Visualizando posts com a tag " comunicação"

Blog da Tecnisa

mai 26, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blogs específicos  //  1 Comentário

logo.gif“O primeiro blog da construção civil”, é assim que se apresenta o Blog da Tecnisa, uma das maiores construtoras brasileiras.

“Iniciamos através deste inovador instrumento de comunicação uma nova fase da Tecnisa em relação as suas práticas de comunicação. Esperamos receber muitas contribuições, sugestões e, sobretudo críticas construtivas ao nosso trabalho de construção reputacional da marca Tecnisa. Bem Vindos Internautas !!!”

O blog começou suas operações dia 18 de maio, e já está devendo mais posts para o público.

Press-Release !

mai 20, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  3 Comentários

O livro continua na gráfica, e deve entrar em pré-venda nos próximos dias. Aguardem mais novidades sobre a pré-venda, o lançamento e a noite de autógrafos.

Já ouviu falar em Blog Corporativo?

O livro Blog Corporativo mostra como melhorar o relacionamento com seus clientes e fortalecer a imagem da sua empresa a partir do uso dessa ferramenta

É o assunto do momento: todo mundo tem um blog ou participa de um. Essa rede de comunicação ininterrupta, que transmite e recebe mensagens na velocidade da internet, pode funcionar além disso. A proposta de Fábio Cipriani em sua obra Blog Corporativo é justamente essa: por que não aproveitar a eficiência da blogosfera para alavancar seus negócios e fortalecer a imagem da sua empresa?

“O principal objetivo é disponibilizar um guia prático para orientar empresários e gestores de pequenas, médias ou grandes empresas sobre como utilizar e tirar proveito dos blogs dentro da companhia, ativa ou passivamente, com o intuito de aumentar e fortalecer o relacionamento com os clientes”, explica o autor.

O livro, dividido em três partes, expõe amplo panorama para atingir essa meta: além do conceito e da metodologia para a criação do blog corporativo, há ainda os tipos de uso que um blog pode assumir na empresa, suas vantagens e armadilhas, o uso de blogs para público externo e interno, a importância de monitorar e estar inserido na blogosfera, tendências, dicas e o cenário dos blogs corporativos no Brasil.

A linguagem leve e prática, sem complicações técnicas, traz relatos atuais que acrescentam e exemplificam os conceitos. Cipriani desvenda, assim, a “era do Blog” ao leitor interessado em fazer parte desse universo.

Jonathan Schwartz, presidente da Sun Microsystems, alerta: “Possuir o próprio blog será tão obrigatório quanto possuir um e-mail ou um telefone, quem não tiver um blog se tornará inútil”. Nessa nova era, onde se situará a sua empresa ou seus negócios? Você certamente precisa ler as sugestões de Blog Corporativo.

(O livro se estende na internet sob a forma de um blog que discute novos casos e explora o mundo do blog usado como ferramenta de negócios: acesse www.blogcorporativo.net)

Sobre o autor

Fábio Cipriani é Engenheiro Elétrico pela Universidade de São Paulo, Master of Science in Wireless Systems pelo Politecnico di Torino em Turim, na Itália, pós-graduado em Economia e Gestão de Pequenas e Médias Empresas pela Università degli Studi di Torino, e certificado em Management e Leadership Essentials pela Harvard Business School. Atua como consultor de gestão empresarial nas áreas de relacionamento com clientes e mercado e performance corporativa.

Detalhes do livro
ISBN: 85-7522-093-4
Dimensões: 16 x 23 cm (com orelha)
Número de páginas: 208

Primeiro CEO Blog brasileiro?

mai 11, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blogs específicos  //  Nenhum comentário

Melhor época para o lançamento do livro.

Algumas semanas atrás começaram a circular notícias de que o CEO do HSBC, Emilson Alonso, inaugurou no começo de abril/2006, um blog para comunicação interna dos funcionários e troca de sugestões / reclamações.

“Eu tenho página no Orkut há três meses, e existem várias comunidades sobre o banco. Mas, como é um ambiente público, eu não posso, por exemplo, responder a questionamentos que surgem, até por uma questão de política da empresa. O que é diferente com o blog, que é interno”, diz Alonso.

Mais do que o Blog do CEO, ele já possui até o Orkut do CEO.

HSBC, altere a política e abra este blog para o público externo!

