Visualizando posts com a tag " design"

Geração C ou geração V?

nov 21, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

U.S. Department of DefenseA Gartner lançou uma pesquisa na semana passada que dizia que a Geração Virtual ou Geração V vai incutir uma mudança profunda no mercado e na maneira de se relacionar com os consumidores. A Gen.V é composta pelas Gen.Y e Gen.X só que no mundo virtual onde, de certa forma, não existe gênero, classe, nem informação de renda ou mesmo da idade dos clientes, ficando aparente somente as competências, motivações e esforços. Isso faz com que a Geração V possa ser segmentada em termos gerais ou mais amplos, e não 1-a-1.

A história é mais ou menos assim: Como blogs, comunidades, navegação e troca de informações correm de forma anônima em diversos graus de anonimato (do mais explícito ao menos explícito), restam às empresas somente a avaliação de seus hábitos de consumo, a forma com que comentam sobre esse ou aquele produto, e assim por diante. Sempre de maneira generalista e dificilmente no individualista.

De volta a 2005, quando escrevi sobre Geração C (Conteúdo e Criatividade), a referência ao fato de que os consumidores estavam adquirindo poder no momento de influenciar uma empresa e seus produtos está ligada ao que prega o conceito explicado pela Gartner do que é a Gen.V. Independentemente do termo utilizado é importante entender que o crescimento da internet só irá reforçar a necessidade de as empresas se adaptarem a essa nova maneira de divulgar sua marca e seus produtos de forma eficiente e alcançando maiores faturamentos.

A arte imita a vida e a vida imita o resto

jul 11, 2007   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  1 Comentário

É irritante ver a mesmice nas coisas que nos circundam no dia-a-dia. Por exemplo: aqui em SP começou a circular, há algumas semanas, um jornal gratuito chamado Metro, uma marca que circula em outras cidades do mundo também. Pois hoje de manhã, quando estava vindo trabalhar vi um concorrente disputando espaço com o Metro, era o Destak, que é mais velho que o Metro, tendo já um ano de vida.

Jornais gratuitos em semáforos e cruzamentos não é novidade, mas em menos de 2 meses eu vi dois que operam de forma similar: o carrinho que leva os jornais, o uniforme dos distribuidores, entre outros detalhes.

A Apple anuncia seu iPhone no começo do ano e uma avalanche de empresas lançam aparelhos com conceitos semelhantes (e até design semelhantes). Nem quero falar do iPod.

O recorde de bullshitagens e de vendas “O Segredo” já ganhou faz tempo as suas variantes e “pseudópodos” – Além do segredo, O segredo revelado, filmes, etc. – Novamente nem quero falar da onda oportunística gerada pelo Harry Potter ou Código Da Vinci .

Ganhar dinheiro com produtos derivados dos seus originais é correto? “Como assim?” – alguém pode perguntar – “ganhar dinheiro (honestamente) é sempre válido”. Mas que mérito isso tem?

Refletindo de outra forma: Sua empresa quer ser lembrada pela INOVAÇÃO ou pela IMITAÇÃO? Os dois dão dinheiro, mas qual é mais nobre? Vou além… por acaso é possível, hoje, criar algo que não seja imitação ou variação de outro?

Segundo Louis Pauwels e Jacques Bergier, autores do “O Despertar dos Mágicos“, existe uma infinidade de conhecimento que jamais iremos acessar graças a acidentes (incendios por exemplo) e eliminação proposital de obras antigas.

Um exemplo de conhecimento “à frente do tempo” poderia ser o do Leonardo Da Vinci. Ele era apenas um visionário com idéias malucas ou foi um dos primeiros a pensar em um helicóptero?

Se imitar é inevitável, como se vender para seus clientes como uma empresa inovadora? Se é isso que você deseja, inove no tratamento e relacionamento com eles: Nem sempre a inovação está no produto.

Inove na maneira de administrar: Processos, metodologias, pessoas ou tecnologia são apenas algumas áreas com potencial de mudança.

Para o bem da humanidade, não vamos ser mais dos mesmos.

Leituras que valem a pena #21

abr 9, 2007   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

Depois de um hiato de mais de três meses o Leituras que Valem a Pena voltam em cena.

