Visualizando posts com a tag " website"

Riscos que os blogs podem criar nas empresas

jul 6, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Crises, problemas e riscos  //  8 Comentários

308401_falling_off_a_cliff.jpgO primeiro passo para criar um blog corporativo é definir seu objetivo e planejá-lo bem e detalhado para cobrir todos os riscos que o blog pode introduzir nos seus negócios.

  • Riscos de Segurança – Vazamento de informações confidenciais da empresa, divulgação de material de propriedade intelectual. Muitas empresas barram acesso a blogs para evitar que funcionários façam comentários acidentais, e outras têm medo de disponibilizar blogs de funcionários com a mesma preocupação.
  • Riscos de Controle – Se uma empresa não monitorar adequadamente o uso de blogs e amarrar uma política de uso eficiente, ela estará sujeita a posts de má qualidade ou comprometedores. Cada post é um registro e conseqüentemente uma prova caso o mesmo provoque problemas para a empresa.
  • Riscos de Spam – Uma empresa que possui um blog está sujeita à invasão de spams ou propagandas indesejadas nos comentários e trackbacks. É aconselhado o uso de ferramentas (scripts) de blogs mais conhecidos e com fucionalidades de combate ao spam reconhecidos e eficientes.
  • Riscos Legais – Posts ou comentários que violam direitos autorais, invadem a privacidade (postar e-mails por exemplo) ou difamam terceiros. Mais uma vez a política e normas de uso de blogs e a sua relação com a empresa devem estar cobrindo este aspecto. É importante obter a assinatura dos funcionários sobre a política uma vez que já esteja estabelecida. Também é interessante treinar seus funcionários mais ligados ao blog.
  • Riscos de Produtividade – O acesso a blogs dentro da empresa pode gerar problemas de produtividade. O mesmo se aplica a empresas que possuem blogs que são escritos por funcionários. Algumas empresas barram o acesso a blogs – prática ruim porque os blogs também contém informações interessantes dependendo da área e departamento da empresa – e, dentre as empresas que blogam, a política deve gerir a freqüência de uso e publicação de posts para controlar o tempo de forma mais precisa. Contratar um blogueiro pode ser interessante.
  • Riscos Regulatórios - Dependendo da área de atuação da empresa, posts ou comentários desavisados podem prejudicar a empresa perante regras regulatórias de órgãos governamentais ou legislativos. É importante revisar as políticas de uso para cobrir aspectos regulatórios.
  • Riscos de Reclamações – Independentemente se a sua empresa bloga ou não, todos estão sujeitos a reclamações de clientes em outros blogs e websites existentes. A empresa deve estar de olho na blogosfera procurando comentários que possam prejudicar caso alguma ação não seja tomada à tempo.

Pré-Venda

mai 21, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

SubmarinoNovidade!

O livro já se encontra em pré-venda no Submarino. A imagem da capa no site deve entrar no ar em breve, mas aqui no blog vocês conheceram a capa em primeira mão. A data está um pouco adiantada também, o livro deverá estar disponível próximo do dia 30/05 e não 30/06 como mostrado no site.

Livraria CulturaA pré-venda também está disponível na Livraria Cultura. A data prevista para envio é 29/05, e é possível acessar o primeiro capítulo do livro.

Escolha sua loja preferida e garanta já o seu exemplar!

O Sumário (Índice) do livro pode ser obtido no website da Novatec Editora

Teste de Associação Implícita

mai 13, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  2 Comentários

BlinkConheça um teste que pode trazer revelações surpreendentes sobre o que você fala sobre um determinado assunto, e o que a sua mente pensa sobre o mesmo. Muitas vezes, o que preferimos pode não ser aquilo que falamos que preferimos. Complicado?

“É conhecido que nem sempre as pessoas exprimem aquilo que pensam, e é suspeito que, muitas vezes, elas nem mesmo conheçam o que realmente pensam. Entender tais divergências é um importante objetivo da psicologia científica.

Este website apresenta um método que demonstra as divergências conscientes/inconscientes muito mais condizentes com a realidade que outros métodos anteriores. Este novo método é chamado Teste de Associação Implícita, ou IAT (Implicit Association Test).”

Conheci este teste por meio da minha leitura mais recente: Blink – A decisão num piscar de olhos de Malcolm Gladwell.

Vai para a gráfica

mai 9, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  3 Comentários

LivroBem vindos!

Foram 3 meses de trabalho pesado mas o livro está pronto, revisado e com a capa concluída. Esta semana irá para a gráfica e logo mais estará disponível para pré-venda (espero) e para venda após as impressões.

Próxima semana será dedicada para as estratégias de marketing e divulgação do lançamento do livro. Assim que tiver mais detalhes do lançamento de datas eu as divulgarei aqui.

A editora já começou a divulgação.

Confira o website da Novatec Editora.

