Visualizando posts com a tag " website"

Onde você é sempre bem vindo

fev 15, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  Nenhum comentário

(c) yotophoto.comEm algum lugar do passado estávamos falando de como a Internet tornou economicamente viável a consulta pública sobre qualquer assunto.

Alguns websites aproveitam esse atributo para oferecer os mais diversos serviços de “Inteligência da massa”. É uma avalanche de opções ajudando qual decisão tomar nas mais diversas situações, ou iluminar suas idéias. Estão todos em prateleira: é chegar, acessar e utilizar os seus serviços grátis na maioria dos casos.

Exemplos:
http://www.reevoo.com/Antes de comprar veja opiniões sobre produtos, eles já testaram antes para você.
http://www.reviewcentre.com/Outro exemplo de opiniões sobre produtos.
http://www.epinions.com/Mais um website de opiniões.
http://www.judysbook.com/Opiniões sobre locais para ajudar o seu planejamento de viagens.
http://www.extratasty.com/Proponha drinks e veja as opiniões de outros usuários sobre outras batidas e coquetéis.
http://www.homethinking.com/Antes de decidir qual imóvel comprar, veja o que falaram dele ou dos seus corretores.
http://www.stumbleupon.com/Opiniões sobre páginas da Internet e sugestões.
http://answers.yahoo.com/Pessoas reais respondendo perguntas de outras pessoas reais.

E o melhor da lista na minha opinião:
http://www.brainreactions.net/Coloque sua pergunta e deixe a comunidade dar sugestões neste Brainstorm virtual.

Fazendo dinheiro de outro jeito

fev 13, 2006   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  3 Comentários

(c) stuffandme.comEnquanto o mundo inteiro e outros brasileiros ainda tentam ganhar dinheiro imitando a Página de um Milhão de Dólares, Aric McKeown está inovando e trazendo uma proposta diferente.

Nada haver com venda de pixels.

Na Stuff & Me você paga 15 dólares, Aric prepara uma foto engraçada dele com o seu produto ou objeto de anúncio, e publica ela no seu website de maneira randômica.

Ele pode não conseguir um milhão de dólares, mas a página promete. Aric mandou bem, e aqui estou eu passando o recado pra frente.

Criatividade espalha.

Números!

fev 7, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

Não obtive os dados 2006 da pesquisa abaixo, mas aí vão algumas observações importantes que garimpei na rede no âmbito dos blogs corporativos.

(c) emarketer.com

Dentro do universo dos 64% que podem vir a anunciar em Blogs ou usá-lo como ferramenta de marketing, temos os seguintes fatos:

- De todos os websites das empresas listadas no S&P 500, apenas 4% delas possuem blogs
(Fonte: eMarketer)

- Apenas 12% dos adultos online lêem blogs regularmente
(Fonte:Forrester Research)

- 22% das empresas estão usando ou planejando usar blogs como ferramentas de marketing
(Fonte:CMO Magazine)

Os dados acima são do mercado Norte Americano.

Os Estados Unidos possuem mais solidez em Blogs Corporativos, e o desejo de participar é grande entre as empresas. Mas a prática demonstra que as empresas tendem a ser conservadoras na adoção de novas práticas, e que estão apenas começando.

Internet Guru

jan 30, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  2 Comentários

(c) yotophoto.comAinda tratamos as ferramentas de busca como um meio de acessar um núcleo de inteligência superior, ou pensamos que o núcleo é a própria ferramenta de busca.

Os dados e informações da internet, ou as metodologias (algoritmos) das ferramentas de busca, não possuem (ainda) algum tipo de inteligência maior, de modo a interpretar o que você está pedindo e mastigar a resposta.

Por isso, me espanta ver algumas frases comumente utilizadas em ferramentas de busca, e mais ainda, me espanta que o uso desse tipo de frase para buscar possa realmente ser usada de verdade, porque o volume de dados é tão grande que podemos ter a sorte de encontrar o que procuramos. Essa é nossa maneira intuitiva de buscar o que queremos, mas sinceramente, não é a melhor maneira.

