Bradesco pensa em Twitter e a imprensa pensa…

abr 8, 2008   //   por Blog Corporativo   //   Métricas  //  4 Comentários

…nas empresas pioneiras!

No blog da Sandra Carvalho, diretora do Núcleo de Tecnologia da Editora Abril, formado pelas revistas, sites e eventos da marca INFO, encontrei as seguintes notas sobre empresas e web:

  • Há tempos o banco [Bradesco] acompanha os blogs, de ouvido aberto para a sabedoria das multidões.Nada mais natural, agora, que volte a atenção para os microblogs [Twitter].
  • A construtora Tecnisa encerrou 2007 vendendo um apartamento por dia pela web. Este ano, a média já chegou a 1,66 e a meta é atingir duas unidades diárias. A empresa tem um blog sem moderação, uma raridade entre blogs corporativos.

Não vejo a hora de publicar minha 2a edição do livro com algum estudo de caso realmente brasileiro. Isso é algo que estava longe de acontecer naquela época. Mas nunca é tarde para você, empresa, rever suas prioridades percebendo que a imprensa ADORA falar sobre o assunto web 2.0 e negócios. Só de aparecer na mídia assim você pode estar economizando alguns trocados para um tipo de publicidade interessante.

Só no site INFO, de acordo com o PubliAbril, o anúncio no site mais barato custa 53 reais por mil impressões (CPM). Como a notícia acima não foi um link nem um banner, só uma menção ao nome da marca, vamos dividir o preço por 5, dando aproximadamente 10 reais de CPM. Com quase 2 milhões de visitantes únicos por mês, vamos estimar que 10% disso leu essa notícia e viu sua marca ao longo de 1 ano. Isso daria 200 mil impressões, o que custaria 2 mil reais.

Se não errei na matemática isso parece pouco. Mas tomando o exemplo de que eu estou aqui mencionando essa reportagem no meu blog, isso acrescenta valor na idéia. É mais difícil de mensurar mas acho que você já conseguiu imaginar alguma coisa.

4 Comentários

  • Excelente saber sobre o Bradesco e mais ainda descobrir seu blog, Fabio.

    Há algumas semanas concluí uma apresentação básica sobre porque as empresas deveriam adotar plataformas realmente interativas e porque blogs são o melhor primeiro passo para isso.

    Uma questão: qual a melhor maneira de botar esta (nova) banda para tocar, já que é um novo tipo de produção de conteúdo e ninguém ainda tem essa expertise?

    A Tecnisa por exemplo tem um jornalista freelancer e alguns funcionários. Se por um lado já é ótimo, por outro ainda me parece pouco profissional. O tom dos posts é altamente institucional, pouco pessoal.

    Vamos trocar figurinhas por aqui.

    Aguardo a segunda edição do livro – se tiver algum case até lá, te mando. ;)

    Abs

  • Fábio,

    Vi este post no Blog da Sanda Carvalho e deixei um comentário perguntando se ela sabe mais detalhes de como o Bradesco está utilizando o twitter… Você sabe?

    Nota: Estamos utilizando há duas semanas o seu livro como referência em nossa empresa (Coface do Brasil). Inauguramos na semana passada uma nova versão do site e criamos o blog do CEO. Estamos com muitas outras idéias para colocar em prática e continuaremos buscando informações com você. Obrigado!

    Abs,

    Hugo Mourão
    Gerente de TI

    • Sinceramente não pude achar nada mais a respeito. A julgar pelo “não marketing” da iniciativa eu diria que eles estão só monitorando mesmo o que estão dizendo sobre eles, ou estão numa fase inicial de implementar alguma coisa.

  • Olá Fábio.
    No IV Fórum Internet Corporativa, ocorrido em 08/10, questionei ao Bradesco se o banco terá a blog corporativo. A resposta foi que “teremos novidades”.

    Detalhes em:
    http://www.sitecharles.com/artigos/iv-forum-internet-corporativa

Escreva um comentário