Visualizando posts com a tag " tendência"

Executivos desconhecem blogs

mai 23, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  4 Comentários

Segundo pesquisa do eMarketer, os executivos das maiores empresas americanas parecem andar desconfiados dos reais benefícios que o blog pode trazer para seus negócios. Observe a figura abaixo:

eMarketer

Mas a mesma pesquisa mostrou que apenas 30% dos executivos conhecem a fundo o que os blogs para negócios significam. E apenas 20% acompanham a blogosfera para adquirir conhecimento de tendências e acompanhar o que está sendo dito sobre suas empresas.
Sobra espaço para educar os líderes das empresas sobre o valor que o blog pode gerar. A percepção dos benefícios pode colocar seus negócios na frente dos seus concorrentes.

Press-Release !

mai 20, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  3 Comentários

O livro continua na gráfica, e deve entrar em pré-venda nos próximos dias. Aguardem mais novidades sobre a pré-venda, o lançamento e a noite de autógrafos.

Já ouviu falar em Blog Corporativo?

O livro Blog Corporativo mostra como melhorar o relacionamento com seus clientes e fortalecer a imagem da sua empresa a partir do uso dessa ferramenta

É o assunto do momento: todo mundo tem um blog ou participa de um. Essa rede de comunicação ininterrupta, que transmite e recebe mensagens na velocidade da internet, pode funcionar além disso. A proposta de Fábio Cipriani em sua obra Blog Corporativo é justamente essa: por que não aproveitar a eficiência da blogosfera para alavancar seus negócios e fortalecer a imagem da sua empresa?

“O principal objetivo é disponibilizar um guia prático para orientar empresários e gestores de pequenas, médias ou grandes empresas sobre como utilizar e tirar proveito dos blogs dentro da companhia, ativa ou passivamente, com o intuito de aumentar e fortalecer o relacionamento com os clientes”, explica o autor.

O livro, dividido em três partes, expõe amplo panorama para atingir essa meta: além do conceito e da metodologia para a criação do blog corporativo, há ainda os tipos de uso que um blog pode assumir na empresa, suas vantagens e armadilhas, o uso de blogs para público externo e interno, a importância de monitorar e estar inserido na blogosfera, tendências, dicas e o cenário dos blogs corporativos no Brasil.

A linguagem leve e prática, sem complicações técnicas, traz relatos atuais que acrescentam e exemplificam os conceitos. Cipriani desvenda, assim, a “era do Blog” ao leitor interessado em fazer parte desse universo.

Jonathan Schwartz, presidente da Sun Microsystems, alerta: “Possuir o próprio blog será tão obrigatório quanto possuir um e-mail ou um telefone, quem não tiver um blog se tornará inútil”. Nessa nova era, onde se situará a sua empresa ou seus negócios? Você certamente precisa ler as sugestões de Blog Corporativo.

(O livro se estende na internet sob a forma de um blog que discute novos casos e explora o mundo do blog usado como ferramenta de negócios: acesse www.blogcorporativo.net)

Sobre o autor

Fábio Cipriani é Engenheiro Elétrico pela Universidade de São Paulo, Master of Science in Wireless Systems pelo Politecnico di Torino em Turim, na Itália, pós-graduado em Economia e Gestão de Pequenas e Médias Empresas pela Università degli Studi di Torino, e certificado em Management e Leadership Essentials pela Harvard Business School. Atua como consultor de gestão empresarial nas áreas de relacionamento com clientes e mercado e performance corporativa.

Detalhes do livro
ISBN: 85-7522-093-4
Dimensões: 16 x 23 cm (com orelha)
Número de páginas: 208

Pensamentos e palavras…

abr 28, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  1 Comentário

(c) yotophoto.comPor esses dias em que eu estou trabalhando arduamente no fechamento do meu livro, e na criação do blog do livro, pensamentos giram dentro da minha cabeça.

— Outro dia estava assistindo algum programa da TV que falava sobre o modo de se vestir para ir trabalhar. O sujeito do programa disse: “Vista-se segundo o cargo que você quer ocupar, e não segundo o cargo que você ocupa atualmente”. Fiquei pensando nisso, mas não consigo vislumbrar a frase em todos os tipos de emprego.

— O Jonathan virou CEO da Sun Microsystems e se tornou o primeiro CEO blogueiro das 500 empresas mais ricas dos Estados Unidos (que publica posts publicamente). No Brasil quase nenhuma empresa respondeu ainda as perguntas que enviei para o livro. No Brasil, nenhuma empresa está blogando seriamente. Falta visão ou sobra medo.

— Em um evento de empresas que tive oportunidade de visitar, as empresas estavam dando alguns jogos de raciocínio ou lógica como brindes. Não mais squeezes, chaveiros, canetas e sacolas para carregar os itens anteriores. Uma tendência muito lúcida. Próximo passo: dar livros e dinheiro, duas coisas muito importantes também. Ou quem sabe um memory stick com músicas ou jogos de computador da empresa.

— O blog está acabando inteligentemente com o spam e o telemarketing?

Como diria Steve Jobs: “Life is random”.

