Visualizando posts com a tag " business"

Leituras que valem a pena #15

abr 19, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

Hype Cycle for Emerging Technologies, 2005 | Gartner
A Gartner é especialista em pesquisas. Neste estudo ela apresenta as novidades tecnológicas distribuidas ao longo de um gráfico chamado de “Hype Cycle”. Cada tecnologia se encaixa num ponto desta curva que podemos chamar de “ciclo de moda/sucesso”. O blog está há 1 ano de se tornar uma ferramenta sólida nas empresas segundo a consultoria. (em PDF)

Don’t Miss the Opportunity To Create a WOW! Experience | CRM Guru
Sempre explore e busque a criação de uma experiência dos seus clientes que os faça ficar boquiabertos. Por Jim Barnes.

Sharpening Your Business Acumen | Strategy+Business
Ram Charan nos apresenta um guia de seis passos para incorporar tendências externas (as quais vimos muito nas últimas leituras que valem a pena) no seu planejamento estratégico interno.

A liderança corporativa nos blogs

abr 13, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  5 Comentários

Atualização (25/04/2006):

Com a saída de Scott McNealy, Jonathan se tornou CEO da Sun, e é o primeiro CEO blogueiro na lista das 500 empresas mais ricas nos Estados Unidos.

(c) Sun MicrosystemsUm exemplo para a liderança das empresas brasileiras que estão ignorando o poder dos blogs na comunicação corporativa. E um exemplo para as empresas que não dão atenção aos clientes sob nenhum aspecto.

Jonathan Schwartz, o Presidente e COO da Sun Microsystems, e um dos representantes (pioneiro) dos blogueiros na alta direção das empresas, concedeu uma pequena entrevista exclusiva para Serendipidade.com. Confesso que fiquei surpreso ao ver a acessibilidade e prontidão que obtive.

O texto completo você poderá acompanhar no website do meu livro, que será lançado em breve.

“Nós estamos apenas no começo do impacto das tecnologias participativas na liderança e comunicação corporativas. Acredito que, em 10 anos, a participação de executivos seniores em conversações de mercado não será mais estranha (ou assustadora) do que o uso de e-mail hoje. [...]

Que conselhos eu dou? Comece estabelecendo uma boa política e normas de uso. Seja honesto e aberto [...]. Não pense que blogar é fazer publicidade. Encontre a sua voz e seu estilo. Publique links para pessoas que intreressam ou influenciam você.[...]

Responda as idéias legítimas que chegam pelos comentários. Escreva por você mesmo, acima de tudo. Autenticidade é obrigatório. Contratar alguém para escrever seu blog é como contratar alguém para escrever seu e-mail. [...] Isso poderá danificar irreversívelmente a sua credibilidade e reputação.”

A propósito, coincidentemente Jonathan esteve no Brasil esta semana para o Sun Tech Days e se encontrou com o Presidente Lula para discutir tecnologias acessíveis e software livre.

Obrigado Sr. Schwartz pela atenção!

Conheça o Fortune 500 Business Blogging Wiki, que mantém uma lista atualizada dos blogs corporativos existentes nas 500 maiores empresas americanas. Apenas 27 das 500 (5,4%) estão blogando, segundo eles.

Blogs são conversações

abr 11, 2006   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  8 Comentários

(c) yotophoto.comO excelente CarreiraSolo disse:

Talvez a grande missão [...] seja criar a Blogosfera mais participativa, atuante, real, nacional, única…do planeta. Vamos divulgar os talentos dos amigos (dos reais e dos virtuais que acabamos fazendo aqui e ali) [...]“

Substitua o TALVEZ por É.

Desde 2000, quando o Cluetrain Manifesto revolucionou o mundo dizendo que “mercados são conversações”, o que os blogs têm feito é somente confirmar essa tendência.

O blog não é vitrine, BLOG É CONVERSAÇÃO.

Estamos aprendendo aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e mais em um monte de lugares.

Todo mundo está falando nisso. Estamos alcançando o tipping point. Depois é só aproveitar.

Para maiores informações relativas aos impactos dessa conversação nas empresas, aguardem o meu livro. Está quase lá.

Só falta a sua empresa…

abr 6, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  5 Comentários

(c) yotophoto.com…para participar deste grupo seleto de exemplos de blogs usados nas empresas e para negócios:

Amazon, Avaya, BMC Software, Cisco, Dell, EDS, Ford, GM, HP, Microsoft, Sprint, Renault F1 Team, Sun, Texas Instruments, Boeing, Oracle, SAP, BMW Oracle Racing, McDonalds, IBM, Ducati e [Sua empresa aqui].