- “Internet Guru falando, qual resposta você está procurando?”
(os exemplos abaixo são reais e foram usados para chegar até Serendipidade.com)

- Quero montar uma distribuidora de agua mineral
- Quanto custa ingresso para show do u2?
- Quantos anos esteve antoni dvorak na américa?
- Quais foram os passos de alex tew?
- Existe estudo ou apostila gratis de técnicas de persuasão?
- Como montar meu site para vender pixels?
- Quero uma pagina com ví­deo gravados gratuitos com depoimento de funcionarios
- Como montar uma pequena fábrica de vassoura?
- Quero idéias para um produto novo
- Como fazer leitura de formulas matematicas?
- Como montar diagrama de pareto?
- O que pose ser feito com uma garrafa reciclada?
- Como fazer criatividade dentro de uma empresa?

Se você quiser responder algumas das solicitações ou perguntas acima no seu website, saiba que você tem mercado!

Psicologia de Massa

jan 17, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  3 Comentários

(c) The Crowd - Gustave Le BonHá muitos anos atrás, ou mais precisamente, há 111 anos atrás (1895), o psicologista francês Gustave Le Bon escrevia o interessante trabalho entitulado “A Psicologia da Multidão” (The Crowd: A Study of the Popular Mind).

Le Bon defende que, quando no meio de uma multidão, o homem regressa para um estado mental primitivo. Uma pessoa que pode ser altamente culta e moral em alguns casos, é capaz de agir como um barbáro e está propenso a agir de uma forma violenta. Perde suas faculdades críticas na extensa massa de gente.

As pessoas na multidão perdem suas inibições e padrões morais, e tornam-se altamente emotivas, diz Le Bon. Este emocionalismo, esta irracionalidade, presta-se ao poder da sugestão, através do qual o comportamento de um indivíduo pode ser determinado pelas suas percepções e as ações de outros ao redor dele.

Queria comprar um ingresso para o show do U2 em fevereiro, mas hoje quando começaram as vendas, devido aos boatos (verdadeiros) que a fila estava enorme, as pessoas foram afoitamente em busca do seu, o que só agravou a situação precária da rede de atendimento. O mesmo valeu para o website.

Esse é um exemplo desprentecioso, mas existem exemplos piores, como no caso da peregrinação anual até Meca, que quase todo ano faz vítimas por motivos de pisoteamento.

A psicologia de massa coíbe também a nossa capacidade de criar e mudar o destino. Inibe a criatividade porque molda suas opiniões dentro de conceitos “enlatados”.

A obra de Le Bon, entendedora do mecanismo humano interpessoal, continua valendo até hoje. Vale a pena ler.

Leituras que valem a pena #9

jan 12, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

… com uma dica de website e assuntos focados em negócio.

Insperience | Tredwatching
Fala sobre a tendência global de trazer experiências que obtemos fora de casa, em espaços públicos ou semi-públicos, para dentro de casa, através da aquisição de produtos exclusivos. Faça parte do Springspotters, é através dali que surgem as novas tendências como essa acima.

The Only Marketing Resolution You Need for 2006 | Marketingprofs
Artigo da Cynthia Coldren com uma proposição estratégica ambiciosa aplicada aos seus clientes mais rentáveis (que pela regra de pareto, são representados por 20% da sua base total).

Businesses Must Learn to Let Go | BusinessWeek
No mundo globalizado (este termo eu acho altamente piegas), o foco em colaboração com parceiros especializados e no desenvolvimento interno da experiência de maneiras inovativas, são a chave do crescimento

Dica de website para White Papers e Business Cases das mais variadas indústrias e temas consultivos. Conheça a BNET.

Milhão de Pixels e Dólares

jan 10, 2006   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  8 Comentários

(c) yotophoto.comSe você está chegando a esta página após pesquisar no Google, Yahoo, MSN Search ou qualquer outra ferramenta de busca, ESTE É O SEU LUGAR!

Esta URL que conta a historinha do nosso amigo da venda de milhões de pixels, é hoje a mais visitada em meu blog via buscas em ferramentas como as que citei acima. Ela é do dia 22 de setembro de 2005, apenas 1 mês depois do lançamento do original.

Eu vou confortar vocês e fazê-los refletir.

Não adianta copiar a idéia dele… a onda já passou a muito tempo, e idéia original é a que vale e a que ganha dinheiro. O resto são somente oportunistas esperançosos e iludidos. A idéia empolga, não tenha dúvida, mas não se encha de sonhos. Quem ganha muito dinheiro é quem cria, quem copia no máximo se sustenta.

Se mesmo assim você está buscando ou quer dicas (óbvias) de como montar o seu, tente o site do meu amigo Philipp e a sua “Fórmula para criar uma Homepage de Um Milhão de Dólares Mal Sucedida“.

