Visualizando posts com a tag " Blog Corporativo"

Posicionamento é tudo, mas ser dono…

fev 26, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  2 Comentários

Olhe a figura abaixo e veja só que coisa impressionante (oh!). Por meses, ao buscar as palavras “blog” + “corporativo” no Google, o primeiro resultado sempre foi meu.

Aí vieram as nossas queridas empresas brasileiras que entraram no filão do anúncio by Google, e fizeram bem, porque posicionamento é tudo (vejam as duas primeiras colocadas).

E não é que depois veio o próprio Google e, num ato de nepotismo (e de direito), colocou o link para seu blog corporativo (o americano, pq a iniciativa do Brasil nem foi lembrada – e eles só traduzem a maior parte dos posts do anterior).

Nada como ser dono do Google. Até para um blog mais ou menos (na minha humilde opinião). Mas se alguém puxar a tomada dos servidores deles o mundo pára.

posicionamento.gif

Use seus clientes atuais e venda para novos clientes

fev 22, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  7 Comentários

forrester-customer-trust.jpgConsumidores confiam (e compram) os produtos quando recebem a recomendação de um amigo.

A figura ao lado é parte de uma apresentação da Forrester sobre marketing boca-a-boca e monitoração de sua marca na rede. Ela mostra que logo após nós mesmos, a indicação de amigos é a mais confiável (e apropriada) para vender seus produtos/serviços.

Mas dados mastigados não satisfazem? As apresentações são superficiais?

Então leia o artigo Network-Based Marketing: Identifying Likely Adopters via Consumer Networks (pdf) de vários autores ligados ao instituto de estatísticas matemáticas da Universidade de Cornell. Eles fazem uma análise criteriosa do assunto.

E o blog corporativo com isso?

Tudo. Ele é o estopim, a centelha mágica que desperta o desejo do “tenho que contar” na sua base atual de clientes. É o veículo de comunicação mais apropriado e controlável no tema “Marketing de Rede“. Pense nisso.

Frase de Christopher Barger, o dono da iniciativa blogs na IBM (fonte):

“There is a huge shift in the communications model. We [companies] are no longer informers; we are influencers”

Blog da Mastercard Brasil

dez 3, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blogs específicos  //  1 Comentário

mastercard_logo.gifMais um blog corporativo brasileiro recém-nascido. A dica do Jonas Cabral nos comentários deste blog é o blog da Mastercard.

De cara me deparei com um post indicando a Camiseteria do meu amigo Fábio Seixas. Aliás, todos os posts estão estimulando o consumo por meio de dicas. Aparentemente é possível enviar suas próprias dicas, ajudando a colocar ainda mais oportunidades de venda e alavancar o crescimento da operadora.

Falta um nome, um autor, uma cara para a Mastercard. Afinal de contas, quando postamos comentários estamos conversando com quem, além dos demais comentaristas?

O Wiki já está atualizado.

Prêmio Pulitzer vai incluir blogs

nov 29, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  3 Comentários

Wikipedia.orgO prêmio de jornalismo mais célebre do mundo está entrando na onda dos Blogs. Isso promete transformar de forma definitiva a atenção dada aos Blogs e seu poder “jornalistico” instantâneo, interativo e eficiente. Não que a própria imprensa já não se tenha dado conta disso, mas o fato é estimulante até mesmo para futuros escritores que venham a surgir por meio da sua fama nos blogs.

Assim como a internet, que é um grande meio para transferir idéias, modas, e até mesmo dados pessoais (muitas vezes prejudicial) de forma veloz, o blog em jornalismo, o qual eu não considero um Blog Corporativo apesar de ser parte de uma empresa, e o blog amador também navegam nessa onda e ajudam projetar pessoas que antes não teríam condições de se colocar no mercado de forma visível.

A informação está no press-release do último dia 27 no website oficial do Prêmio Pulitzer.

Via: Bloggers Blog

O livro em destaque

nov 18, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  6 Comentários

Duplamente feliz hoje. Duas grandes realizações que considero marcos no crescimento da divulgação do meu livro e suas idéias.

Primeiro: Ricardo Neves, colunista da Revista Época, autor e consultor empresarial, me deu a honra de ser apresentado em seu blog. É uma satisfação receber um feedback de um leitor tão ilustre.

“[...]Como tudo na vida, isto tem ciência e arte e atrás delas acabei encontrando um livro que me ajudou muito: Blogcorporativo, de Fábio Cipriani (Editora Novatec, 2006). Essa é uma dica quente. Simpático e simples. Fácil e gostoso de ler. Não é um desses livrinhos para nerds, hackers ou para os caras de TI (tecnologia de informação) da empresa que vivem de escovar bits.[...]“

Segundo: o Blog Eita. Este blog nasceu hoje (faço votos de prosperidade). Vejam um de seus posts inaugurais:

“O ímpeto de criar um blog foi motivado em boa parte, após a leitura desse livro.
Não que a pessoa aqui seja jurídica, mas o conteúdo apresentado serviu como estímulo a buscar coisas novas, ou nem tão novas assim.

