Visualizando posts em "Marketing / Negócios"

Está quebrado…

ago 30, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

thisisbroken.com…este é o tema de um dos meus blogs preferidos. Todos os dias são apresentados exemplos de problemas de empresas, locais, produtos ou serviços que ocorrem porque a mentalidade operacional é: “faço a minha parte e o resto que se f***”, ou “isso não é minha culpa”. Como resultado, por culpa da omissão de alguém, a empresa acaba pagando o mico.

Os processos de uma empresa passam na mão de muitas pessoas até ser finalizado. Não é algo que deve ficar simplesmente “largado”. Quanto maior a interdependência, mais chances de ter seu resultado “quebrado”.

Essa quebra pode irritar, espantar ou mesmo confundir seus clientes.

Exemplo da vida real:

Semana passada estava comprando uma super TV para dar como presente de casamento a um amigo que mora em Vila Velha no Espírito Santo. Ele mora longe, e o frete prometia a TV para 7 dias úteis somados com o tempo para o dinheiro cair na conta do Submarino.

Fiz as contas para chegar a tempo e comprei com débito em conta, prometido em 1 dia útil, perfazendo 8 dias no total. 1 dia útil é o informado ANTES da compra.

Depois da compra, na telinha de número do pedido (uma pena não ter capturado), a informação era de que o pagamento seria confirmado em 3 dias úteis.

E o pior, no email recebido pela empresa, a informação era de que a confirmação de pagamento levaria 2 dias úteis…

Está quebrado…

Ou a frase de um amigo: “Os gatos e os lobos são da mesma família: Todos têm pelos”

Está quebrado…

Veja o vídeo do (de novo) Seth sobre o assunto.

(A verdadeira) demanda dos clientes

ago 28, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

No post anterior postei um gráfico que obtive no Blog da Tecnisa. Ele mostrava a evolução das demandas dos consumidores, mas com conteúdo interpretado por uma empresa.

Seth Godin discorda de alguns pontos e nos conta o que os clientes realmente querem:

  • O mesmo que todo mundo tem, mas diferente
  • Um menu onde os preços não são os mesmos
  • Mais atenção que a pessoa sentada ao lado
  • Um preço ligeiramente menor que o de todo mundo
  • Um novo modelo momentos antes que todo mundo, mas só se todo mundo realmente for gostar dele
  • Uma entrada em um cinema já lotado
  • Acesso ao melhor serviço ao cliente de uma loja, de preferência ao dono
  • Serem tratados melhor, mas não muuuuito melhor
  • Serem notados, mas não tãããã notado
  • Estarem certos

Eu incluiría:

  • Participar da criação de um produto ou serviço
  • Conversar abertamente com uma empresa
  • Espalhar uma idéia interessante
  • Não serem confundidos

Amanhã eu conto uma história sobre ser confundido.

E já que a responsabilidade social gera polêmica, leiam meu post sobre o assunto.

Evolução das demandas do consumidor

ago 26, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

Tecnisa

Fonte: Blog da Tecnisa.

Criando vantagem competitiva

ago 21, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  3 Comentários

yotophoto.comReservo sempre alguns artigos que leio para divulgar o meu “Leituras que valem a pena” aqui no blog, mas este artigo da BusinessWeek me chamou muito a atenção por conter idéias “fora da caixa” para se destacar à frente de seus concorrentes.

O artigo discorre sobre 5 estratégias partindo do ponto que as experimentações devem ser feitas sem medo de ser feliz, com audácia. São elas (vou só enumerá-las, leia detalhes e exemplos reais no artigo):

  • Não seja apenas grande, seja único;
  • Para que competir? Crie novos mercados;
  • Seja obsessivo com clientes, não com rivais;
  • Devolva com a qualidade com que recebe ajuda;
  • Personalize e envolva seus clientes ao máximo;
  • Mantenha-se faminto e motivado.

Filtrar e agir

ago 10, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

Uma coisa é entender que estamos imersos em um mar de informação disponível ao alcance de um clique, e que precisamos “peneirar” bem o que vemos pela frente.

Mas a metodologia pode ir um pouquinho mais além quando falamos de uma campanha de marketing, um plano de ação para um projeto, ou mesmo em um planejamento estratégico de primeira.

Absorver => Filtrar => Analisar => Interpretar => Confrontar => Criar => Projetar => Propor => Verificar => Ajustar => Implantar => Mensurar => Acompanhar => Aprender => (Retorno ao começo)…

Nova ferramenta para negócios

ago 4, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

Antes da internet era muito difícil obter informações precisas e atualizadas sobre mercado, métodos, teorias, culturas e qualquer outro aspecto importante para desempenhar um bom marketing, uma boa gestão ou aprendizagem.