Que notícia formidável.

Fonte do texto itálico: Folha de S.Paulo – 14/04/2006

A liderança corporativa nos blogs

abr 13, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  5 Comentários

Atualização (25/04/2006):

Com a saída de Scott McNealy, Jonathan se tornou CEO da Sun, e é o primeiro CEO blogueiro na lista das 500 empresas mais ricas nos Estados Unidos.

(c) Sun MicrosystemsUm exemplo para a liderança das empresas brasileiras que estão ignorando o poder dos blogs na comunicação corporativa. E um exemplo para as empresas que não dão atenção aos clientes sob nenhum aspecto.

Jonathan Schwartz, o Presidente e COO da Sun Microsystems, e um dos representantes (pioneiro) dos blogueiros na alta direção das empresas, concedeu uma pequena entrevista exclusiva para Serendipidade.com. Confesso que fiquei surpreso ao ver a acessibilidade e prontidão que obtive.

O texto completo você poderá acompanhar no website do meu livro, que será lançado em breve.

“Nós estamos apenas no começo do impacto das tecnologias participativas na liderança e comunicação corporativas. Acredito que, em 10 anos, a participação de executivos seniores em conversações de mercado não será mais estranha (ou assustadora) do que o uso de e-mail hoje. [...]

Que conselhos eu dou? Comece estabelecendo uma boa política e normas de uso. Seja honesto e aberto [...]. Não pense que blogar é fazer publicidade. Encontre a sua voz e seu estilo. Publique links para pessoas que intreressam ou influenciam você.[...]

Responda as idéias legítimas que chegam pelos comentários. Escreva por você mesmo, acima de tudo. Autenticidade é obrigatório. Contratar alguém para escrever seu blog é como contratar alguém para escrever seu e-mail. [...] Isso poderá danificar irreversívelmente a sua credibilidade e reputação.”

A propósito, coincidentemente Jonathan esteve no Brasil esta semana para o Sun Tech Days e se encontrou com o Presidente Lula para discutir tecnologias acessíveis e software livre.

Obrigado Sr. Schwartz pela atenção!

Conheça o Fortune 500 Business Blogging Wiki, que mantém uma lista atualizada dos blogs corporativos existentes nas 500 maiores empresas americanas. Apenas 27 das 500 (5,4%) estão blogando, segundo eles.

Frases (d) Efeito

mar 31, 2006   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  2 Comentários

(c) yotophoto.com“O cavalo está aqui para ficar, o automóvel é apenas uma novidade, uma moda passageira” – Presidente do Michigan Savings Bank, aconselhando o advogado de Henry Ford a não investir na Ford Motor Company.

“Máquinas voadoras mais pesadas do que o ar são impossíveis” – Lord Kelvin, 1885.

“A televisão não será capaz de manter nenhum mercado que conseguir após os primeiros seis meses. As pessoas logo se cansarão de olhar para uma caixa de madeira compensada toda noite” – Daryl F. Zanuck, presidente do estúdio de cinema 20th Century Fox em 1946.

“Este tal de telefone tem muitas deficiências para ser levado a sério como um meio de comunicação. Este dispositivo não tem nenhum valor para nós” – Western Union internal memo, 1876

“O abdomen, o peito e o cérebro estarão para sempre fechados à intrusão do cirurgião humano” – Sir John Eric Ericksen, Cirurgião Britânico da Rainha Vitória.

“Nós não gostamos do som deles, e música de guitarra está fora de moda” – Decca Recording Co. ao rejeitar os Beatles em 1962

E finalmente:

“640K são mais do que suficientes para as necessidades de qualquer pessoa” – Bill Gates, 1981

Consultoria de Marketing

fev 22, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

(c) yotophoto.comEmpresas procuram cada vez mais profissionais de consultoria externos, não somente para ajudar a focalizar melhor os objetivos ou racionalizar a estratégia, mas sobretudo para participar dos projetos em primeira pessoa.

Tudo isso porque a inovação de marketing passa hoje por uma transformação benéfica dos processos operacionais, para permitir otimização de budget e um melhor monitoramento do retorno sobre investimento.

Nesse contexto algumas profissões estão surgindo nos departamentos de Marketing das grandes empresas.