How businesses are using Web 2.0 | The McKinsey Quarterly
Pesquisa demonstra que a maior parte dos executivos planejam investir em tecnologias colaborativas. Show!

It’s the Conversation Economy, Stupid | BusinessWeek
David Armano nos justifica porque as empresas precisam se desdobrar para entender como a dinâmica das comunidades influenciam o comportamento humano.

‘Microfinance 2.0′: New Tools, New Goals and New Ways to Lift People out of Poverty | Knowledge@Wharton
A web 2.0 revolucionando o modo de ajudar o mundo e resgatar as pessoas da pobreza.

Vinho que ama

fev 9, 2007   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  1 Comentário

Brand AutopsySempre o fator design imperando nas inovações de produtos.

A Brandweek apresentou uma matéria sobre uma nova marca de vinho chamada “Vinho que ama”

Eu sou admirador de vinho. Especialmente o tinto e seco (todos). Mas confesso que muitas vezes, no momento de escolher um vinho desconhecido, o rótulo que mais me chama a atenção acaba sendo o escolhido.

Criei na minha mente uma relação: Vinícola boa = tem mais dinheiro = rótulo de bom gosto.

Então entra em cena o “Vinho que ama”. O design do rótulo é o grande atrativo da garrafa (veja foto).

Vinho que ama frango assado
Vinho que ama pizza…

Voltando ao ROI do Blog

fev 5, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Métricas  //  3 Comentários

Comentei há 2 semanas sobre o paper da Forrester sobre o retorno do investimento de um blog. Conforme prometi, vou dar uma figura geral da idéia do artigo.

Eu já havia comentado o assunto em alguns posts e também na entrevista que concedi à revista Webdesign. O conceito da Forrester não fugiu muito da idéia central de medir os benefícios versus riscos.

Levantar o valor gerado pelo blog, ou seja, economias em propaganda, agências, marketing com base no número de visitas e calcular a porcentagem descontando o custo do blog mais possíveis riscos. Junte tudo isso e especule cenários prováveis.

Não deu pra imaginar como fazer? Então tente o vídeo deste sujeito, o dono de uma empresa de métricas em blogs. O vídeo tem uns 20 minutos e possui conceitos semelhantes a este acima e um pouco mais.

12 regras para uma reunião sustentável

nov 30, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

Depois vou tirar algum trechinho do “Odeio Reuniões” para contrapor essa listinha útil.

1. TO MEET OR NOT TO MEET? – Tenha certeza de que a reunião é extremamente necessária. Veja se pode ser trocada por um e-mail quando não é necessária uma decisão coletiva, quando não existem tarefas a serem divididas ou validações para fazer.

2. DEFINA O OBJETIVO – Defina o escopo da reunião, selecione os participantes em função do objetivo, mande antes o material considerado leitura necessária.

3. PREPARE A AGENDA – Estabelecer os argumentos e o tempo que será assignado para cada ponto. Envie uma agenda antes da reunião aos participantes com a pauta da mesma.

4. USE O OUTLOOK – Com ele você pode acessar a agenda de todos afim de escolher um horário apropriado.

5. ARRUME O AMBIENTE – Garanta que tudo está ok bem antes de começar, canetas, folhas, projetor, etc.

6. CONFIRME OS PARTICIPANTES – No dia anterior ou horas antes mande uma nota relembrando a reunião.

7. DEFINA O LÍDER – É importante a figura de um facilitador para controlar a amplitude da discussão e introduzir a agenda, tirar as conclusões, distribuir tarefas,

8. COMECE NO HORÁRIO – 5 minutos de atraso no máximo para reler algo, conhecer alguém. Celulares desligados.

9. MANTENHA A LINHA DE RACIOCÍNIO – Não fuja do escopo da reunião e controle o tempo. Se algo muito importante estiver em pauta e que deve ser continuado, reordene as prioridades.

10. PROVOQUE – Encoraje os participantes a ter um papel ativo. Frases como “Me ajude entender melhor” ou “Me explique um pouco mais”.

11. TRANSFORME PALAVRAS EM AÇÕES – Os últimos 10 minutos são dedicados para a definição dos próximos passos. De preferência não deixando o próximo passo ser uma próxima reunião para discutir pontos pendentes.