Nesse tempo a empresa usava a ESPONJA como ferramenta para absorver o máximo de informação possível para usar no seu dia-a-dia operativo.

Depois da internet passamos a ter uma abundância exagerada de informação e a possibilidade de buscá-la na ponta do mouse ou ao clique de um enter.

Hoje a empresa jogou fora a esponja, e passa a usar uma PENEIRA para encontrar o que necessita em meio ao caos de informações no qual nos encontramos.

serendipidade.com

Leituras que valem a pena #17

ago 1, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios, Serendipidade  //  1 Comentário

Must Read Business Books | Nettie Hartsock
A jornalista Nettie escreve um blog que fornece resenhas de livros de negócios badalados lá fora.

Eight Tips for Better Brainstorming | BusinessWeek
Oito dicas para obter um melhor brainstorm de idéias.

Doing Business 2006 | World Bank & International Finance Corporation
Um relatório anual e completo (em PDF) que investiga mudanças nas regulações do governo e economia que ajudam ou bloqueiam os negócios, e faz uma comparação compreensiva entre 155 países do mundo. Em uma das tabelas é mostrado que o Brasil está em 119o. lugar na lista dos países onde é mais fácil desenvolver o seu empreendimento.

Ser líder…

jul 3, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

…ou dono, gerente, diretor e afins.

Se você escorregar, você afunda todo mundo.

Porque afinal de contas você é o líder que está orientando outras pessoas. Se existe imprecisão o erro se propaga.

Se você se esforçar, você acaba puxando todo mundo.

Porque ninguém trabalha sério se existe alguém que faz quase todas as tarefas.

E aí? Como fazemos?

InGestão de Projetos

jun 5, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

Serendipidade.comAlgum tempo atrás estávamos falando sobre o que é uma Gestão e o que é uma InGestão nas empresas. Hoje quero trazer a conversa para o lado de gestão de projetos.

A gestão de projetos conta com um respeitado instituto chamado PMI (Project Management Institute), como um tipo de tutor para formar profissionais competentes na disciplina de liderar e manter os integrantes de uma equipe de projeto “on schedule”, isto é, dentro do cronograma proposto, e com uma qualidade exemplar.

O que acontece é que, apesar do curso ser extenso e complexo, e trazer uma formação compreensiva, as pessoas (gerentes de projeto) querem ter controle absoluto de todos os detalhes, de todas as frentes (e lados) do projeto. Para isso demandam relatórios de status, planilhas de issues, planilhas de riscos e uma série de outros documentos/termos “híbridos” da língua corporativa.

E a equipe passa 1/3 do projeto fazendo planilhas e reuniões de acompanhamento.

Aí chega algum guru de administração e diz que tudo está errado, e que o correto é simplificar e dar liberdade, e tudo começa de novo, onda após onda, moda após moda. Alguns bolsos se esvaziam e outros enchem.

Essa é a vida.

A queda do "networking"…

mai 31, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  5 Comentários

Serendipidade.com… e a chegada de sérios problemas para as empresas brasileiras.

Todos sabemos a importância que existe em uma boa base de contatos, e principalmente das propriedades de conhecimento e inteligência que um bom “networking” pode proporcionar na nossa vida profissional. Se tenho uma dúvida no trabalho, e conheço alguém que pode me ajudar, basta acioná-lo para tentar solucionar o problema.

É essencial.

Em consultoria, o compartilhamento de conhecimento por meio do fácil acesso às fontes de informação é crucial para a sobrevivência do negócio.

Por outro lado…

… temos nas empresas brasileiras uma onda que se opõe a esse tesouro interpessoal. Os departamentos de TI juntamente com as lideranças da empresa estão cortando o acesso a conteúdos de comunidade como o Orkut, o MSN Messenger, Skype, e até mesmo a blogs.

Isso está isolando nossos profissionais e dificultando o processo de solução de problemas do dia-a-dia das operações. Inclusive dentro das próprias empresas que, cortando esses serviços, muitas vezes isolam as próprias equipes e departamentos internos.

As empresas precisam balancear os benefícios dessas ferramentas comunitárias com os abusos (e o brasileiro abusa pra caramba) no uso das mesmas.

É algo para se pensar e discutir.

Páginas:«1...789101112131415»