Visualizando posts com a tag " negócios"

Leituras que valem a pena #20

dez 6, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  1 Comentário

Will the “Long Tail” Work for Hollywood? | HBS Sharing Knowledge
Julia Hanna apresenta este artigo discutindo modelos de negócios para uma possível salvação da indústria do cinema norte-americano. Inspirada pelo trecho do livro “Cauda Longa” que discorre exatamente sobre este tema. Hollywood já sobreviveu uma vez, na transição do cinema para o vídeo em locadoras, e agora?

Lessons Not Learned About Innovation | HBS Sharing Knowledge
No segundo leituras vindo do mesmo website, Rosabeth Moss Kanter responde algumas perguntas sobre as armadilhas da inovação.

Co-Creation Rules! | James Cherkoff & Johnnie Moore
Por último, ainda relacionado com inovação, os autores nos apresentam um manifesto sobre marketing feito por duas cabeças pensantes ao invés de uma. Sempre buscando uma melhor experiência do cliente.

Como você não percebe o valor?

nov 21, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

Conversando outro dia com meu pai, ele me contava sobre como poderia ter se dado muito bem (financeiramente) quando, há 30 anos atrás, foi oferecida a ele a oportunidade de trabalhar na área de proteção ao meio-ambiente, quando, na verdade, a principal tarefa dele naquela época era construir fábricas.

Muitas vezes podemos olhar para uma escolha feita e tentar vislumbrar como teria sido se…… Faz parte do nosso imaginário, está embutido na nossa lógica especular sobre o não acontecido.

Blogs, é uma modinha ou não? Nos seus negócios, a internet representa algo?

Pense nisso antes que seja tarde. Já mencionei antes o quanto um blog pode abrir de oportunidades quando citei o caso da Vassoura-Feita-Com-Garrafas-Pet.

Hoje, as buscas no Google que trazem mais visitantes para cá são relacionadas com o tal do PET.

Voltando ao 2o post que fiz nessa página, onde eu dizia que o Polietileno foi descoberto ao acaso, assim como tudo que é “Serendipitoso”, me surpreendo por haver uma grande fatia das buscas sendo direcionada para o assunto acima (por ordem na classificação das frases mais buscadas que indicam este blog):

3o. garrafa pet
4o. arvore de natal de garrafa pet
9o. reciclagem de garrafa pet
12o. artesanato com garrafa pet
23o. vassouras pet
[...e algumas outras combinações...]

Você já blogou sobre seu produto hoje?

12 razões de porque as empresas não blogam

nov 6, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  8 Comentários

1 – Você não entende porque você necessitaria de um blog corporativo. Nem o seu Presidente.

Há várias razões para você considerar um blog corporativo. Vocês conhecem a importância do Google nos seus negócios? Blogar = Se posicionar bem ferramentas de busca. Diga isso ao seu presidente.

2 – Você é o presidente. E você não irá permitir seus funcionários blogarem.

Porque não? Você precisa de uma política e normas de uso sobre blogs. Devem existir limites, mas forçar seus funcionários a não blogar pode ser demais, até porque muitos deles já devem estar blogando por fora da empresa.

3 – Você acha arriscado deixar seus empregados escreverem seus posts.

Se você estabelecer o assunto, a idéia do conteúdo, as regras básicas, seus empregados serão capazes de se sair bem. Se algum deles não segue as regras, mais cedo ou mais tarde ele iria ser um ex-funcionário de qualquer maneira. Encontre um blogueiro principal e passe a moderar os posts por amostragem. Lance o blog internamente por 1 mês ou 2 antes de abrir para público.

Se você vai contar detalhes da empresa que merecem ser conhecidos pelo mercado, deixe alguém mais próximo da tarefa fazer os posts, passar toda a tarefa para departamentos ou agências de comunicação pode deixar o post menos interessante.

4 – Sua agência de RP acha o blog uma má escolha.

Faça algumas perguntas a eles: Pergunte como o Google funciona, pergunte sobre RSS, peça dicas de como escrever textos, pergunte como blogar pode ser ruim tendo tudo isso em mente. Verifique se sua agência realmente tem conhecimento sobre blogs antes de acatar a decisão.

5 – Você mencionou sua intenção para o pessoal de IT. Agora está na agenda de futuros desenvolvimentos.