12. MANDE UM SUMÁRIO – Designe uma pessoa que faça um resumo da reunião e envie a todos os participantes uma recaptulação dos assuntos mais importantes que foram discutidos em até 24 horas depois da reunião.

Fonte: Blog da Edelman Itália.

The BOBs – Best of the Blogs

out 30, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  Nenhum comentário

A Deutsche Welle promove todo ano um prêmio internacional dos melhores blogs. Acho que já rolaram uns 2 concursos, um em 2004 e outro em 2005. No ano passado estava deslumbrado com o número de blogs bacanas que estava conhecendo por meio deste prêmio, este ano achei que ia conhecer mais ainda, graças à uma nova categoria de premiação: Blogs Corporativos.

Imagina só conhecer os melhores blogs corporativos do mundo!

Ridículo. Esta é a palavra que eu encontro para designar a tamanha incompetência deste respeitável jornal em conduzir uma premiação com tamanha falta de esmero.

Clique no link e veja os 10 finalistas da categoria. O primeiro colocado em número de votos do público é o Blog do Tas (ele é uma empresa?). O que dizer então do segundo e terceiro (um reporter e um clube de entusiastas de futebol). Vale lembrar que a colocação é por número de votos do público, e o Brasil, em matéria de votar pra ser o primeiro, é campeão.

Como os jurados deixaram passar esse tipo de coisa? Fácil, eles não sabem o que é blog corporativo. Se você quer ver mais besteiras, olhe os 10 finalistas do melhor weblog em português, metade deles é de gente da imprensa. Aposto que tínhamos muito mais vozes anônimas e importantes para escutar.

Além de achar que esse tipo de coisa é totalmente comercial, acho que melhor blog não se nomina, se encontra, se lê e se espalha no boca-a-boca. Para conhecer um blog se leva tempo e não duas, três visitinhas superficiais para definí-lo como bom ou ruim.

Quão criativo é isso?

set 20, 2006   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  1 Comentário

springwise.com

http://www.d-barcode.com/

Reportagens do Livro

ago 24, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

Abaixo apresento alguns scans das últimas reportagens/entrevistas do livro.

Blog Corporativo - Revista do Varejo
Revista do Varejo
Blog Corporativo - Info
Info Exame
Blog Corporativo - Revista PC World
PC World
Blog Corporativo - Folha do Sudoeste
Folha do Sudoeste
Blog Corporativo - Diário da Indústria e Comércio
Diário da Indústria e Comércio
Blog Corporativo - Correio Brasiliense
Correio Brasiliense
Blog Corporativo - Carta Capital - n.401
Carta Capital
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #1
Revista Webdesign #1
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #2
Webdesign #2
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #3
Webdesign #3
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #4
Webdesign #4
Blog Corporativo - Revista Webdesign - #5
Webdesign #5

E por fim, Webdesign #6:Blog Corporativo - Revista Webdesign - #6 Ontem recebi a B2B Magazine:Blog Corporativo - B2B Magazine

Mais reportagens na página de Imprensa

Google Brasil Blog

ago 15, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  3 Comentários

blog-sm.gifFaz alguns dias que vi, mas não tive tempo de colocar aqui no blog. O Google Brasil tem um blog. Já possui uma meia dúzia de posts e começou a ser publicado no final de Julho passado.

Seguindo minha teoria de que as empresas multinacionais brasileiras serão as próximas a fazerem parte do mundo dos Blogs Corporativos, o Google segue a Microsoft e o Skype na linha de tecnologia/internet, e lança seu blog seguindo os padrões do blog oficial nos Estados Unidos.

Comentários desabilitados – seguindo o padrão corporativo. Não existe um e-mail para enviar feedbacks e links para outros blogs – não seguindo o padrão corporativo.

O blog é uma oportunidade de envolver a comunidade em uma conversação genuína. Uma empresa que bloga para o mercado deveria ser aberta ao mercado, ou melhor ainda, convidativa para envolver mais os expectadores – clientes, parceiros e demais interessados na companhia.

Algumas semanas atrás, o Yahoo! lançou um novo blog corporativo fora do Brasil. Comentários abertos, design atrativo e funcionalidades de Web 2.0. Só uma comparação entre concorrentes diretos.

Páginas:«1234»