OBS: Este blog está em construção, ainda teremos a instalação de alguns recursos e a adição de novos links.

A liderança corporativa nos blogs

abr 13, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  5 Comentários

Atualização (25/04/2006):

Com a saída de Scott McNealy, Jonathan se tornou CEO da Sun, e é o primeiro CEO blogueiro na lista das 500 empresas mais ricas nos Estados Unidos.

(c) Sun MicrosystemsUm exemplo para a liderança das empresas brasileiras que estão ignorando o poder dos blogs na comunicação corporativa. E um exemplo para as empresas que não dão atenção aos clientes sob nenhum aspecto.

Jonathan Schwartz, o Presidente e COO da Sun Microsystems, e um dos representantes (pioneiro) dos blogueiros na alta direção das empresas, concedeu uma pequena entrevista exclusiva para Serendipidade.com. Confesso que fiquei surpreso ao ver a acessibilidade e prontidão que obtive.

O texto completo você poderá acompanhar no website do meu livro, que será lançado em breve.

“Nós estamos apenas no começo do impacto das tecnologias participativas na liderança e comunicação corporativas. Acredito que, em 10 anos, a participação de executivos seniores em conversações de mercado não será mais estranha (ou assustadora) do que o uso de e-mail hoje. [...]

Que conselhos eu dou? Comece estabelecendo uma boa política e normas de uso. Seja honesto e aberto [...]. Não pense que blogar é fazer publicidade. Encontre a sua voz e seu estilo. Publique links para pessoas que intreressam ou influenciam você.[...]

Responda as idéias legítimas que chegam pelos comentários. Escreva por você mesmo, acima de tudo. Autenticidade é obrigatório. Contratar alguém para escrever seu blog é como contratar alguém para escrever seu e-mail. [...] Isso poderá danificar irreversívelmente a sua credibilidade e reputação.”

A propósito, coincidentemente Jonathan esteve no Brasil esta semana para o Sun Tech Days e se encontrou com o Presidente Lula para discutir tecnologias acessíveis e software livre.

Obrigado Sr. Schwartz pela atenção!

Conheça o Fortune 500 Business Blogging Wiki, que mantém uma lista atualizada dos blogs corporativos existentes nas 500 maiores empresas americanas. Apenas 27 das 500 (5,4%) estão blogando, segundo eles.

Leituras que valem a pena #14

mar 29, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  1 Comentário

Baloney Detection Kit | Carl Sagan
Neste texto baseado em um dos capítulos do livro “O Mundo assombrado pelos demônios“, Carl Sagan apresenta técnicas e argumentos para detectar fatos inconsistentes em qualquer tipo de informação que você esteja lendo. Ótimas dicas para aqueles que costumam acreditar em tudo que lê.

Serendipidade! | Instituto Camões
Nuno Crato nos apresenta um interessante artigo passeando pela história da serendipidade na ciência.

The Surprising Truth About Ugly Websites | Mark Daoust
Leia pensando em quando você estiver desenvolvendo sua nova campanha de marketing, seu novo produto, seu novo livro, seu novo e qualquer projeto na vida. Só para reflexão.

5 dicas para construir campanhas de marketing efetivas

mar 27, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

(c) yotophoto.comComeço de semana é sempre difícil para o blogueiro. Mas aí vão 5 dicas do Bob Hutchins da Ground Force Network

No título original era chamado de 5 dicas para criação de campanhas que se espalham (graças ao teor inteligente e inspirador). Mas eu acho que o termo “Buzz” (zumbido) é muito bobo e amador, prefiro algo mais profissional e óbvio – porque o marketing efetivo é aquele que se espalha. Mudei um pouco do texto também, porque só copiar não desenvolve a arte da escrita.

5 dicas para criar um marketing efetivo

#1 – Construa a sua campanha utilizando recursos que são apaixonados pelos seus produtos ou serviços. Isso facilitaria a criação de mensagens gostosas de se espalhar boca-a-boca.

#2 – Lute para que cada receptor da sua mensagem se sinta envolvido ou parte de algo mais importante do que o simples fato de consumir um produto. O restante corre por conta da empolgação.

#3 – Crie um local centralizado para que as pessoas venham e adquiram a sua idéia. Um website por exemplo.

#4 – Ofereça ferramentas para facilitar a tarefa de espalhar a notícia para amigos, parentes e outros. Algo como um “mande esta notícia para seus amigos e saia na frente sendo aquele que trouxe a boa nova”.

#5 – Seja sincero, não tente colocar a carruagem na frente dos bois. Se o seu produto ou serviço tem problemas, pra que mentir? Você sabia que os consumidores estão mais inteligentes com o advento da internet? Sendo honesto e dando respostas que convidam a continuar em contato, você poderá manter a boa impressão que toda negócio busca.

Baseado no HOW-TO da página do Word of Mouth Basic Training.

