Visualizando posts com a tag " brasil"

Blogs e gestão de tragédias

jul 20, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Crises, problemas e riscos  //  2 Comentários

O leitor do blog Marcio do Valle colocou sua opinião nos comentários:

Se momentos depois do acidente, a Tam lançasse um blog com todas as informações, incluindo os nomes dos passageiros, não seria tudo mais fácil para eles?

Eu respondo apontando antigos posts (em ordem cronológica – mais antigo primeiro):

- Blog para gestão do pânico

- Blog para gestão de “crises”

- O veneno das multidões

É claro que a empresa pode esperar muitos comentários atrozes e que o (re)sentimento da população estará evidente. Mas… e se o blog prestar um serviço realmente eficaz e de primeiríssima mão? Enquanto nenhuma empresa arriscar essa abordagem ninguém saberá.

Vi no Blog de Guerrilha que a empresa fez um monumento no Second Life. O que, de novo, reforça meu indignado post sobre Brand Management. No Brasil prevalece o circo.

Qual é o novo paradigma?

jun 29, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  3 Comentários

Todo ano é marcado por alguma coisa relevante. Para 2006 eu não saberia escolher o melhor exemplo de destaque, teve o “pequeno” dominando a eletrônica, teve “blogs“, teve “web 2.0“, teve “comunidade” e muitos outros.

O termo Crowdsourcing (não consigo produzir um neologismo em português) já é antigo, mas o conceito, que poderia facilmente ter sido um destaque de 2006, só deve se consolidar com força no Brasil este ano. O Estadão já possui desde o ano passado um serviço chamado FotoReporter, onde leitores enviam fotos via celular ou email para a redação do jornal. E hoje a concorrente Folha de S.Paulo anunciou um serviço parecido para envio de notícias + fotos.

Dentro do tema vídeos online, o YouTube lançou sua plataforma em português. YouTube é paradigma da década provavelmente, mas a onda de serviços web 2.0 também está começando a alavancar no Brasil. O WeShow é o exemplo mais recente.

SecondLife também é onda de 2006, mas as empresas (que saco!) não sossegam de querer abrir sua filial lá dentro. Iniciativas que provavelmente vão morrer em seguida, mas o que vale é o buzz.

Por último, e não menos importante, temos o “paradigma do toque“. Ainda quando o nome possa remeter a outros entendimentos, tem tudo haver com o novo (e já imitado) telefone da Apple.

Alguém arriscaria chutar o que vem por aí em 2007 no Brasil ou no mundo?

Wiki vs. Blog vs. Intelectualidade brasileira

jun 24, 2007   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  4 Comentários

Não é despeito. Nem me acho o “demolidor”.

Dito isso leia a notícia de hoje da Folha de S.Paulo – “Empresas usam conceito “wiki” de criação coletiva para inovar“.

Desde quando você, leitor do Blog Corporativo, já sabia disso? Na verdade a chamada era pra falar do livro Wikinomics. Olha só o pedaço mais inspirador da reportagem:

Em vez de se limitar a seu grupo de funcionários, nomes como Boeing e Procter & Gamble buscam inovação em âmbito global, o que eleva a rapidez e o espectro das descobertas.

Só porque o gringo vai vir ao Brasil participar de uma conferência e seu livro foi traduzido para o português. E está lá: a vanglória da sabedoria gringa! Ou como diria Marquinhos: “Os americanos são muuuuito melhores

Quantos de vocês, meus caros leitores, já leram os “Sete hábitos das pessoas altamente eficazes“? E quantos de vocês já leram “Transformando Suor em Ouro” do nosso treinador de vôlei Bernardinho? 10 pra 1? 1000 pra 1? 1 milhão pra 1?

O treinador conseguiu ser campeão em mais de uma geração de jogadores. Vocês não acham que ele tem algo para ensinar? Agora… quem foi Stephen Covey? Um molestador de famílias?

Precisamos valorizar o profissional e a intelectualidade brasileira. Isso é muito sério.

