Visualizando posts com a tag " twitter"

Edição revisada e ampliada? Sugestões?

fev 25, 2008   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  17 Comentários

O estoque do meu livro está quase no fim e a editora me contatou para saber se gostaria de lançar uma 2a. edição atualizada e ampliada. Queria consultar vocês sobre o tema. Devo fazer uma 2a. edição?

Muito do que seriam “atualizações” do livro já está presente aqui no blog, esse era o propósito dele. Não sei, portanto, qual o real valor que eu estaria criando ao re-lançar o livro. Além disso, estou trabalhando em meu novo livro, e tenho receio de demorar demais com isso.

Se a resposta for afirmativa, que temas vocês gostariam que fossem abordados para deixá-lo mais completo?

Algumas idéias:

  • Como vender a idéia de se ter um blog para sua empresa;
  • Mais estudos de caso talvez abordando retornos financeiros ou benefícios tangíveis (esse aqui pode tomar algum tempo e precisa da cooperação de empresas);
  • Comparação com outras novas mídias como Twitter ou outras aplicaçoes 2.0;
  • …???

Agradeço todo e qualquer apoio, crítica, sugestão ou participação.

Mão na massa

dez 23, 2007   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  Nenhum comentário

Muitos dos leitores de Serendipidade conhecem o Springwise – um blog que busca apontar inovações em diversas áreas relacionadas a produtos, serviços e relacionamento.

Todo mundo está farto de saber que a distância entre uma empresa e seus clientes já quase não existe mais. Essa “união” trouxe uma nova série de possíveis vantagens e desvantagens para ambas as partes. Pelo menos do lado da empresa, o que pode abrir novos horizontes em pesquisa e desenvolvimento pode, por outro lado, prejudicar na imagem perante uma comunidade de consumidores insatisfeitos que reverberam a situação no mundo on-line.

Enquanto tem um monte de empresa perdendo os cabelos tentando encontrar uma forma de se conectar eficientemente com seus clientes, alguns aproveitam o desejo dessa massa ansiosa por comunicação para dar a eles o que eles estão pedindo: meter a mão no produto ou serviçono matter what.

Pegando emprestado dois websites apresentados pelo Springwise para ilustrar o que digo:

Twitter mania – e o que a sua empresa tem haver com isso?

out 30, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  10 Comentários

O Twitter é um negócio que pegou no meio dos mais plugados na rede. Um SMS aberto ao público em uma página web, disponível para qualquer curioso. Você tem a impressão de poder ver o que está acontecendo em um determinado momento, mas o que isso agrega para você? (o que se aproveita de 140 caracteres? um link? uma idéia? spam?).

Tenho sérias dúvidas de como uma empresa poderia USAR o Twitter para alguma coisa frutuosa. Além disso, tudo o que é postado ali, fica ali, no servidor de uma empresa em algum canto do mundo, e não nos seus domínios (como um blog).

Dois usos reconhecidos até o momento:

1 – Coberturas ao vivo de qualquer tipo de evento;
2 – Marketing inócuo vazio (sem alvo, conteúdo, nem resposta para mensurar retorno);

Agora, no âmbito MONITORAR o Twitter para ver o que estão falando da sua empresa, é super trendy. Tem até ferramentas para isso: Tweet Volume e Twitter Traking são algumas delas.

E com vocês um produto novo que vai desbancar o Twitter:

Bloggitter – Crie um blog e publique apenas mensagens de 141 caracteres. É mais seguro, dá mais retorno (anúncios e posicionamento no Google), tem RSS e tem 1 caractere a mais que o Twitter, MUITO MAIS CONTEÚDO!

Hype social

ago 13, 2007   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  3 Comentários

Hoje li em algum blog que o que está hype no momento (no Brasil) é o Twitter . Um website consumidor de tempo que está na “boca do povo” e que permite trocar gentilezas instantâneas afim de aumentar a popularidade do seu autor mais rápido que um blog. Imagina quando monetizar…

Por mais que a gíria hype signifique badalado, eu prefiro classificá-la como diminutivo de hipérbole, um exagero na expressão da idéia. Mas não vim pra falar mal do Twitter nem de quem o utiliza. Vamos deixar o hype-1 e o hype-2 na manga.

Na verdade quero justificar, usando a teoria do livro Átomo Social , porque o hype-1 existe e se espalha rapidamente.

Sem contar o livro todo. Nós podemos ser classificados como átomos e a grosso modo seguimos padrões. Como átomos imersos na sociedade nós somos:

- adaptáveis
- imitadores
- cooperativos

Este exemplo não tem no livro, mas eu acho bacana: a “ola” nos estádios. Como ela acontece? Por que ela se propaga? Resposta: olhe as três características do átomo. Para entender mais a fundo, leia o livro.

O hype-1 se torna hype-1 porque somos átomos sociais.

O hype-2 é parte da essência poética que nos habita. É dizer que a web 2.0 brasileira já copiou um milhão de sites da web 2.0 americana.

Brasileiro é criativo ou medroso (só copia o que deu certo)? No fundo estou sendo egoísta. Tem espaço pra muita imitação no Brasil pois tem muuuita gente online e crescendo. E imitação é coisa antiga. É tão antiga que é da época que as pessoas tinham 3 dedos. Alémdomais precisamos de localização para certas aplicações.

Se você acha o Twitter legal, porque não tenta o brasileiro Gozub? (eita nominho feio). Mais um serviço original em português.

Páginas:«123