisas super bacanas hoje e quero compartilhar com vocês. Na verdade você pode entender isso como uma recomendação sendo que no segundo caso (do livro) eu nem sequer lí o dito cujo. O que prova ainda mais que uma recomendação pode partir de um estímulo ínfimo.

Primeiro ‘assista’ essa apresentação da Universal McCann com o título ‘Quando começamos a confiar em estranhos?‘. Gostei bastante dos insights.

Depois, se você é marketeiro ou gosta do tema, você pode se aventurar pelo livro do Martin Lindstrom que está sendo lançado hoje, dia 21 de outubro (já encomendei o meu). Com o título ‘Buyology: Truth and Lies About Why We Buy‘. Para quem precisa de evidências empíricas para acreditar nos achados desse livro, saiba que o Martin conduziu um projeto de pesquisa de mais de 3 anos e 7 milhões de dólares antes de escrevê-lo. Ele conta com o apoio do Paco Underhill do bestseller Vamos às compras!.

Tá dada a minha recomendação de estranho.