Visualizando posts com a tag " negócios"

A blogosfera e o corpo

mai 25, 2007   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  Nenhum comentário

Corporação vem da palavra corpo e é praticamente 100% associada a empresas e negócios, os quais podem ser vistos como organismos complexos compostos por departamentos, células, entradas e saídas.

Vi um post do Maurizio Goetz comparando a blogosfera a um corpo e identificando seus órgãos principais.

Quero transcrevê-los aqui:

A blogosfera possui um “cérebro” – Elabora idéias, discute, amplifica, colhe ou lança as mesmas.

A blogosfera possui um “coração” – Se apaixona, emociona, diverte ou se comove.

A blogosfera possui um “sistema nervoso” – Se empolga, enraivece, se ofende e depois pode esquecer ou não.

A blogosfera possui uma “alma” – Se mobiliza, organiza, se ativa.

A blogosfera não é um organismo perfeito pois deve crescer e ser observada. Em algumas partes se usa o cérebro, em outras o coração, muitas partes usam a barriga também…

As células que faem parte da blogosfera estão em movimento constante, se agregam, se separam, trocam de interesse. As ligações entre essas células podem ser estáveis ou completamente voláteis.

Bonito não?!

Pequenas Empresas Grandes Negócios

mai 9, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

pegn.jpgO Blog Corporativo é destaque na edição de maio da revista Pequenas Empresas Grandes Negócios.

O texto abaixo foi retirado do site da revista, e foi baseado em trechos do livro.

Confira aqui algumas dicas para criar o blog de sua empresa

Políticas de uso - Determinar e documentar as políticas de uso do blog levando em conta seu tipo, assunto e o tipo de escritor que vai utilizar (externo, interno, presidente, diretor, etc). A política tem a finalidade de proteger a empresa contra a divulgação de informações confidenciais, de proibir o uso de palavras de baixo calão ou discriminação racial, e de prevenir problemas judiciais por artigos mal escritos ou comprometedores. Ela deve ser revista e avaliada pelas lideranças da companhia.

Normas e procedimentos - Estabelecer quais serão os procedimentos para manter a página atualizada, estabelecer quem vai possuir acesso à administração do blog, quando e quantas vezes será permitida a publicação de textos. A norma é importante para evitar um exagero no número de textos (posts) publicados, ou a falta deles. Também deve ser revisto se o blog será aberto a comentários, quam os fará e se será feita uma moderação, para evitar comentários de pessoas mal-intencionadas.

Manuais e treinamentos - Seja qual for o resultado da escolha para o escritor do blog, é necessário e importante treiná-lo e prepará-lo para utilizar o blog. Não tanto pelo aspecto do uso da tecnologia, o que é relativamente simples, mas principalmente pela melhor preparação da pessoa responsável pelos textos.

Alinhamento organizacional - Todo projeto pode causar impacto em todo o corpo de funcionários, para o bem ou para o mal. As pessoas geralmente se interessam por novidades da empresa, mas é sempre bom mantê-las atualizadas sobre os últimos passos antes do lançamento oficial do blog. Elas poderão ser de grande valia no momento de espalhar essa novidade.

Ferramenta - Determinar qual será a solução para blogs utilizada pela sua empresa. Dentre os tipos existentes, temos os servidores de blogs gratuitos (não são uma boa opção, pelo fato de existirem algumas limitações, além da falta de privacidade), como é o caso do Blogger (www.blogger.com). Temos também os servidores pagos de hospedagem de blogs, como o TypePad da Six Apart (www.sixapart.com/typepad). Uma alternativa um pouco mais complexa seria instalar uma plataforma de blog em um servidor próprio ou alugado pela empresa, e aqui podemos usar uma plataforma gratuita, como o WorldPress (www.worldpress.org), ou paga, como o Movable Type (www.sixapart.com/movabletype), também da Six Apart.

Endereço web - Estabelecer como será o endereço na internet do seu blog. Caso ele seja hospedado gratuitamente ou em um serviço on-line pago, provavelmente seu endereço carregará parte do domínio do serviço de hospedagem, como por exemplo http://suaempresa.blogger.com . Talvez seria mais interessante registrar o seu próprio domínio com um nome personalizado e único, mas, para isso, a melhor escolha seria usar as plataformas de solução para blogs em servidores internos ou alugados. Assim, seu nome de domínio ficaria www.suaempresa.com.br ou www.seublog.com.br, alternativas que deixariam o seu blog mais personalizado e fácil de acessar.

O veneno das multidões

abr 9, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Crises, problemas e riscos  //  Nenhum comentário

Interessante post do John Moore onde ele capta muito bem a mensagem passada pela BusinessWeek no artigo Web Attack.

Qual é a moral da história?

Só a maior revistas de negócios americana recomendando, em primeiro lugar, os blogs para a gestão de crises. Veja abaixo as recomendações:

1. ENVOLVA A CRÍTICA. Crie um blog para matar rapidamente os boatos ou maledicências. Estabeleça regras para filtrar comentários ruins.

