Visualizando posts com a tag " Imprensa"

O papel da comunicação corporativa com o mercado no contexto da web 2.0

mar 9, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

Minha intenção é esclarecer o que é comunicação nos tempos de web 2.0, e tentar trazer a discussão para o lado dos negócios. Mais especificamente o Marketing.

O pré-requisito para que o meu post faça sentido é ler o post do Fabio Seixas sobre o mundo de confusão em que se encontram as empresas no momento de querer fazer um Mkt 2.0: “…é que ninguém sabe ao certo como adaptar a comunicação de marketing para os atuais movimentos comportamentais que a Internet vem proporcionando…”

Serendipidade - Comunicação web 2.0

Na figura número 1 temos dois sujeitos se comunicando. Entenda os sujeitos como grupos ou comunidades de pessoas e a seta de duplo sentido como uma rede social.

- No contexto de negócios o conteúdo da seta são discussões sobre o seu produto ou serviço.
- No contexto da web 2.0 a seta (o veículo) é um Orkut, MySpace ou qualquer outra ferramenta de criação de comunidades ou grupos de discussão.

Perceba que a internet e as ferramentas 2.0 são catalizadores dessa conversação (instantâneo, sem distâncias e sem distinções).

Serendipidade - Comunicação web 2.0

Outro modo de comunicação mostrado na figura 2 é o de uma instituição (empresa, departamento, governo, etc.) se comunicando com o(s) grupos ou comunidades existentes.

- No contexto de negócios o conteúdo da seta são comunicações formais de serviço/suporte ao cliente, press-releases, aparições na imprensa de forma geral, propagandas, etc. Um cenário fortemente monodirecional.
- No contexto web 2.0 a seta poderia ser substituida por um blog. Uma ferramenta informal que humaniza a instituição e recebe feedbacks de forma instantânea. Mais uma vez a internet tem um forte papel de facilitadora.

Serendipidade - Comunicação web 2.0

Voltando ao contexto da figura 1, onde tínhamos dois clientes conversando, o conteúdo daquela seta de comunicação é importante. Por dois motivos: Porque contém uma informação que ajudaria a empresa responder melhor as expectativas e porque a empresa pode querer que a informação contenha dados positivos a seu favor. Olhe a figura 3.

- No contexto de negócios as empresas querem sempre saber dados do mercado para se adaptarem com prontidão e, ao mesmo tempo, jogar suas mensagens nos clientes sem buscar o compromisso de uma propaganda boca-a-boca.
- No contexto 2.0 as duas vias melhoraram um pouco mais. Não basta escutar o cliente, é necessário saber o que um cliente conta para o outro. Daí a importância de se monitorar fóruns ou blogs. Por outro lado, se tornou crucial o inserimento de uma idéia que busca despertar as conversas em torno do seu produto. Junte a idéia e um veículo apropriado que sua marca será assunto.

Serendipidade - Comunicação web 2.0

Segundo o post do Fabio, as empresas “…devem SER a rede social e não somente TER uma rede social com a sua marca…”. Vimos nas 3 figuras anteriores que mais do que ser ou ter, a empresa deve saber interagir corretamente com o universo 2.0. Eu passei a vocês as chaves dessa interação, cada uma com seus frutos e dificuldades.

Na figura 4 apresento o conceito da empresa SENDO uma rede social.

- No contexto de negócios seria dizer que o desejo de aproximar dois clientes pode ser benéfico para seus negócios. Intermediar a conversa entre dois clientes aproveitando idéias e sugestões é um exemplo da vantagem de ser uma rede – você escuta tudo.
- No contexto 2.0 o poder na mão do cliente aumentou, chegando até a casos extremos de companhias que fomentam redes para obter idéias de novos produtos (crowdsourcing). A empresa está no centro da rede e a sustenta.

Esqueci algo? Quem sabe duas empresas se comunicando (B2B)? O cliente intermediando duas empresas? Triangulação entre clientes, governos e empresas? Cooperação entre mais diferentes partes?

Conforme disse algumas palavras atrás, as chaves de interação estão na mesa. Use-as a seu favor.

Livro concorrente! E agora?

fev 27, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

livro9gd.jpgMarcio, valeu a dica nos comentários, esse aqui vai pra vc.

Meu livro foi lançado em Maio/2006, e até hoje no Brasil não existia nenhuma outra fonte de informação sobre blogs voltados para negócios em um bom e velho português. Até hoje. Porque há 2 dias a Thomas Nelson Brasil lançou a tradução (a primeira tradução do gênero) de um livro de Hugh Hewitt chamado: “Blog: entenda a revolução que vai mudar seu mundo“.