Quando pensamos em internet, é melhor confiar nos profissionais de marketing ou de gestão. Eles são quem dão as regras e o objetivo do blog.

6 – Você não sabe ainda quem irá contribuir no blog, ou o que você irá abordar nele.

Não adianta assumir toda a responsabilidade, você precisa dividir a tarefa com alguem que possa se dedicar mais tempo. Blog é um investimento em RP e posicionamento (no mercado e em ferramentas de busca), eles dá visibilidade à empresa, solidifica uma comunidade, humaniza a empresa. Lembre-se que nem todo blog corporativo precisa ser sobre seus negócios (veja meu livro).

7 – Você não consegue ver os benefícios sejam lá quais forem. Deve ser uma completa perda de tempo.

Sempre existem exceções. O blog pode não ser perfeito para todas companhias.

8 – Você não vê nenhum retorno ao investimento.

O blog deve ser visto sob o ponto de vista das conseqüências. Quanto vale ter clientes satisfeitos e falando bem da sua empresa ao longo de páginas e páginas na internet? Como uma maior fidelização de clientes ou aumento na participação por propaganda boca-a-boca pode não ser um tipo de retorno? Nem tudo é retorno financeiro.

Mas ele existe, porque as conseqüências citadas acima certamente irão afetar positivamente suas receitas.

Que tal olhar o retorno sobre riscos?

Se os clientes que vão interagir com a empresa ajudarem desenvolver novos produtos e serviços, eles serão seus principais consumidores e agentes de marketing.

9 – Você não tem idéia de como montar um blog.

É muito fácil. Você pode hospedar em um servidor web alugado (usando WordPress, MovableType), or hospedar em serviços próprios para isso (usando Typepad, Blogger).

10 – Você acha que o blog é só uma moda passageira.

Claro que é, você tem toda a razão…

11 – Você considera que o que funciona nos Estados Unidos não irá funcionar aqui, pois lá eles possuem um ambiente completamente diferente.

Não importa o local do seu mercado, a internet está cada vez mais presente e cada vez com mais usuários, posicionar-se bem nesta infinidade de possibilidades é essencial (e o blog ajuda bastante). Além disso, usuários estão, com a ajuda da internet, mais exigentes e antecipados, você não pode ficar fora dessa. Dê visibilidade para sua empresa.

12 – Você acha que blogar não vai dar certo para seu tipo de negócios.

Você pode estar certo. Mas ao menos tente saber os benefícios antes de atirar esta moeda. Lembre-se que você não precisa falar exclusivamente sobre o que você faz ou vende, ninguém quer saber se você comprou uma impressora nova que faz um barulho irritante. Eles (sua audiência) se importa com coisas que eles mesmos querem ler, querem saber mais sobre assuntos que circundam seu métier.

Fonte: e-consultancy e algumas poucas das muitas idéias presentes no meu livro.

Blog do Dilbert

out 19, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

Vi duas grandes referências (Kathy Sierra e Seth Godin) apontarem para dois posts do Scott Adams que se complementaram.

Certamente uma boa leitura (faz tempo que não blogo um “leituras que valem a pena” – prometo trazer algo em breve, mas nem eu mesmo tenho lido muita coisa ultimamente).

Aqui e aqui. Em ordem cronológica.

Comida japonesa com vírus

set 30, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  Nenhum comentário

wikipedia.orgA BzzAgent, uma agência de marketing especializada em diversos tipos de ações, entre elas, o marketing viral ou de boca-a-boca, acaba de lançar o seu blog corporativo.

Até aí nada demais. Isso até o momento em que você clica na página e visualiza o blog.

De frente para uma suculenta “Bento Box” (veja foto), a empresa promete colorir cada pedacinho da saborosa refeição sob a forma de posts, trazendo informações sobre o que está se passando no interior da agência nos próximos 100 dias úteis.

Para os posts foram contratados dois profissionais para assegurar a qualidade dos textos, mas, olhando de fora, só o charme da criatividade já é suficiente e dá o tom viral que todas empresas buscam em um blog de negócios.

Via Business Blog Consulting

Semana da Computação 9.0

set 19, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  3 Comentários

palestra_semcomp.jpgÉ com muita satisfação que estarei, no próximo dia 21 de setembro, na minha “terra natal universitária”. Lá na USP – São Carlos estará acontecendo esse tradicional evento anual que busca trazer para dentro da universidade temas relacionados com o mercado e o desenvolvimento científico.