Reforçando o pedido, estou terminando o meu livro sobre Blogs Corporativos, e gostaria de saber se a sua empresa já está blogando. Ou mesmo se você conhece alguma outra que está blogando aqui no Brasil. Exemplos nacionais.

Como eu já havia dito, a seção de agradecimentos do meu livro não se esquecerá de vocês. Comente, me mande e-mail e deixe suas credenciais.

20 definições para BLOGAR

jan 19, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

(c) Yotophoto.comQuebrando a idéia nacional (no Brasil os internautas ainda enxergam assim) de que blogar é escrever o seu dia-a-dia na web como um mero diário, dou destaque para Debbie Weil e seu Blogwrite for CEOs, ela tem méritos.

E atenção empresários, o blog é o mais novo canal de contato com o consumidor, e de comprovada eficiência (ainda em modesto crescimento no Brasil). Pode ser usado tanto ativamente (fazendo seu próprio blog), quanto passivamente (lendo o que estão falando do seu produto em outros blogs). Experimente comparar sua marca ou produto com outro, ou pesquisar o nome da sua empresa no Technorati, e veja o que estou falando.

Blogar é…

#1 Uma forma inédita e autêntica de auto-expressão

#2 Uma ferramenta de publicação instantânea

#3 Um jornal online com conteúdo atualizado

#4 Jornalismo amador

#5 Algo que está revolucionando a web (pense no RSS)

#6 Uma maneira de criar uma comunidade com os seus eleitores ou leitores

#7 Uma alternativa para meios de comunicação em massa

#8 Uma ferramenta para ensinar aos estudantes como escrever melhor

#9 Uma nova maneira de se comunicar com seus clientes

#10 Uma nova forma de gestão de conhecimento em grandes companhias

#11 Uma maneira para pessoas se comunicarem umas com as outras

#12 Algo para mantê-lo ocupado quando você está desempregado

#13 Uma maneira de pensar e escrever em poucos parágrafos ao invés de um longo ensaio (o qual ninguém tem mesmo tempo de ler)

#14 Um email seu para todo mundo (uma maneira de se manter em contato com a família e amigos)

#15 Uma palavra boba que é engraçada de se dizer (“Vou blogar agora… “)

#16 Uma maneira de escrever com uma voz e personalidade distintas

#17 Algo para conversar em festas e coquetéis (“Eu bloguei uma idéia da Cris, e ela blogou uma idéia minha de volta…”)

#18 Um endereço web para você adicionar em seu Currículo

#19 Alguma coisa a mais para fazer com seu telefone celular (veja audio blogging e moblogging)

#20 Algo que você não quer que sua mãe saiba (veja o texto aqui e o interessante PostSecret)

Leituras que valem a pena #9

jan 12, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

… com uma dica de website e assuntos focados em negócio.

Insperience | Tredwatching
Fala sobre a tendência global de trazer experiências que obtemos fora de casa, em espaços públicos ou semi-públicos, para dentro de casa, através da aquisição de produtos exclusivos. Faça parte do Springspotters, é através dali que surgem as novas tendências como essa acima.

The Only Marketing Resolution You Need for 2006 | Marketingprofs
Artigo da Cynthia Coldren com uma proposição estratégica ambiciosa aplicada aos seus clientes mais rentáveis (que pela regra de pareto, são representados por 20% da sua base total).

Businesses Must Learn to Let Go | BusinessWeek
No mundo globalizado (este termo eu acho altamente piegas), o foco em colaboração com parceiros especializados e no desenvolvimento interno da experiência de maneiras inovativas, são a chave do crescimento

Dica de website para White Papers e Business Cases das mais variadas indústrias e temas consultivos. Conheça a BNET.

Estratégias polêmicas não são novidade

jan 3, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  3 Comentários

(c) capitalgaucha.com.br/poli_position

Lendo o blog Business Opportunities Brasil da Cris Zimermann deparei com a propaganda (outdoor) acima, de uma confecção e loja de roupas do sul do Brasil.

(c) serendipidade.comAchei interessante porque não é a primeira vez que vejo algo do gênero. Ao lado tenho uma foto de uma campanha publicitária denominada “Super Fuck – Fuck 2001″, feita em cartões postais que obtive no ano novo 2001/2002 em Praga.

Não sei do que se trata porque não entendo o que está escrito, mas achei a campanha um pouco impressionante pela ousadia. Nada tão assustador para um país que está vivendo uma onda liberal após um período conturbado na sua história, e indubitavelmente marcante.