Tecnologia em prol de alguns trocados

jun 12, 2007   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  Nenhum comentário

Acho que ganhar dinheiro com anúncios em sua página web é, a grosso modo, proporcional ao seu número de visitas. Só.

Otimizar links, induzir o visitante, colocar na mesma cor, encher os olhos dele de propagandas e assim por diante, podem fazer com que os que já visitam cliquem mais, mas não vai atrair mais visitantes.

Como o primeiro é mais difícil se você não é popular, eu apresento uma solução tecnológica da categoria otimização. Ela consiste no uso deste site. A companhia ClickMuse é antiga (data de 2005), mas não vi nenhum post no brasil mencionando ele (via blogsearch, technorati e blogblogs).

Como não tenho Adwords no meu site, se alguém testar e achar que vale a pena, me avisem.

Desenvolvimento de Google Maps mash-ups no Brasil

mai 17, 2007   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  Nenhum comentário

Mike Pegg do Google Maps Mania criou um post hoje sobre o uso do Google Maps na criação de aplicações interessantes no Brasil.

Além de citar o Geo-Serendipidade, um mash-up antigo que fiz logo no começo de 2005, quando a própria Google tinha acabado de lançar o API, ele deu um grande destaque ao mash-up do meu irmão: “Se eu cavar…” ou “Se eu andar em linha reta…“.

Importante destacar a notoriedade do blog do Mike. Ele já conseguiu até emprego no Google graças a esse blog.

Filme, pipoca, diversão e comunidades virtuais

mai 16, 2007   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  1 Comentário

Cão sem donoRecebi um email da Maria Cultura, uma empresa que, segundo o seu website, “trabalha comunicação e produção de projetos com foco exclusivo na cultura“. Este email comunicava que foram escolhidos alguns blogueiros, que eu era um dos escolhidos, e que em anexo havia um release do filme “Cão sem dono” à minha disposição caso eu quisesse postar algo.

Interessante notar a abordagem da divulgação do filme: totalmente conectada na rede (Personagem de Second Life, Blog, Orkut, YouTube).

Contada toda a história, vamos ao filme. Afinal de contas divulgar a cultura brasileira é divulgar o Brasil.

O filme foi lançado ontem, dia 15 de maio, em São Paulo e no Rio de Janeiro e, ao contrário da divulgação, não fala de internet, tecnologia ou web 2.0.

““Cão Sem Dono” observa um relacionamento amoroso, escrito com as cores íntimas de um retrato de geração. O longa mostra a vida de Ciro, jovem recém-formado em Literatura, que passa por uma crise existencial marcada pelo ceticismo, falta de planos, isolamento e solidão. Ciro se relaciona basicamente com o porteiro de seu prédio, seus pais e um cachorro.

Ao conhecer Marcela, uma ambiciosa modelo em início de carreira, seu isolamento é quebrado. Marcela é cheia de vida, se entrega de forma obsessiva ao trabalho e, com isso, adia a realização de qualquer outro sonho. Ela aproxima Ciro de outras pessoas, de certa forma, o obriga a interagir com o mundo exterior.

Sem se dar conta, ele se apaixona e, quando Marcela fica frente a frente com a morte, Ciro percebe que esse obstáculo pode ser um fator de destruição ou uma alternativa concreta à apatia.”

Quero ver!

Aproveitando, deixo o recado para outro filme, “Ódiquê?“, que foi lançado também agora em maio e foi dirigido pelo irmão de um colega do trabalho.

Também quero ver!

Blog da cerveja meio bêbado.

mar 26, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blogs específicos  //  2 Comentários

pilsnerurquell.jpgAnti-exemplo: Brew Blog – Blog da Miller (EUA) que cobre as notícias da indústria da cerveja por meio de análises diárias.

Não há limite para assuntos a serem tratados em um Blog Corporativo, olhe para o umbigo da sua empresa, veja qual é a razão de ser dela e tente blogar sobre o assunto.

Só não faça como eles.

Olhe os posts, quando não é um tipo de press-release do passado (falando da Miller obviamente), é uma vitrine de produtos (comercializados por ela). Mais um blog infeliz.