Segundo o autor deste livro, milhões de pessoas estão mudando seus hábitos no que diz respeito à aquisição de informação. “Isso aconteceu muitas vezes antes, com o surgimento da imprensa, do telégrafo, do telefone, do rádio, da televisão e da internet – agora, surgiu a blogosfera, e isso foi tão repentino que surpreendeu até mesmo os analistas mais sofisticados”, observa Hugh Hewitt.

Na blogosfera, há um mundo com uma platéia quase ilimitada. Trata-se de uma oportunidade extremamente econômica para se estabelecer uma marca e introduzir novos produtos.

Vale a pena algumas observações:

  • O livro parte do impacto dos blogs na política;
  • O livro foi lançado em janeiro de 2005 nos EUA, com uma edição em junho do ano passado;
  • O livro é interessante por trazer um contexto histórico do blog e vendeu relativamente bem nos EUA;
  • Existem outras literaturas muito mais lúdicas, focadas e completas para quem deseja o blog nos seus negócios como por exemplo (lógico) meu livro, e outros sem tradução para o português como: Blog Marketing, BuzzMarketing with blogs for dummies, entre outros os quais também são bibliografias do meu livro;

Prêmio Pulitzer vai incluir blogs

nov 29, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  3 Comentários

Wikipedia.orgO prêmio de jornalismo mais célebre do mundo está entrando na onda dos Blogs. Isso promete transformar de forma definitiva a atenção dada aos Blogs e seu poder “jornalistico” instantâneo, interativo e eficiente. Não que a própria imprensa já não se tenha dado conta disso, mas o fato é estimulante até mesmo para futuros escritores que venham a surgir por meio da sua fama nos blogs.

Assim como a internet, que é um grande meio para transferir idéias, modas, e até mesmo dados pessoais (muitas vezes prejudicial) de forma veloz, o blog em jornalismo, o qual eu não considero um Blog Corporativo apesar de ser parte de uma empresa, e o blog amador também navegam nessa onda e ajudam projetar pessoas que antes não teríam condições de se colocar no mercado de forma visível.

A informação está no press-release do último dia 27 no website oficial do Prêmio Pulitzer.

Via: Bloggers Blog

Um novo canal para executivos

out 30, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

Gazeta Mercantil e Blogs CorporativosBlog corporativo na edição de hoje, 30 de outubro, da Gazeta Mercantil. Depois de mais ou menos 2 meses sem grandes movimentações na imprensa, o Blog usado para comunicação, marketing e estratégia empresarial começa a retornar com força.

Referências para o Blog da Tecnisa e o Porta 25, blogs que você conheceu primeiro e com exclusividade aqui neste canal. Meu livro também aparece na reportagem.

The BOBs – Best of the Blogs

out 30, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  Nenhum comentário

A Deutsche Welle promove todo ano um prêmio internacional dos melhores blogs. Acho que já rolaram uns 2 concursos, um em 2004 e outro em 2005. No ano passado estava deslumbrado com o número de blogs bacanas que estava conhecendo por meio deste prêmio, este ano achei que ia conhecer mais ainda, graças à uma nova categoria de premiação: Blogs Corporativos.

Imagina só conhecer os melhores blogs corporativos do mundo!

Ridículo. Esta é a palavra que eu encontro para designar a tamanha incompetência deste respeitável jornal em conduzir uma premiação com tamanha falta de esmero.

Clique no link e veja os 10 finalistas da categoria. O primeiro colocado em número de votos do público é o Blog do Tas (ele é uma empresa?). O que dizer então do segundo e terceiro (um reporter e um clube de entusiastas de futebol). Vale lembrar que a colocação é por número de votos do público, e o Brasil, em matéria de votar pra ser o primeiro, é campeão.

Como os jurados deixaram passar esse tipo de coisa? Fácil, eles não sabem o que é blog corporativo. Se você quer ver mais besteiras, olhe os 10 finalistas do melhor weblog em português, metade deles é de gente da imprensa. Aposto que tínhamos muito mais vozes anônimas e importantes para escutar.

Além de achar que esse tipo de coisa é totalmente comercial, acho que melhor blog não se nomina, se encontra, se lê e se espalha no boca-a-boca. Para conhecer um blog se leva tempo e não duas, três visitinhas superficiais para definí-lo como bom ou ruim.

Envolver blogueiros em campanhas tem limite?

out 18, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

money-house-interactivevoices-blog-712197.jpgLendo o post do Blog de Guerrilha vi uma ação de marketing da An(bev)tarctica para promover sua dignífica cerveja. Além da imprensa, a empresa convidou 4 blogueiros para participar.