2. SEJA VIGILANTE. Contrate um time de experts para contra-argumentar as notícias ruins, rumores ou tendências. Saiba o que os influenciadores estão falando sobre você o tempo todo

3. ENTRE DE CABEÇA E SE ABRA. Resolva imediatamente tudo o que pode se tornar em um incêndio. Troque o jargão “Sem comentários” por transparência, sinceridade e humildade

4. NÃO REAJA DE FORMA EXAGERADA. Deixe as pequenas convulsões do veneno passar. Elas irão desaparecer à medida que se chocarem com a consistência das novas informações.

5. MANTENHA-SE PROFISSIONAL. Responda a ataques pessoais por motivos estratégicos, e não psicológicos. Não use a web para terapia.

O que fazer quando a realidade é maior que as idéias?

mar 15, 2007   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  Nenhum comentário

IndexedA Jessica manda bem nos gráficos.

Este mostra uma interessante relação entre o que é realidade e ter muitas ou poucas idéias. Quando a mistura entre os dois é igual o resultado é muito mais benéfico que em outras situações.

Relações de igualdade além de ser importante (como no caso entre países, raças e comércio exterior), também faz parte da busca contínua por sinergia nos negócios (entre empresas, na cadeia de suprimentos, na relação com seus clientes, entre outros)

O papel da comunicação corporativa com o mercado no contexto da web 2.0

mar 9, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

Minha intenção é esclarecer o que é comunicação nos tempos de web 2.0, e tentar trazer a discussão para o lado dos negócios. Mais especificamente o Marketing.

O pré-requisito para que o meu post faça sentido é ler o post do Fabio Seixas sobre o mundo de confusão em que se encontram as empresas no momento de querer fazer um Mkt 2.0: “…é que ninguém sabe ao certo como adaptar a comunicação de marketing para os atuais movimentos comportamentais que a Internet vem proporcionando…”

Serendipidade - Comunicação web 2.0

Na figura número 1 temos dois sujeitos se comunicando. Entenda os sujeitos como grupos ou comunidades de pessoas e a seta de duplo sentido como uma rede social.

- No contexto de negócios o conteúdo da seta são discussões sobre o seu produto ou serviço.
- No contexto da web 2.0 a seta (o veículo) é um Orkut, MySpace ou qualquer outra ferramenta de criação de comunidades ou grupos de discussão.

Perceba que a internet e as ferramentas 2.0 são catalizadores dessa conversação (instantâneo, sem distâncias e sem distinções).

Serendipidade - Comunicação web 2.0

Outro modo de comunicação mostrado na figura 2 é o de uma instituição (empresa, departamento, governo, etc.) se comunicando com o(s) grupos ou comunidades existentes.

- No contexto de negócios o conteúdo da seta são comunicações formais de serviço/suporte ao cliente, press-releases, aparições na imprensa de forma geral, propagandas, etc. Um cenário fortemente monodirecional.
- No contexto web 2.0 a seta poderia ser substituida por um blog. Uma ferramenta informal que humaniza a instituição e recebe feedbacks de forma instantânea. Mais uma vez a internet tem um forte papel de facilitadora.

Serendipidade - Comunicação web 2.0

Voltando ao contexto da figura 1, onde tínhamos dois clientes conversando, o conteúdo daquela seta de comunicação é importante. Por dois motivos: Porque contém uma informação que ajudaria a empresa responder melhor as expectativas e porque a empresa pode querer que a informação contenha dados positivos a seu favor. Olhe a figura 3.

- No contexto de negócios as empresas querem sempre saber dados do mercado para se adaptarem com prontidão e, ao mesmo tempo, jogar suas mensagens nos clientes sem buscar o compromisso de uma propaganda boca-a-boca.
- No contexto 2.0 as duas vias melhoraram um pouco mais. Não basta escutar o cliente, é necessário saber o que um cliente conta para o outro. Daí a importância de se monitorar fóruns ou blogs. Por outro lado, se tornou crucial o inserimento de uma idéia que busca despertar as conversas em torno do seu produto. Junte a idéia e um veículo apropriado que sua marca será assunto.

Serendipidade - Comunicação web 2.0

Segundo o post do Fabio, as empresas “…devem SER a rede social e não somente TER uma rede social com a sua marca…”. Vimos nas 3 figuras anteriores que mais do que ser ou ter, a empresa deve saber interagir corretamente com o universo 2.0. Eu passei a vocês as chaves dessa interação, cada uma com seus frutos e dificuldades.

Na figura 4 apresento o conceito da empresa SENDO uma rede social.

- No contexto de negócios seria dizer que o desejo de aproximar dois clientes pode ser benéfico para seus negócios. Intermediar a conversa entre dois clientes aproveitando idéias e sugestões é um exemplo da vantagem de ser uma rede – você escuta tudo.
- No contexto 2.0 o poder na mão do cliente aumentou, chegando até a casos extremos de companhias que fomentam redes para obter idéias de novos produtos (crowdsourcing). A empresa está no centro da rede e a sustenta.