E eles nem para importar a cerveja ao lado pro Brasil. A melhor Pilsen do mundo e a original!

Ainda dá tempo de sair na frente!

mar 20, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  1 Comentário

Notícia do INFO Online:

“Uma pesquisa feita no Brasil revela que os blogs estão longe de ser realidade nas empresas.

De acordo com o estudo, que ouviu 1008 executivos entre agosto e setembro do ano passado, apenas 0,54% das empresas utilizam blogs próprios e 2,62% capturam dados dos clientes em páginas externas ou sites de redes sociais.

Ricardo Pomeranz, coordenador da pesquisa realizada pela Rapp Collins, afirma que, apesar de 70 mil novos blogs serem criados em média por dia, essa ferramenta é ainda uma novidade para as empresas, que estão acostumadas com os processos convencionais de comunicação.

Exemplo disso é que somente 5,55% das empresas que desenvolvem ações de relacionamento com seus clientes fazem campanhas utilizando as redes sociais.

Segundo o estudo, 8% das companhias pesquisadas permitem que pessoas de fora da empresa alimentem o blog sem restrições e 8% oferecem incentivos não financeiros para colaboradores externos.

A pesquisa apontou ainda que entre as empresas que mantém blogs 20% contrataram um funcionário exclusivamente para desenvolver essa ferramenta; 20% optaram por uma pessoa ou empresa externa para responder em seu nome; e 44% utilizam a participação dos próprios funcionários.”

Livro concorrente! E agora?

fev 27, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

livro9gd.jpgMarcio, valeu a dica nos comentários, esse aqui vai pra vc.

Meu livro foi lançado em Maio/2006, e até hoje no Brasil não existia nenhuma outra fonte de informação sobre blogs voltados para negócios em um bom e velho português. Até hoje. Porque há 2 dias a Thomas Nelson Brasil lançou a tradução (a primeira tradução do gênero) de um livro de Hugh Hewitt chamado: “Blog: entenda a revolução que vai mudar seu mundo“.

Segundo o autor deste livro, milhões de pessoas estão mudando seus hábitos no que diz respeito à aquisição de informação. “Isso aconteceu muitas vezes antes, com o surgimento da imprensa, do telégrafo, do telefone, do rádio, da televisão e da internet – agora, surgiu a blogosfera, e isso foi tão repentino que surpreendeu até mesmo os analistas mais sofisticados”, observa Hugh Hewitt.

Na blogosfera, há um mundo com uma platéia quase ilimitada. Trata-se de uma oportunidade extremamente econômica para se estabelecer uma marca e introduzir novos produtos.

Vale a pena algumas observações:

  • O livro parte do impacto dos blogs na política;
  • O livro foi lançado em janeiro de 2005 nos EUA, com uma edição em junho do ano passado;
  • O livro é interessante por trazer um contexto histórico do blog e vendeu relativamente bem nos EUA;
  • Existem outras literaturas muito mais lúdicas, focadas e completas para quem deseja o blog nos seus negócios como por exemplo (lógico) meu livro, e outros sem tradução para o português como: Blog Marketing, BuzzMarketing with blogs for dummies, entre outros os quais também são bibliografias do meu livro;

Posicionamento é tudo, mas ser dono…

fev 26, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  2 Comentários

Olhe a figura abaixo e veja só que coisa impressionante (oh!). Por meses, ao buscar as palavras “blog” + “corporativo” no Google, o primeiro resultado sempre foi meu.

Aí vieram as nossas queridas empresas brasileiras que entraram no filão do anúncio by Google, e fizeram bem, porque posicionamento é tudo (vejam as duas primeiras colocadas).

E não é que depois veio o próprio Google e, num ato de nepotismo (e de direito), colocou o link para seu blog corporativo (o americano, pq a iniciativa do Brasil nem foi lembrada – e eles só traduzem a maior parte dos posts do anterior).

Nada como ser dono do Google. Até para um blog mais ou menos (na minha humilde opinião). Mas se alguém puxar a tomada dos servidores deles o mundo pára.

posicionamento.gif
Páginas:«12345678...15»