Aparentemente só hoje a história “decolou” no Brasil. O que mostra uma deficiência. Mostra um pouco do perfil do navegante web que se informa primeiro fora da internet e busca informações depois. Não só nacional, mas também mundial quando olhamos o aspecto “adoção de tecnologias” como é o caso do RSS.

Por quê as pessoas que estão buscando “venda de pixels” na web, só estão fazendo isso hoje?

PS:

Não sou webmaster de nenhum website de milhões de reais frustrado. Somente quero incutir a visão da Idéia vs. Cópia relacionando-a com seus respectivos resultados. Por isso CRIATIVIDADE é tão importante, é ela que vai te destacar na multidão

Gestão de Projetos e Comunicação

dez 25, 2005   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

Pré-requisito:
Antes de assumir responsabilidades, verifique se você tem competência para assumir uma tarefa.

Ponto importante:
Saber ouvir.

Ponto passivo:
Sem comunicação não chegamos a lugar algum.

Conclusão:
Uma gestão de projetos bem sucedida é aquela possui equipes competentes que sabem ouvir, e principalmente, se comunicam entre as partes.

O desenho abaixo foi obtido no website Scary Ideas
(c)Scaryideas.com

Marcas Oportunistas

dez 13, 2005   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

(c) Serendipidade.comExiste um oportunismo nas marcas conhecidas nacional e mundialmente, principalmente em países como o Brasil, onde esse oportunismo se torna uma maneira de projetar seu produto ou serviço (legal ou ilegalmente).

Quando uma marca ou produto está na moda, geralmente aparecem as marcas oportunistas, como no caso das pulseiras amarelas (falsificação), ou acessórios para iPods (embalo da marca), elas muitas vezes trazem o seu logotipo ou nome muito próximo da marca original.

São casos divertidos que buscam a venda através da semelhança.

Na foto acima temos o posto de gasolina 13R, que certamente não é vinculado a Petrobrás, a empresa brasileira dona da BR Distribuidora. Não é vinculado e certamente não possui a qualidade da segunda. Não deixa de mostrar criatividade, mas não deixa de ser suspeito.

(c) Serendipidade.comE as imitações continuam…

Existem (ou existiam) aqueles tênis baseados no sucesso da marca New Balance, que possuíam a letra “Z” ao invés do tradicional “N”…

Após o sucesso (e possível fracasso) da boutique Daslu, a ONG Davida de uma ex-prostituta do Rio de Janeiro acaba de lançar a grife de roupas “Daspu“…

E por aí vai… Não existem limites para a esse tipo de exploração.

Informações adicionais sobre Propriedade Intelectual e Marcas podem ser acessadas pelo website do INPI

Se tornando o "Mestre dos Blogs"

nov 7, 2005   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  5 Comentários

(c) yotophoto.comHoje estava lendo uma reportagem sobre a influência dos Blogs nos consumidores (um assunto que já está começando a ficar piegas). Nele havia um trecho que apontava para um artigo da Harvard Business Review de autoria do presidente da Sun Microsystems, Jonathan Schwartz, considerado um dos melhores “blogueiros” do nível CxO.

O que quero colocar em questão aqui é toda essa nova onda de blogs que está se alastrando. Eu fui um dos que começou um blog na intenção de desenvolver minhas habilidades na escrita e articulação de idéias. Mas eu quero feedback… todo mundo que começa um blog deve ter seu motivo interno de reconhecimento, e o meu é iniciar discussões, botar a cabeça pra pensar, tentar trazer serendipidade para quem está lendo. Em segundo lugar, espero transformar esse meu trabalho em dinheiro**, diretamente ou indiretamente.

Algumas das idéias expostas por Schwartz nesse artigo são completamente cabíveis para um Blog-diário, um Blog-livro ou um Blog-críticas também. Só temos a ganhar se nos desenvolvermos na arte de expor nossas idéias claramente.

  • Utilize uma linguagem aberta, honesta e humorada.
  • Mostre respeito pela audiência.
  • Não ache que o blog é um tipo de propaganda.
  • Leia os comentários.
  • Responda os comentários para valorizá-los.
  • Autenticidade é o que conta.

**
Sim! Nós adoramos monetizar as coisas. O dinheiro é valor agregado a tudo. Vide o website “Quanto vale meu blog?” que está sendo extremamente propagado na rede. O bolso é a parte do corpo que mais dói quando mexemos nele.

Páginas:«1234567»