O fato é que Fábio Cipriani conseguiu alinhar conceitos, cases, metodologia e a importância cada vez maior de participar desse meio de forma simples, de fácil leitura e bastante proveitosa.

Já leu?”

Já agradeci muitas pessoas na página de agradecimentos do livro, mas são vocês, leitores, a quem eu devo o meu sincero muito obrigado.

Valeu!

Feed dos Comentários

nov 17, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

O pessoal tem feito comentários cada vez mais pertinentes e colaborativos, por isso decidi abrir um Feed RSS para que vocês possam assinar os comentários feitos aqui no blog. Em breve vou colocar algo do tipo: “quero receber um email quando alguém comentar este post”.

Assine os comentários do blog por meio deste pequeno ícone ao lado (também disponível na barra lateral do blog):

Sobre blogs falsos

nov 16, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  2 Comentários

fried-egg.jpgO burburinho da campanha do Prisma foi para as cabeças. Reconheço a efetividade da campanha. Eu disse no outro post que eu era meio contra blogs de personagens fictícios, mas não disse que não poderia dar certo. Temos diversos exemplos (de relativo sucesso) na blogosfera: Moosetopia, Gourmet Station, esse aqui da Casa Bonduelle tem até foto dos diversos “falsos” blogueiros e gerou comentários.

Especialistas de comunicação, como o Steve Rubel, acham uma completa perda de tempo. Olhando do ponto de vista de que um blog de personagem fictício é um blog falso (porque é contrário ao senso de que temos sempre uma pessoa real por trás dos posts), um blog de personagem pode acabar se juntando inclusive aos Spam Blogs, ou Splog, a escória do universo blogosférico.

Não estou dramatizando, até porque a campanha da GM foi e é melhor que a da Fiat e seu Blog do Gino. Quem sabe com esse blog não podemos aprender como fazer blogs de personagens bem sucedidos?

Leia um pouco a respeito neste artigo.

Voltando ao contexto empresa. O blog corporativo é uma ferramenta de “marketing de conversação”, você tem a possibilidade de se aproximar e deixar sua empresa ainda mais humana, não é nada conveniente iniciar toda essa conversação com seus clientes com uma mentira.

Mas o mundo é grande, o mercado é grande, o consumidor não é mais aquele… Pense a respeito, traga suas opiniões.

12 razões de porque as empresas não blogam

nov 6, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  8 Comentários

1 – Você não entende porque você necessitaria de um blog corporativo. Nem o seu Presidente.

Há várias razões para você considerar um blog corporativo. Vocês conhecem a importância do Google nos seus negócios? Blogar = Se posicionar bem ferramentas de busca. Diga isso ao seu presidente.

2 – Você é o presidente. E você não irá permitir seus funcionários blogarem.

Porque não? Você precisa de uma política e normas de uso sobre blogs. Devem existir limites, mas forçar seus funcionários a não blogar pode ser demais, até porque muitos deles já devem estar blogando por fora da empresa.

3 – Você acha arriscado deixar seus empregados escreverem seus posts.

Se você estabelecer o assunto, a idéia do conteúdo, as regras básicas, seus empregados serão capazes de se sair bem. Se algum deles não segue as regras, mais cedo ou mais tarde ele iria ser um ex-funcionário de qualquer maneira. Encontre um blogueiro principal e passe a moderar os posts por amostragem. Lance o blog internamente por 1 mês ou 2 antes de abrir para público.

Se você vai contar detalhes da empresa que merecem ser conhecidos pelo mercado, deixe alguém mais próximo da tarefa fazer os posts, passar toda a tarefa para departamentos ou agências de comunicação pode deixar o post menos interessante.

4 – Sua agência de RP acha o blog uma má escolha.

Faça algumas perguntas a eles: Pergunte como o Google funciona, pergunte sobre RSS, peça dicas de como escrever textos, pergunte como blogar pode ser ruim tendo tudo isso em mente. Verifique se sua agência realmente tem conhecimento sobre blogs antes de acatar a decisão.

5 – Você mencionou sua intenção para o pessoal de IT. Agora está na agenda de futuros desenvolvimentos.

Quando pensamos em internet, é melhor confiar nos profissionais de marketing ou de gestão. Eles são quem dão as regras e o objetivo do blog.

6 – Você não sabe ainda quem irá contribuir no blog, ou o que você irá abordar nele.