Enquanto isso na Internet…

fev 20, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  3 Comentários

…o número de websites “2.0″ e seus logotipos não param de crescer.

(c) flickr.com - Stabilo Boss

Fonte: Flickr – Stabilo Boss

20 questões para desenvolver os seus negócios

fev 16, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

(c) yotophoto.comSam Decker escreveu brilhantemente as perguntas abaixo, e sugere que a cada leitura e resposta seja feita a pergunta “por quê?”. Ele partiu da premissa de mercado atual, onde as empresas, para serem bem sucedidas devem ser voltadas para o cliente e não para produto, e reuniu os principais pontos estratégicos que giram em torno da conquista, satisfação e retenção dos clientes, sempre, é claro, visando o desenvolvimento sustentável dos seus negócios.

Estratégia

1. Quais são seus objetivos de curto e de longo prazo? (qual é o período de tempo considerado)?
2. Como você identifica e mede seu sucesso?
3. Quais são os 3 principais motivos que estão atrapalhando seu sucesso?
4. Qual é a exclusividade que sua empresa possui? O que você possui e que os seus competidores não poderão ou irão copiar?

Finanças

1. Qual é o tamanho e a margem média das suas vendas? Qual é a tendência?
2. Quantos clientes compram por mês? Qual é o mix entre novos e antigos clientes?
3. Quanto o seu cliente vale? Você calculou o Valor Presente Líquido (VPL) dos seus clientes?
4. Qual é o custo para se adquirir novos clientes? (Custo total de Marketing / Novos Clientes).

Marketing

1. Como você se comunica com os clientes depois da primeira compra deles?
2. Qual é o seu gasto mensal em Marketing, e qual é o divisão desse gasto nos diversos veículos de comunicação? Olhando os últimos 3 anos, como é a tendência do gasto com marketing versus as receitas?
3. Como você mensura o seu marketing? Que testes você aplica? Obtém resultados?
4. Qual a diferença entre o seu marketing e o dos seus competidores?

Cliente

1. Quais são os 3 principais itens que os clientes procuram quando visitam sua loja ou website? Como você obtém essa informação?
2. De onde chegam e para onde vão os clientes que visitam sua loja ou website? Como você obtém essa informação?
3. Se eu fosse um cliente, qual seria o recado boca-a-boca de 20 segundos que eu passaria de você para um amigo? O que eu diria de você?
4. Quem é seu concorrente primário? Como você diferencia seu serviço ao cliente, experiência de compra e produtos do que fazem seus concorrentes?

Empregados

1. Quais são as funções / responsabilidades dos principais gestores da companhia? Como elas são transmitidas a eles?
2. Quais são os seus indicadores de performance principais e quão freqüentemente você olha a gestão e seus funcionários?
3. Como seus funcionários são recompensados? Existem incentivos baseados em performance?
4. Quais são as alternativas / planos de carreira oferecidos? Eles são claramente comunicados a seus funcionários?

Monitorando a Blogosfera

fev 15, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

(c) yotophoto.comSegundo a Technorati, mais de 70 mil novos weblogs são criados todos os dias, e mais de 50 mil novos posts são efetuados por hora. Com o universo em expansão de 27,9 milhões de blogs, um novo desafio se faz presente: Filtrar todo esse conteúdo e trazer aquilo que realmente importa.

Os blogs são uma fonte formidável de informações importantes e estratégicas para qualquer negócio. São opiniões, críticas, idéias, complementos e elogios sobre qualquer tipo de produto, serviço ou assunto. O Cluetrain Manifesto nos apresenta mais detalhes dessa tendência.

Por esse motivo, diversas empresas e startups estão se movimentando para tentar trazer soluções inteligentes (e caras) para auxiliar as empresas no acompanhamento das tendências de mercado e da voz dos clientes.

Começando pelas mais baratas, temos o MarcaPop e sua comparação entre duas marcas distintas de produtos ou empresas, confrontando o número de citações em blogs. Depois temos websites como o Opinmind, que separa os posts que falam bem e os que falam mal de determinada palavra chave, e o PubSub com sua ferramenta de monitoramento e aviso quando uma determinada palavra ou frase é citada na blogosfera.

Para uma empresa que queira investir alguns dólares em uma ferramenta mais robusta, existem opções de até 100 mil dólares ao ano. Nessa faixa temos a Biz360 (a partir de 15 mil ao ano), a Cymfony (a partir de 45 mil ao ano) e o Blogpulse (a partir de 75 mil ao ano), entre outras fornecedoras desse tipo de serviço (Umbria, BuzzMetrics, ImpactWatch, etc.)

O top de linha é da IBM, que juntamente com a Factiva, lançaram no final de 2005 o Public Image Monitoring Solution. Uma solução voltada para grandes empresas e que custa mais de 150 mil dólares.

Páginas:«1234567»