O Trend Watcher
É o papel profissional de quem se ocupa da análise e monitoramento das macrotendências, coordenação de pesquisas, e acompanhamento dos estudos realizados por agências especializadas no assunto como: Iconoculture, The Intelligence Group ou Influxinsights. A análise de tendências é uma função sempre muito complexa e que necessita de competências multidiciplinares.

O Usability Manager
É o profissional que analisa a usabilidade dos projetos de comunicação das companhias e dos próprios produtos e serviços da empresa. Faz um papel de ombudsman que busca confrontar o que foi desenvolvido pela empresa com a demanda real dos clientes. Pode ser um funcionário interno ou um consultor externo. A Microsoft já adotou esse profissional.

O Marketing Content Manager
Realiza o desenho e projeto dos conteúdos de marketing e para o marketing. Também pode ser feito internamente ou através de consultoria.

O Innovation Manager
Profissional responsável pela gestão da equipe de inovação, uma área (departamento) cada vez mais presente nas empresas. Entre os principais processos geridos por esse profissional estão: captação de idéias no mercado e internamente com os funcionários, criar projetos com alternativas de uso ou aplicação de produtos e serviços e adaptar a companhia para uma cultura de inovação e criatividade.

Exemplos nacionais de analistas de tendências aqui, aqui e aqui.

20 questões para desenvolver os seus negócios

fev 16, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  2 Comentários

(c) yotophoto.comSam Decker escreveu brilhantemente as perguntas abaixo, e sugere que a cada leitura e resposta seja feita a pergunta “por quê?”. Ele partiu da premissa de mercado atual, onde as empresas, para serem bem sucedidas devem ser voltadas para o cliente e não para produto, e reuniu os principais pontos estratégicos que giram em torno da conquista, satisfação e retenção dos clientes, sempre, é claro, visando o desenvolvimento sustentável dos seus negócios.

Estratégia

1. Quais são seus objetivos de curto e de longo prazo? (qual é o período de tempo considerado)?
2. Como você identifica e mede seu sucesso?
3. Quais são os 3 principais motivos que estão atrapalhando seu sucesso?
4. Qual é a exclusividade que sua empresa possui? O que você possui e que os seus competidores não poderão ou irão copiar?

Finanças

1. Qual é o tamanho e a margem média das suas vendas? Qual é a tendência?
2. Quantos clientes compram por mês? Qual é o mix entre novos e antigos clientes?
3. Quanto o seu cliente vale? Você calculou o Valor Presente Líquido (VPL) dos seus clientes?
4. Qual é o custo para se adquirir novos clientes? (Custo total de Marketing / Novos Clientes).

Marketing

1. Como você se comunica com os clientes depois da primeira compra deles?
2. Qual é o seu gasto mensal em Marketing, e qual é o divisão desse gasto nos diversos veículos de comunicação? Olhando os últimos 3 anos, como é a tendência do gasto com marketing versus as receitas?
3. Como você mensura o seu marketing? Que testes você aplica? Obtém resultados?
4. Qual a diferença entre o seu marketing e o dos seus competidores?

Cliente

1. Quais são os 3 principais itens que os clientes procuram quando visitam sua loja ou website? Como você obtém essa informação?
2. De onde chegam e para onde vão os clientes que visitam sua loja ou website? Como você obtém essa informação?
3. Se eu fosse um cliente, qual seria o recado boca-a-boca de 20 segundos que eu passaria de você para um amigo? O que eu diria de você?
4. Quem é seu concorrente primário? Como você diferencia seu serviço ao cliente, experiência de compra e produtos do que fazem seus concorrentes?

Empregados

1. Quais são as funções / responsabilidades dos principais gestores da companhia? Como elas são transmitidas a eles?
2. Quais são os seus indicadores de performance principais e quão freqüentemente você olha a gestão e seus funcionários?
3. Como seus funcionários são recompensados? Existem incentivos baseados em performance?
4. Quais são as alternativas / planos de carreira oferecidos? Eles são claramente comunicados a seus funcionários?

Qualquer meio de comunicação será usado…

fev 6, 2006   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  3 Comentários

(c) roofshout.comAlguém profetizou um dia:

“Propaganda é a alma do negócio”

Se fez uma luz e todos os meios de comunicação foram invadidos por propagandas. Textos, sons ou imagens, vale tudo para desviar sua atenção.