Leituras que valem a pena #15

abr 19, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

Hype Cycle for Emerging Technologies, 2005 | Gartner
A Gartner é especialista em pesquisas. Neste estudo ela apresenta as novidades tecnológicas distribuidas ao longo de um gráfico chamado de “Hype Cycle”. Cada tecnologia se encaixa num ponto desta curva que podemos chamar de “ciclo de moda/sucesso”. O blog está há 1 ano de se tornar uma ferramenta sólida nas empresas segundo a consultoria. (em PDF)

Don’t Miss the Opportunity To Create a WOW! Experience | CRM Guru
Sempre explore e busque a criação de uma experiência dos seus clientes que os faça ficar boquiabertos. Por Jim Barnes.

Sharpening Your Business Acumen | Strategy+Business
Ram Charan nos apresenta um guia de seis passos para incorporar tendências externas (as quais vimos muito nas últimas leituras que valem a pena) no seu planejamento estratégico interno.

Blogs são conversações

abr 11, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  8 Comentários

(c) yotophoto.comO excelente CarreiraSolo disse:

Talvez a grande missão [...] seja criar a Blogosfera mais participativa, atuante, real, nacional, única…do planeta. Vamos divulgar os talentos dos amigos (dos reais e dos virtuais que acabamos fazendo aqui e ali) [...]“

Substitua o TALVEZ por É.

Desde 2000, quando o Cluetrain Manifesto revolucionou o mundo dizendo que “mercados são conversações”, o que os blogs têm feito é somente confirmar essa tendência.

O blog não é vitrine, BLOG É CONVERSAÇÃO.

Estamos aprendendo aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e mais em um monte de lugares.

Todo mundo está falando nisso. Estamos alcançando o tipping point. Depois é só aproveitar.

Para maiores informações relativas aos impactos dessa conversação nas empresas, aguardem o meu livro. Está quase lá.

Leituras que valem a pena #12

mar 2, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  2 Comentários

How to connect your brand to their lives | Tom Asacker
O palestrante, autor e consultor de marcas Tom Asacker nos presenteia com este maravilhoso PDF. É apresentado de forma visual atraente e recheado de informações interessantes. (Aviso! arquivo com quase 17 megas).

Peter Sealey’s Ten Trends | Peter Sealey
Novamente incluo uma leitura que fala de tendências. Aqui são listadas 10 tendências que irão mudar nossas vidas pessoais e profissionais. Artigo interessante e que vai de encontro com o que o autor Tom Peters (de novo) prega: “Tendências valem milhões”.

Sua empresa na Internet | Mario Persona
Existem muitas empresas que estão deixando de lado o poder que a Internet pode dar para seus negócios. É muito barato e fácil ter seu próprio domínio, implementar uma página e criar um portal de comércio eletrônico. Comece tudo isso lendo este e-book primeiro. (em PDF)

Consultoria de Marketing

fev 22, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

(c) yotophoto.comEmpresas procuram cada vez mais profissionais de consultoria externos, não somente para ajudar a focalizar melhor os objetivos ou racionalizar a estratégia, mas sobretudo para participar dos projetos em primeira pessoa.

Tudo isso porque a inovação de marketing passa hoje por uma transformação benéfica dos processos operacionais, para permitir otimização de budget e um melhor monitoramento do retorno sobre investimento.

Nesse contexto algumas profissões estão surgindo nos departamentos de Marketing das grandes empresas.

O Trend Watcher
É o papel profissional de quem se ocupa da análise e monitoramento das macrotendências, coordenação de pesquisas, e acompanhamento dos estudos realizados por agências especializadas no assunto como: Iconoculture, The Intelligence Group ou Influxinsights. A análise de tendências é uma função sempre muito complexa e que necessita de competências multidiciplinares.

O Usability Manager
É o profissional que analisa a usabilidade dos projetos de comunicação das companhias e dos próprios produtos e serviços da empresa. Faz um papel de ombudsman que busca confrontar o que foi desenvolvido pela empresa com a demanda real dos clientes. Pode ser um funcionário interno ou um consultor externo. A Microsoft já adotou esse profissional.

O Marketing Content Manager
Realiza o desenho e projeto dos conteúdos de marketing e para o marketing. Também pode ser feito internamente ou através de consultoria.

O Innovation Manager
Profissional responsável pela gestão da equipe de inovação, uma área (departamento) cada vez mais presente nas empresas. Entre os principais processos geridos por esse profissional estão: captação de idéias no mercado e internamente com os funcionários, criar projetos com alternativas de uso ou aplicação de produtos e serviços e adaptar a companhia para uma cultura de inovação e criatividade.

Exemplos nacionais de analistas de tendências aqui, aqui e aqui.

20 questões para desenvolver os seus negócios

fev 16, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

(c) yotophoto.comSam Decker escreveu brilhantemente as perguntas abaixo, e sugere que a cada leitura e resposta seja feita a pergunta “por quê?”. Ele partiu da premissa de mercado atual, onde as empresas, para serem bem sucedidas devem ser voltadas para o cliente e não para produto, e reuniu os principais pontos estratégicos que giram em torno da conquista, satisfação e retenção dos clientes, sempre, é claro, visando o desenvolvimento sustentável dos seus negócios.

