Disponibilidade e Ansiedade

jun 30, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  4 Comentários

Yotophoto.comUma vez falei sobre os “Informaçãoníacos” – pessoas que são viciadas em informação, a qual está amplamente em abundância e disponível na internet.

A evolução rapida da globalização e comunicação sem barreiras da internet nos trouxe questões importantes. Sabemos que tudo em excesso é ruim, mas essa noção de que somos minúsculos é, de fato, incisiva.

E dá-lhe centenas e centenas de pessoas disturbadas por sintomas de ansiedade ou depressão. O mundo está rápido, veloz e voraz. Precisamos realmente agir assim? As empresas estão exigindo mais por ganância e ignorando o bem estar humano? Ser mais calmo pode evitar o sentimento de impotência perante tudo?

4 Comentários

  • Vejo a cada dia mais e mais pessoas comprando a idéia de que são escravas da informação.

    Em papo informal com amigos, várias vezes, percebo cansaço e um clima de “não tem mais jeito, esta é a nova ordem de coisas”.

    Sentir-se como um proletário digitial, remexendo em documentos que nunca serão lidos, mandando e-mails que não dizem nada, clicando em links que não levam a lugar nenhum, sugere a todos, ou pelo menos a mim, que estaria na hora de um revivido Charle Chaplin filmar um Tempos Contemporâneos.

    Porém, porém…porque não começamos a virar este jogo? Eu comecei a fazer isso em alguns artigos. Convido a todos a lerem por lá:

    http://www.carreirasolo.org/archives/os_nove_passos_da_de.html

  • Cipri, o artigo é longo mas vale a pena para saber sobre o mundo das imagens: iconoclash, segundo o francês Bruno Latour. Segue o link: http://www.ensmp.fr/~latour/articles/article/084.html

    Abraço,
    Luciano

    PS. Não pude prestigiá-lo na noite de autógrfos, mas a gente se vê assim que possível.

  • Olá Fábio,

    Primeira coisa, soube hoje (tá vendo como estou desenformada?)de seu livro “Blog Corporativo” e tratei logo de encomendar, estou ávida por aquelas informações….

    A segunada coisa, é relativa a essa ansiedade que se instala, pelo menos pra mim, quando pesquiso sobre um assunto. Mas o que me leva a um estado de constante insatisfação é o fato de que o tempo é escasso para abrir páginas e páginas, entrar em links que levam a novas informações e a novos links sem tempo de processar todo esse volume de informação e refletir, tirar conclusões, etc.
    Estou muuuuuito próxima de completar meio século e muitas vezes me angustio por não ter processado toda informação que queria e deveria.
    Estou cursando pós-graduação em Design Instrucional para Educação On-line e por ser uma infomaníaca, acaaabo atrasando meus estudos e trabalhos justamente porque fico intoxicada de tanta informação. Ainda não aprendi a colocar um limite e nem sei se é possível. Se tiver uma dica, vou agradecer por mais essa informação.
    Abraço
    Eliana

  • Corrigindo …
    desinformada

Escreva um comentário