Pensando na prática, qualquer lugar, espaço físico, canal de rádio, de TV, qualquer coisa que seja vista, ouvida ou lida por muitos é uma possível alternativa para plantar a semente dos seus negócios sob a forma de um anúncio comercial.

A Internet trouxe um fator exponencial para o crescimento de tudo isso.

Depois do Bumvertising, uma modalidade similar ao anúncio de “Compro e Vendo Ouro” pendurada no pescoço de pessoas no centro de grandes cidades, depois do Adsense revolucionando a maneira de se vender na web, eis que surge o Roofshout ou o Roofads buscando clientes através de anúncios nos tetos das casas, fábricas ou galpões. A foto acima é auto-explicativa.

Blogs corporativos no Brasil

jan 25, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  5 Comentários

(c) Yotophoto.comRecebi recentemente um contato de uma reporter da Revista Exame, que está fazendo uma pesquisa sobre blogs corporativos para uma matéria a ser publicada em breve.

Conforme eu disse neste post anterior, a idéia do que é um blog ainda está amadurecendo no país, e exemplos tupiniquins de blogs corporativos são raros de se encontrar.

Arriscaria dizer que nenhuma grande empresa nacional, ou multinacional presente no país se ocupou dessa novidade em franco crescimento no exterior, principalmente nos Estados Unidos. E é difícil negar que o blog possa agir como um canal de comunicação interativo com o cliente, o seu crescimento é um fato real, bem como o número de pessoas que passam a acessar a Internet dia após dia.

Exemplos nacionais seguem atualmente um nicho muito específico: o micro-empreededorismo, que por sua vez é dividido em duas categorias distintas. São os empreendedores virtuais (especificamente os web 2.0), e pequenas empresas autônomas.

No primeiro subgrupo, temos o exemplo da Camiseteria, e no segundo temos alguns blogs de autores de livros ou palestrantes, blogs jornalísticos dentro ou fora de um veículo de comunicação, e por fim, este blog famoso de um negócio muito antigo, que no fundo não deixa de ser um “blog corporativo”…

20 definições para BLOGAR

jan 19, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

(c) Yotophoto.comQuebrando a idéia nacional (no Brasil os internautas ainda enxergam assim) de que blogar é escrever o seu dia-a-dia na web como um mero diário, dou destaque para Debbie Weil e seu Blogwrite for CEOs, ela tem méritos.

E atenção empresários, o blog é o mais novo canal de contato com o consumidor, e de comprovada eficiência (ainda em modesto crescimento no Brasil). Pode ser usado tanto ativamente (fazendo seu próprio blog), quanto passivamente (lendo o que estão falando do seu produto em outros blogs). Experimente comparar sua marca ou produto com outro, ou pesquisar o nome da sua empresa no Technorati, e veja o que estou falando.

Blogar é…

#1 Uma forma inédita e autêntica de auto-expressão

#2 Uma ferramenta de publicação instantânea

#3 Um jornal online com conteúdo atualizado

#4 Jornalismo amador

#5 Algo que está revolucionando a web (pense no RSS)

#6 Uma maneira de criar uma comunidade com os seus eleitores ou leitores

#7 Uma alternativa para meios de comunicação em massa

#8 Uma ferramenta para ensinar aos estudantes como escrever melhor

#9 Uma nova maneira de se comunicar com seus clientes

#10 Uma nova forma de gestão de conhecimento em grandes companhias

#11 Uma maneira para pessoas se comunicarem umas com as outras

#12 Algo para mantê-lo ocupado quando você está desempregado

#13 Uma maneira de pensar e escrever em poucos parágrafos ao invés de um longo ensaio (o qual ninguém tem mesmo tempo de ler)

#14 Um email seu para todo mundo (uma maneira de se manter em contato com a família e amigos)

#15 Uma palavra boba que é engraçada de se dizer (“Vou blogar agora… “)

#16 Uma maneira de escrever com uma voz e personalidade distintas

#17 Algo para conversar em festas e coquetéis (“Eu bloguei uma idéia da Cris, e ela blogou uma idéia minha de volta…”)

#18 Um endereço web para você adicionar em seu Currículo

#19 Alguma coisa a mais para fazer com seu telefone celular (veja audio blogging e moblogging)

#20 Algo que você não quer que sua mãe saiba (veja o texto aqui e o interessante PostSecret)

Páginas:«123456789»