Não adianta assumir toda a responsabilidade, você precisa dividir a tarefa com alguem que possa se dedicar mais tempo. Blog é um investimento em RP e posicionamento (no mercado e em ferramentas de busca), eles dá visibilidade à empresa, solidifica uma comunidade, humaniza a empresa. Lembre-se que nem todo blog corporativo precisa ser sobre seus negócios (veja meu livro).

7 – Você não consegue ver os benefícios sejam lá quais forem. Deve ser uma completa perda de tempo.

Sempre existem exceções. O blog pode não ser perfeito para todas companhias.

8 – Você não vê nenhum retorno ao investimento.

O blog deve ser visto sob o ponto de vista das conseqüências. Quanto vale ter clientes satisfeitos e falando bem da sua empresa ao longo de páginas e páginas na internet? Como uma maior fidelização de clientes ou aumento na participação por propaganda boca-a-boca pode não ser um tipo de retorno? Nem tudo é retorno financeiro.

Mas ele existe, porque as conseqüências citadas acima certamente irão afetar positivamente suas receitas.

Que tal olhar o retorno sobre riscos?

Se os clientes que vão interagir com a empresa ajudarem desenvolver novos produtos e serviços, eles serão seus principais consumidores e agentes de marketing.

9 – Você não tem idéia de como montar um blog.

É muito fácil. Você pode hospedar em um servidor web alugado (usando WordPress, MovableType), or hospedar em serviços próprios para isso (usando Typepad, Blogger).

10 – Você acha que o blog é só uma moda passageira.

Claro que é, você tem toda a razão…

11 – Você considera que o que funciona nos Estados Unidos não irá funcionar aqui, pois lá eles possuem um ambiente completamente diferente.

Não importa o local do seu mercado, a internet está cada vez mais presente e cada vez com mais usuários, posicionar-se bem nesta infinidade de possibilidades é essencial (e o blog ajuda bastante). Além disso, usuários estão, com a ajuda da internet, mais exigentes e antecipados, você não pode ficar fora dessa. Dê visibilidade para sua empresa.

12 – Você acha que blogar não vai dar certo para seu tipo de negócios.

Você pode estar certo. Mas ao menos tente saber os benefícios antes de atirar esta moeda. Lembre-se que você não precisa falar exclusivamente sobre o que você faz ou vende, ninguém quer saber se você comprou uma impressora nova que faz um barulho irritante. Eles (sua audiência) se importa com coisas que eles mesmos querem ler, querem saber mais sobre assuntos que circundam seu métier.

Fonte: e-consultancy e algumas poucas das muitas idéias presentes no meu livro.

Um novo canal para executivos

out 30, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

Gazeta Mercantil e Blogs CorporativosBlog corporativo na edição de hoje, 30 de outubro, da Gazeta Mercantil. Depois de mais ou menos 2 meses sem grandes movimentações na imprensa, o Blog usado para comunicação, marketing e estratégia empresarial começa a retornar com força.

Referências para o Blog da Tecnisa e o Porta 25, blogs que você conheceu primeiro e com exclusividade aqui neste canal. Meu livro também aparece na reportagem.

The BOBs – Best of the Blogs

out 30, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  Nenhum comentário

A Deutsche Welle promove todo ano um prêmio internacional dos melhores blogs. Acho que já rolaram uns 2 concursos, um em 2004 e outro em 2005. No ano passado estava deslumbrado com o número de blogs bacanas que estava conhecendo por meio deste prêmio, este ano achei que ia conhecer mais ainda, graças à uma nova categoria de premiação: Blogs Corporativos.

Imagina só conhecer os melhores blogs corporativos do mundo!

Ridículo. Esta é a palavra que eu encontro para designar a tamanha incompetência deste respeitável jornal em conduzir uma premiação com tamanha falta de esmero.

Clique no link e veja os 10 finalistas da categoria. O primeiro colocado em número de votos do público é o Blog do Tas (ele é uma empresa?). O que dizer então do segundo e terceiro (um reporter e um clube de entusiastas de futebol). Vale lembrar que a colocação é por número de votos do público, e o Brasil, em matéria de votar pra ser o primeiro, é campeão.

Como os jurados deixaram passar esse tipo de coisa? Fácil, eles não sabem o que é blog corporativo. Se você quer ver mais besteiras, olhe os 10 finalistas do melhor weblog em português, metade deles é de gente da imprensa. Aposto que tínhamos muito mais vozes anônimas e importantes para escutar.

Além de achar que esse tipo de coisa é totalmente comercial, acho que melhor blog não se nomina, se encontra, se lê e se espalha no boca-a-boca. Para conhecer um blog se leva tempo e não duas, três visitinhas superficiais para definí-lo como bom ou ruim.

Páginas:«1234567»