Em busca do cotidiano criativo

set 29, 2005   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  1 Comentário

(c) yotophoto.comAcho que a maneira mais interessante (e divertida) para estimular a criatividade é acumular a experiência de vida do nosso cotidiano com variação da informação que chega a nossa mente, ou seja, viver um dia-a-dia diferente a cada dia, fazer e agir de modo diverso para alcançar os mesmos fins.

O motivo para essa variação é enriquecer o nosso repertório de idéias e conhecimento. Uma explicação para a criatividade despertada é a que ela se baseia em ligações com ou sem lógica com outros conceitos ou idéias. A maioria das boas idéias acaba surgindo quando quebramos paradigmas, mas para conseguir quebrar temos que pensar diferente e possuir um grande ferramental disponível ao nosso alcance.

É exatamente esse “ferramental” que estamos buscando aqui.

  • Todo dia faça um caminho diferente para voltar para casa. Mude a disposição dos móveis da sua casa, quebre as rotinas.
     
  • Experimente situações novas. Viaje para uma cidade que você nunca foi, puxe conversa com pessoas estranhas no elevador, no táxi ou em filas, saia para jantar em um restaurante novo, experimente novas bebidas e comidas.
     
  • Sempre compre uma revista nas bancas que você nunca tenha lido. Busque conhecer mais os assuntos que não tenham nada haver com a sua profissão ou interesse, leia Caras, Set, Quatro Rodas, Marie Claire, Fluir, Veja, Viver Mente e Cérebro, Contigo, National Geographic, Focinhos, Arquitetura e Construção, Revista Rural. É surpreendente a variedade de temas que encontramos nas bancas.
     
  • Faça alguma coisa diferente como um hobby ou ação social voluntária. Quanto mais distante da sua realidade melhor, é muito importante a integração, experiências, sensações, e informações adquiridas nesses processos.
     
  • Volte a estudar. Faça uma pós-graduação ou um curso de aperfeiçoamento em um assunto diferente ou novo para você.
     
  • Enriqueça sua cultura. Leia livros, vá a teatros, circos, parques.
     

1 Comentário

Escreva um comentário