Tirando o fato da não originalidade da peça, aqui no Brasil, usar propagandas com teor polêmico não é novidade. Durante o período em que o Brasil recebe o circo da Fórmula 1, é muito comum vermos outdoors das casas noturnas dedicadas a serviços “especiais”. Logicamente a prefeitura veta alguns, retira outros, mas a peça já foi lançada e comentada em todos jornais, gerando o efeito Buzz Marketing, que também serviu para o caso acima.

(c) ultimosegundo.ig.com.brPonto para o Marketing… Com ou sem polêmica, ele acaba chamando a atenção.

Efeitos de um mundo conectado e sexualmente estampado na TV, revistas e jornais? Morte da capacidade criativa? Ou simplesmente nós mesmos sendo enganados (e impressionados) porque somos assim, politicamente corretos na aparência e sujos (o interesse por causas “proibidas”) por dentro?

Leituras que valem a pena #8

jan 2, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

Not all innovations are equal | Harvard Business School
Nem todas as inovações são iguais e nem todas possuem a mesma conotação.

Biggest Discoveries of 2005 | Wired
As maiores descobertas de 2005.

An Incomplete Manifesto for Growth | Bruce Mau
O designer Bruce Mau preparou um manifesto com 43 estratégias para o crescimento pessoal. Ótimo para uma revisão de novas propostas pessoais para o ano que está começando.

Leituras que valem a pena #7

dez 19, 2005   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  1 Comentário

Our 10 Most Enduring Ideas | Strategy+Business
Para celebrar 10 anos de Strategy+Business, foi publicado a lista das 10 ideias mais influentes dos ultimos 10 anos e que continuam influenciando no mundo dos negócios.

The Life Cycle of the Creative Soul | Felix Gerena
Manifesto que propôe mapear o ciclo de vida da criatividade (em PDF).

50 Smart Ways To Use The Web | BusinessWeek
50 boas maneiras de se usar a web.

Marketing 2.0

dez 8, 2005   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

(c) yotophoto.comAlguns tipos de marketing surgiram ou ganharam força através da Internet, ou mais precisamente, com a nova onda “Web 2.0” (crescimento dos blogs, ferramentas de personalização de idéias e assuntos acessíveis, wikis, propagandas e outros). Os principais estão listados abaixo:

Marketing Boca-a-Boca – É fazer com que as pessoas falem do seu produto para outras de maneira intencional, convencê-las de recomendar seu produto. Essa é a forma de marketing mais tradicional dentre as listadas aqui, e que foi muito impulsionada pela Internet.

Buzz Marketing – É criar uma sensação ou novidade em cima do seu produto e assim fazer com que a mídia e qualquer outro canal exponha ao máximo essa novidade. É criar bastante visibilidade do seu produto, de maneira que as pessoas sempre ouçam falar dele nos mais diversos tipos de canais. Um marketing boca-a-boca muito eficiente se torna um buzz marketing (Marketing Zumbido).

Marketing de sua marca em blogs – É o uso de blogs empresariais para falar sobre o seu produto, serviço ou novidades em torno deles. É uma janela aberta com possibilidade de interação com seus clientes. É uma forma da empresa se tornar transparente e acessível. FastLane é o famoso blog da GM, e a Debbie Weil publica um blog sobre Blogs de CEOs

Marketing de Guerrilha – É o uso de diversas maneiras de espalhar sua mensagem quando o orçamento está curto. Um exemplo fraco disso é a colar cartazes pela cidade, um exemplo forte e eficiente é o uso de mensagens em harmonia com a paisagem urbana, como este exemplo.

Marketing Viral – É a criação de mensagens interessantes e divertidas, que coloquem o leitor(cliente) em posição de vantagem perante amigos e desconhecidos, dando uma oportunidade de espalhar exponencialmente a sua mensagem usualmente via e-mail, blogs e web, atingindo um grande número de pessoas. Veja essa matéria.

Marketing de Nicho – Construir comunidades e nichos específicos que criem um tipo de ligação íntima entre seu produto e o cliente, e uní-los através de outras comunidades. É uma aproximação do tradicional marketing 101 (um a um). Na web, a teoria do long tail (cauda longa), demonstra a tendência desse marketing.

Além desses, existem logicamente diversas outras maneiras e soluções para passar a mensagem. O importante é, como diz Seth Godin, contar uma historinha que faça o cliente contar uma história a si mesmo e comprar.

Páginas:«1234567»