Esqueci algo? Quem sabe duas empresas se comunicando (B2B)? O cliente intermediando duas empresas? Triangulação entre clientes, governos e empresas? Cooperação entre mais diferentes partes?

Conforme disse algumas palavras atrás, as chaves de interação estão na mesa. Use-as a seu favor.

Livro concorrente! E agora?

fev 27, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

livro9gd.jpgMarcio, valeu a dica nos comentários, esse aqui vai pra vc.

Meu livro foi lançado em Maio/2006, e até hoje no Brasil não existia nenhuma outra fonte de informação sobre blogs voltados para negócios em um bom e velho português. Até hoje. Porque há 2 dias a Thomas Nelson Brasil lançou a tradução (a primeira tradução do gênero) de um livro de Hugh Hewitt chamado: “Blog: entenda a revolução que vai mudar seu mundo“.

Segundo o autor deste livro, milhões de pessoas estão mudando seus hábitos no que diz respeito à aquisição de informação. “Isso aconteceu muitas vezes antes, com o surgimento da imprensa, do telégrafo, do telefone, do rádio, da televisão e da internet – agora, surgiu a blogosfera, e isso foi tão repentino que surpreendeu até mesmo os analistas mais sofisticados”, observa Hugh Hewitt.

Na blogosfera, há um mundo com uma platéia quase ilimitada. Trata-se de uma oportunidade extremamente econômica para se estabelecer uma marca e introduzir novos produtos.

Vale a pena algumas observações:

  • O livro parte do impacto dos blogs na política;
  • O livro foi lançado em janeiro de 2005 nos EUA, com uma edição em junho do ano passado;
  • O livro é interessante por trazer um contexto histórico do blog e vendeu relativamente bem nos EUA;
  • Existem outras literaturas muito mais lúdicas, focadas e completas para quem deseja o blog nos seus negócios como por exemplo (lógico) meu livro, e outros sem tradução para o português como: Blog Marketing, BuzzMarketing with blogs for dummies, entre outros os quais também são bibliografias do meu livro;

Bônus do dia.

fev 13, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

Bônus não, uma simples repassada.

Vc deve no seu ingrêis e quer ficar por dentro dos temas de marketing que estão na “crista da onda*

Leia a super compilação do Guy:

  1. Seth Godin
  2. Robert Scoble
  3. Peter Rojas
  4. Phillip Bodzenta
  5. Sharon Wienbar
  6. Pete Blackshaw
  7. Steve Rubel
  8. Dick Costello
  9. Bill Kircos
  10. Kelly Wagman
  11. Ross Mayfield

* – todo consultor de negócios deve se manter na crista da onda.

Mapa de tendências para 2007 e além…

jan 23, 2007   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  Nenhum comentário

Este mapa de tendências foi desenhado inspirado no mapa de linhas de metrô de Londres. Ele atravessa 10 segmentos: Sociedade e Cultura, Governo e Política, Trabalho e Negócios, Mídia e Comunicação, Ciência e Tecnologia, Comes e Bebes, Medicina e Bem-Estar, Serviços Financeiros, Varejo e Lazer e Transporte e Automotivo.

Clique no mapa para o PDF.

Trend Blend 2007

Fonte: Future Exploration Blog.

A Fiat dando a volta por cima nos blogs

dez 15, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blogs específicos  //  3 Comentários

Estava navegando e avaliando o tema “blog nos negócios” e encontrei o post do leitor Gilson Pessoa, que acabou me passando uma dica quentíssima.

Até onde tenho conhecimento, o Blog do João Ciaco é o primeiro blog de CxO aberto ao mercado. Ele é Diretor de Publicidade e Marketing de Relacionamento da Fiat. E independentemente de dizer que o blog é só para ganhar prêmios, faz por merecer (o prêmio) pela iniciativa e transparência.

Num dos muitos objetivos de um blog feito por um presidente, a diretoria ou a gerência está, em seu pedestal mais alto, a possibilidade de posicionar seus profissionais como especialistas ou personagens de destaque em um determinado setor.

Conheça outro blog da Fiat, o Blog do Gino, aquele que foi “ultrapassado” pelo Ciaco.

10 benefícios estratégicos para o blog…

dez 11, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

…como suporte para a lucratividade dos seus negócios. Por Richard Nacht, presidente da Blogging Systems – que é uma empresa de serviços de marketing por meio de blogs especificamente para a indústria da construção civil (lá fora já existem nichos dentro da indústria dos blogs corporativos).

Leia os detalhes de cada uma das dicas no Daily ‘Dog.

  1. Otimização em ferramentas de busca (Search Engine Marketing)
  2. Comunicação direta
  3. Gestão da marca
  4. Diferenciação competitiva
  5. Marketing de relacionamento
  6. Explorar os nichos
  7. Relações Públicas e com a Mídia
  8. Posicionar você como expert
  9. Gestão da reputação
  10. Baixo Custo
Páginas:«12345678»