Sobrancelhas e os truques de consumo da Zara

mar 8, 2009   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  3 Comentários

Olhos @ Stock Xchng - http://www.sxc.hu/Há um mês estava em Londres me divertindo com o hop in, hop off nas lojas de roupa, perfumes e tudo quanto é artigo de interesse do universo feminino. Foi exatamente naquela época que postei um update no Twitter perguntando por que as lojas da Zara não possuem cadeiras para que os maridos possam se sentar e curtir um descanso de vez em quando. Apesar de ainda não ter a resposta dessa pergunta, ao menos eu matei outra.

No meio desse movimento todo, eu não pude deixar de notar um anúncio desses de beleza mostrando claramente que o produto estava relacionado com as sobrancelhas.

Daí eu fiquei pensando porque raios em milhares de anos de evolução humana ainda carregamos isso logo acima dos olhos? Falar que é porque ajuda a ressaltar a expressão dos nossos rostos não é forte o bastante para justificar porque nosso corpo manteve essas duas (às vezes única) faixa no rosto.

Das páginas que li na rede, essa foi a que melhor explicou a razão. Por redirecionar o fluxo de água e suor escorrendo pela testa e deixá-los fora do caminho do olho, a sobrancelha pode ter ajudado muita gente escapar de perigos, selecionando assim a nossa bela espécie. Muito simplório, mas já me dou por satisfeito.

Voltando à Zara, pode ser que a loja esteja tentando provocar uma “seleção natural” em prol da própria espécie ali também. Ao fazer com que os maridos não saiam com suas mulheres para fazer compras – pois não é possível sentar – elas gastariam mais tempo e mais dinheiro sem a supervisão de “terceiros”… Parece-me inteligente.

3 Comentários

  • Fábio, será que você já pensou em raspar as suas? hahahaha

    =)

  • Em um livro que conta a história do movimento Punk (um laranja, esqueci o nome agora) tem uma história do David Bowie no BCBG – que ele resolveu raspar as sobrancelhas e descobriu pra que elas serviam quando o suor caía direto no olho dele…

    bjs

    • Interessante essa história do David Bowie. Estava quase pensando em raspar as minhas pra ver o que aconteceria… :-) Valeu David Ziggy!

Escreva um comentário