Visualizando posts com a tag " McKinsey"

Nova pesquisa apontando os caminhos do CRM Social

set 2, 2009   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  1 Comentário

Acaba de sair mais uma edição da pesquisa da McKinsey sobre o uso de web 2.0 nas empresas: “Como as empresas estão se beneficiando com a web 2.0” (em inglês).

No ano passado ficou evidente a falta de informação sobre o tema pelas empresas. Nesse ano o uso das ferramentas para marketing se consolida ainda mais, bem como o crescimento em outras áreas ligadas ao relacionamento com clientes. E mais, as empresas mais sociais mostraram uma tendência maior de investir nessa “tecnologia social” com mais intensidade na crise em que as empresas enfrentam no momento.

Bom proveito.

6 maneiras de fazer a web 2.0 funcionar na sua empresa

fev 18, 2009   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  Nenhum comentário

Artigo da McKinsey Quarterly sobre o tema mais discutido do momento nas rodas de marketeiros. Só que desta vez eles querem falar em tom corporativo e amplo.

Mas não estou linkando o artigo para que vocês apenas se beneficiem do conteúdo. Isso porque tem coisas alí que eu não concordo. Pode ser que eu esteja errado, mas eu não concordo. Se alguém quiser me dar a luz que guia o caminho dos despreparados, sou todo ouvido. Como educação – de novo aquela tecla que sempre falo aqui no blog – ele serve 100%.

Primeiro, na figura sobre as tecnologias web 2.0. Eles classificam RSS na categoria de “Criação de Metadata” – Pergunto: Como?! RSS na minha concepção é uma forma diferente de espalhar seu conteúdo, e não uma forma de metadata que adiciona informação ao conteúdo original. Estou certo? Já que estamos falando de ferramentas de web 2.0, alguém poderia me dizer o que é “Predictions Markets” e “Information Markets”?

Segundo, na frase “While they are inherently disruptive and often challenge an organization and its culture, they are not technically complex to implement. Rather, they are a relatively lightweight overlay to the existing infrastructure and do not necessarily require complex technology integration.” – Ok, condordo que você pode colocar um WordPress de pé em minutos. Mas dizer que web 2.0 é um mero “overlay” é muito 2006. Hoje em dia se fala de integrar os dados mesmo de sites terceiros como Facebook e afins para dentro de casa. Ou você vai querer mesmo manter alguém visitando manualmente as páginas de milhares de perfis para sempre?

Terceiro, as 6 maneiras soam para mim os clássicos exemplos de fatores críticos de sucesso de qualquer projeto de consultoria:

  1. Buy-in dos executivos
  2. Escutar os usuários
  3. Tem que por no processo (e até pagar por isso) senão ninguém usa
  4. E se for pagar, tenha certeza que não é só por isso que você quer que web 2.0 dê certo
  5. Acerte no time
  6. Mantenha o controle dos riscos e estabeleça planos de ação

Cadê a educação dos funcionários em termos de treinamento (awareness!!!).

Redes sociais patrocinadas são uma bomba!

ago 1, 2008   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

Ainda conectado ao estudo sobre a tribalização dos negócios que publiquei na semana passada, via LinkedIn fui redirecionado a um post num blog e depois a um post de um blog do Wall Street Journal e ao artigo do ReadWriteWeb.

As conclusões a que os artigos chegaram (e a pesquisa também) é que comunidades virtuais patrocinadas por empresas são um desperdício de dinheiro. Mas também especularam bastante sobre os resultados.

Eu acho que a falta de informação prevalece, mas gerenciar uma rede social inteira e esperar que os clientes, além de usar Orkuts e LinkedIns da vida, também usem a rede da empresa, é um pouco complexo demais para ser verdade. E se as empresas pudessem criar um perfil nessas redes?

Mesmo nos blogs os comentários estão se distanciando e caindo no Twitter, FriendFeed, etc. Já está ficando difícil hospedar uma discussão somente no seu mundinho.

Legal também é ler os comentários nos dois últimos blogs mencionados acima. Grandes exemplos de blogs funcionando a pleno vapor que até soa contraditório com os resultados da pesquisa e com minha afirmação anterior.

Vale a pena contrapor também os resultados da pesquisa mencionada acima com a pesquisa da McKinsey que publiquei no Blog Corporativo hoje.

Construindo a empresa 2.0

ago 1, 2008   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

Comunidade

Alguém aí já leu a pesquisa que a McKinsey fez sobre o uso da web 2.0 nas empresas? Acabou de ser publicada e estou publicando o conteúdo aqui. (PDF)

Espero que todos vocês tenham a oportunidade de ler o artigo todo.

A prova viva de que ainda existe um gap no conhecimento dos executivos é evidente. E 28% das empresas pesquisadas não entendem o retorno financeiro por trás das ferramentas (a 2a. edição do Blog Corporativo vai mostrar como calcular a do Blog, mas é facilmente adaptável para outros usos).

O gráfico 4 é bastante interessante. A América Latina foi a região com o maior número de respondentes insatisfeitos com as ferramentas web 2.0. Provavelmente pela falta de incentivos que os próprios executivos envolvidos na iniciativa deixam de transmitir.

O Brasileiro gosta muito de comunidades virtais e é super ligado, mas na hora de trabalhar sério, compartilhar habilidades e contribuir para gerar alto valor, tenho visto mais exemplos negativos que positivos. Se uma empresa lança uma pesquisa interna o Brasileiro não leva a sério e participa muito pouco. O mesmo pode se entender de ferramentas de web 2.0 corporativas.