Estratégia

1. Quais são seus objetivos de curto e de longo prazo? (qual é o período de tempo considerado)?
2. Como você identifica e mede seu sucesso?
3. Quais são os 3 principais motivos que estão atrapalhando seu sucesso?
4. Qual é a exclusividade que sua empresa possui? O que você possui e que os seus competidores não poderão ou irão copiar?

Finanças

1. Qual é o tamanho e a margem média das suas vendas? Qual é a tendência?
2. Quantos clientes compram por mês? Qual é o mix entre novos e antigos clientes?
3. Quanto o seu cliente vale? Você calculou o Valor Presente Líquido (VPL) dos seus clientes?
4. Qual é o custo para se adquirir novos clientes? (Custo total de Marketing / Novos Clientes).

Marketing

1. Como você se comunica com os clientes depois da primeira compra deles?
2. Qual é o seu gasto mensal em Marketing, e qual é o divisão desse gasto nos diversos veículos de comunicação? Olhando os últimos 3 anos, como é a tendência do gasto com marketing versus as receitas?
3. Como você mensura o seu marketing? Que testes você aplica? Obtém resultados?
4. Qual a diferença entre o seu marketing e o dos seus competidores?

Cliente

1. Quais são os 3 principais itens que os clientes procuram quando visitam sua loja ou website? Como você obtém essa informação?
2. De onde chegam e para onde vão os clientes que visitam sua loja ou website? Como você obtém essa informação?
3. Se eu fosse um cliente, qual seria o recado boca-a-boca de 20 segundos que eu passaria de você para um amigo? O que eu diria de você?
4. Quem é seu concorrente primário? Como você diferencia seu serviço ao cliente, experiência de compra e produtos do que fazem seus concorrentes?

Empregados

1. Quais são as funções / responsabilidades dos principais gestores da companhia? Como elas são transmitidas a eles?
2. Quais são os seus indicadores de performance principais e quão freqüentemente você olha a gestão e seus funcionários?
3. Como seus funcionários são recompensados? Existem incentivos baseados em performance?
4. Quais são as alternativas / planos de carreira oferecidos? Eles são claramente comunicados a seus funcionários?

Monitorando a Blogosfera

fev 15, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

(c) yotophoto.comSegundo a Technorati, mais de 70 mil novos weblogs são criados todos os dias, e mais de 50 mil novos posts são efetuados por hora. Com o universo em expansão de 27,9 milhões de blogs, um novo desafio se faz presente: Filtrar todo esse conteúdo e trazer aquilo que realmente importa.

Os blogs são uma fonte formidável de informações importantes e estratégicas para qualquer negócio. São opiniões, críticas, idéias, complementos e elogios sobre qualquer tipo de produto, serviço ou assunto. O Cluetrain Manifesto nos apresenta mais detalhes dessa tendência.

Por esse motivo, diversas empresas e startups estão se movimentando para tentar trazer soluções inteligentes (e caras) para auxiliar as empresas no acompanhamento das tendências de mercado e da voz dos clientes.

Começando pelas mais baratas, temos o MarcaPop e sua comparação entre duas marcas distintas de produtos ou empresas, confrontando o número de citações em blogs. Depois temos websites como o Opinmind, que separa os posts que falam bem e os que falam mal de determinada palavra chave, e o PubSub com sua ferramenta de monitoramento e aviso quando uma determinada palavra ou frase é citada na blogosfera.

Para uma empresa que queira investir alguns dólares em uma ferramenta mais robusta, existem opções de até 100 mil dólares ao ano. Nessa faixa temos a Biz360 (a partir de 15 mil ao ano), a Cymfony (a partir de 45 mil ao ano) e o Blogpulse (a partir de 75 mil ao ano), entre outras fornecedoras desse tipo de serviço (Umbria, BuzzMetrics, ImpactWatch, etc.)

O top de linha é da IBM, que juntamente com a Factiva, lançaram no final de 2005 o Public Image Monitoring Solution. Uma solução voltada para grandes empresas e que custa mais de 150 mil dólares.

Leituras que valem a pena #11

fev 10, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

Ten trends to watch in 2006 | The McKinsey Quartely
As estratégias de marketing das empresas estão se adaptando em função das tendências de curto e longo prazo que estão se desenhando. A McKinsey evidenciou 10 tendências que devemos observar em 2006, que estão mudando os cenários competitivos. (Necessário se registrar)

Desta vez trago dois blogs que são leituras interessantes também.

Creating Passionate Users | Kathy Sierra / Bert Bates / Eric Freeman
Os três autores são entusiastas da mente e seu modo de funcionamento. Trazem artigos interessantes de relacionamento com clientes, usuários, funcionários, e demais no âmbito empresarial ou não.

MIT Advertising Lab | Ilya Vedrashko
Um blog voltado para o futuro e tecnologia na publicidade. Explora exemplos inovadores e algumas vezes inusitados usados em campanhas publicitárias pelo mundo.

Páginas:«1234»