O Jacaré Banguela, o Mico na Rede, o Blog do Noel e o Faz Sentido lançaram seus posts e um pequeno burburinho (segundo o autor do post. Ainda não vi, mas estou contribuindo para) começou na blogosfera.

Mr. Wagner lembrou no post que ações pagando (algo) para blogueiros no Brasil pode estar começando a esquentar.

Particularmente acho que envolver blogueiros tem tudo haver com campanhas de marketing que necessitam de se espalhar neste nosso mundo de cauda longa. Mas pagar para blogueiros escrever sobre sua empresa, manipular posts para alavancar audiência (essa história do Wal-Mart é ótima), associar-se ao PayperPost para vender sua alma, podem ser ações não muito bacanas, e que prejudicam a verdadeira essência do blog.

Como eu já estava prevendo, blog corporativo no Brasil tem duas vertentes muito claras: A pequena empresa e A campanha de marketing indireta*

(* digo indireta porque até agora, ou blog é muito superficialmente usado pelas empresas maiores, ou a empresa tenta usar blogueiros alheios).

Por outro lado, ainda estou esperando uma empresa grande, com grande influência, começar um blog com conteúdo inteligente e bem direcionado.

Internet é uma caixinha de surpresas…

out 9, 2006   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  2 Comentários

yotophoto.com… e se você souber explorar o seu poder com criatividade e muita cara de pau, você pode chegar lá!

Quero que vocês conheçam alguns exemplos do que uma rede social como os blogs pode promover. De celebridades instantâneas a dinheiro fácil, basta dar sua cara pra bater (de preferência em inglês para espalhar mais ainda pela rede).

Alguns meses atrás a imprensa brasileira descobriu o cara que trocou um clipe vermelho por uma casa em menos de um ano. Mas ele pode ficar pra trás, pois um ex-militar americano prometeu que vai se tornar uma propaganda viva ao alterar oficialmente seu nome para aquele que pagar mais por isso.

A recompensa pode não ser financeira, pode ser na forma de uma companheira para toda a vida. Esse fulano promete que vai a qualquer lugar do mundo ter um encontro com aquela que pode ser sua futura esposa. Já esse outro, prometeu que vai perder algumas centenas de quilos e vai blogar todo seu progresso passo-a-passo.

Alguém aí conhece mais exemplos?

Blog blindado

set 28, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Pequenas Empresas  //  1 Comentário

img_carro_07.jpgA imprensa deu uma esfriada no assunto de blogs em empresas, mas a conversação continua fluindo e nossos clientes querem cada vez mais estarem próximos das empresas.

Hoje encontrei o primeiro blog corporativo do mercado de blindagem e segurança, criado pela WR Tecnologia em Blindagens.

Mais uma iniciativa movimentada pelas empresas brasileiras, as quais estão continuamente e cada vez mais buscando posicionamento no mercado virtual.

Reportagens do Livro

ago 24, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

Abaixo apresento alguns scans das últimas reportagens/entrevistas do livro.

Blog Corporativo - Revista do Varejo
Revista do Varejo
Blog Corporativo - Info
Info Exame
Blog Corporativo - Revista PC World
PC World
Blog Corporativo - Folha do Sudoeste
Folha do Sudoeste
Blog Corporativo - Diário da Indústria e Comércio
Diário da Indústria e Comércio
Blog Corporativo - Correio Brasiliense
Correio Brasiliense
Blog Corporativo - Carta Capital - n.401
Carta Capital
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #1
Revista Webdesign #1
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #2
Webdesign #2
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #3
Webdesign #3
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #4
Webdesign #4
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #5
Webdesign #5

E por fim, Webdesign #6:Blog Corporativo - Revista Webdesign - #6 Ontem recebi a B2B Magazine:Blog Corporativo - B2B Magazine

Mais reportagens na página de Imprensa

12 motivos para ter um blog na sua empresa

ago 10, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  4 Comentários
  1. Colocar o seu CEO ou profissional como líderes de tendências, experts no assunto, projetar imagem da empresa.
  2. Humanizar a empresa dando um rosto a ela e conseqüentemente maior transparência.
  3. Melhorar o relacionamento com seus clientes.
  4. Ferramenta para suporte interno ou externo de seus produtos ou serviços.
  5. Promover sua marca.
  6. Fonte de informação sobre a empresa, invertendo a relação Empresa-Imprensa.
  7. Construir relacionamento com possíveis parceiros e interessados em potencial.
  8. Manter contato com clientes e parceiro por meio de um canal acessível.
  9. Promover um produto ou receber ajuda para desenvolver novos produtos.
  10. Recrutar funcionários.
  11. Aumentar o tráfego de seu website.
  12. Aproximar funcionários e colaboradores da liderança da empresa, quebrando barreiras de comunicação.
Páginas:«123»