O tema da minha palestra será:

Comunidades Virtuais e seus impactos nos negócios, no mercado e nos costumes dos clientes.

“Os clientes e o mercado ganharam mais poder de discernimento com a consolidação da Internet. Com as comunidades virtuais eles passaram a pensar coletivamente e fazer escolhas democráticas mais acertadas sobre produtos ou serviços de uma determinada empresa. Nesta palestra vamos entender como os consumidores ganharam esse conhecimento, e descobrir quais os principais impactos na forma de as empresas se relacionarem com o mercado.”

Veja os slides aqui. (PDF – 1,8M)

Leituras que valem a pena #18

set 4, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

Pursuit of Luck | Tom Peters
O guru nos fala sobre como alcançar mais “sorte” em seus negócios. (PDF)

Clarity: Marketing’s New Task | Tom Asacker
Mudança no costume dos consumidores na era atual de consumo. (PDF)

Small Business 2.0 | Stephanie Diamond
Por meio de seu blog, “The Marketing Message Blog”, faça download de seu e-book apresentado acima. Boas idéias.

Menção honrosa:

Educators Corner | Universidade de Stanford
Neste portal é possível assistir diversas e diversas palestras de especialistas de Marketing, Finanças, Inovação, Gestão, e muitos outros assuntos. Além de podcasts, dicas de livros e artigos.

Vazamento de informações

ago 22, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Crises, problemas e riscos  //  2 Comentários

logo_aol.jpgMuito se fala sobre o medo de executivos introduzirem blogs dentro da empresa com medo de vazamento de informações confidenciais. O fato é que esse medo não tem lógica, porque seus funcionários certamente têm seus blogs pessoais onde, deliberadamente, os mesmos podem estar falando da sua empresa, seus negócios, reclamando do chefe, etc.

Mais do que isso, as informações podem sair por e-mail, por telefone ou transmitido via voz pessoalmente, e a grande maioria das empresas não monitora esses meios de comunicação, muitas vezes por ser inviável em custos ou recursos.

O ponto é que sempre existem acidentes de percurso que podem transbordar informações preciosas ou sigilosas da sua empresa. Não sei se ela foi demitida ou pediu demissão, mas a vice-presidente de tecnologia da America Online está fora da organização depois dos recentes problemas de divulgação de dados de buscas de clientes da provedora de serviços de internet.

Perto disso tudo, o blog me parece bastante seguro se introduzido e controlado da forma correta. Procure saber mais a respeito.

Nova ferramenta para negócios

ago 4, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

Antes da internet era muito difícil obter informações precisas e atualizadas sobre mercado, métodos, teorias, culturas e qualquer outro aspecto importante para desempenhar um bom marketing, uma boa gestão ou aprendizagem.

Nesse tempo a empresa usava a ESPONJA como ferramenta para absorver o máximo de informação possível para usar no seu dia-a-dia operativo.

Depois da internet passamos a ter uma abundância exagerada de informação e a possibilidade de buscá-la na ponta do mouse ou ao clique de um enter.

Hoje a empresa jogou fora a esponja, e passa a usar uma PENEIRA para encontrar o que necessita em meio ao caos de informações no qual nos encontramos.

serendipidade.com

Blogs na revista Época

ago 2, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  2 Comentários

epoca-428.jpgO título da matéria disse que o blog impacta a política, os negócios, a carreira, a cultura e as relações pessoais. Li a reportagem e vi quase todos os temas, exceto o de negócios (ao menos de maneira direta).

Acredito que a mídia está começando alcançar um nível de maturidade no assunto a ponto de não espantar empresários e executivos do mundo dos blogs. Mas ainda falta um caso “exitoso” de peso. Um caso que ganhe a capa assim como ganhou o autor do Kibeloco.

Por ser uma revista de cunho abrangente e popular, não esperava ver estatísticas e abordagens voltadas para negócios especificamente.

Se você está buscando um conteúdo mais voltado para a comunicação corporativa, marketing via blogs e uma visão atual e aguçada dos riscos e benefícios dos blogs em negócios, recomendo a leitura do meu livro.

Páginas:«12345678»