Visualizando posts em "Marketing / Negócios"

Submarino afogado

set 9, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  11 Comentários

Eu participo do Programa de Afiliados da loja on-line Submarino. Além de ser um programa que me traz alguns troquinhos no final do mês, é também um programa que apóio por gostar da loja (apesar que após da B2W a coisa está piorando – como toda empresa que passa por um pós-M&A nem sempre adequado).

Só contei isso porque hoje, desde não sei que hora, mas posso afirmar que já há mais de 4 horas, o site está completamente fora do ar (ver figura abaixo).

No mercado chamamos isso de VENDA PERDIDA! O consumidor chega na porta da sua loja para comprar algo e ela está fechada em horário comercial. Ou simplesmente você não possui o produto que seu cliente está procurando. Ele vira de costas e vai embora (provavelmente comprando no concorrente).

Mais do que possuir site de contingência para situações emergenciais e mesmo segurança bem estruturada e preparada, os sites de venda on-line que faturam alto (como é o caso do Submarino) não podiam ficar tanto tempo “zumbeta” na rede.

submarinoafogado.jpg

P.S. UPDATE – Acaba de passar da meia-noite e o site voltou

Deloitte Review

set 6, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

Deloitte ReviewA Deloitte está lançando uma revista semestral de estratégia chamada Deloitte Review, voltada para executivos e, de forma especial, para os clientes da firma. A revista consiste na compilação de artigos de interesse desse público. Apesar de não circular em bancas de revista e nem estar a venda no site, é possível acompanhar na íntegra todos os artigos e baixá-los em PDF.

No primeiro número temos artigos interessantes como: um resumo do livro The Strategy Paradox, um estudo sobre oportunidades de prestação de serviço por empresas de manufatura, a análise das oportunidades e armadilhas de se vender produtos e prestar serviços para clientes mais velhos ou idosos, entre outros.

CrowdSpirit à vista

set 5, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

Eu sou um dos 500 beta testers da plataforma do CrowdSpirit. Eles abriram a versão beta há 1 semana aproximadamente.

O Crowdspirit é uma comunidade para gerar idéias na criação de novos produtos eletrônicos. Cada idéia de produto é votada e passa a figurar um ranking de classificação. A idéia poderá receber sugestões de melhoria por outros usuários, os quais acumulam pontos. Uma idéia identificada que possua interesse de investimento será executada e vendida comercialmente, e os responsáveis pela idéia e melhoria recebem royalties ($$) por isso. Ah, é possível enviar problemas também, ao invés de idéias (a solução).

Hoje recebi um email deles informando que a versão Beta está bastante estável e que eles deverão abrir para o público em geral daqui há 2 ou 3 semanas. Já está rolando umas idéias legais por lá, algumas absurdas (e estou falando na qualidade de engenheiro eletrônico) e outras viáveis.

Como toda comunidade virtual, é bastante interessante acompanhar e participar das discussões até para poder começar a se empolgar com a idéia de enviar idéias ou problemas. A curva de aprendizado para usar a comunidade é bastante pequena.

Quando falamos em cadeia produtiva, os fornecedores da matéria prima buscam enxergar as demandas dos clientes para controlar a produção. O Crowdspirit pode funcionar como um avaliador de tendências com essa finalidade, servindo as empresas como um ótimo indicador tanto da criação de novos produtos quanto do desejo dos consumidores.

Comportamento dos consumidores – "quero" versus "deveria"

ago 30, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

A Harvard Business School conduziu um estudo sobre o comportamento dos consumidores no momento da compra de bens ou serviços. O estudo foi conduzido por Katy Milkman e Todd Rogers em conjunto com o Professor Max Bazerman.

É como se tivéssemos um anjo e um diabo falando no nosso ouvido, como aqueles que vemos em desenhos animados. Algo do tipo “Eu quero comprar isso mas eu deveria comprar aquilo”.

O estudo concluiu que as pessoas se comportam como se existisse multiplas personalidades com interesses conflitantes – batizados de “want-self” contra o “should-self” (ou “personalidade quero” contra “personalidade deveria”).

O want-self clama por gratificação instantânea, enquanto que o should-self olha os interesses em mais longo prazo.

Redes sociais e oportunidades de negócio para empresas, investidores e consultores empresariais

ago 29, 2007   //   por Serendipidade   //   Apresentações/Pesquisas, Marketing / Negócios  //  3 Comentários

Estou disponibilizando aqui e no SlideShare uma apresentação que fiz para alguns empresários, investidores e consultores de empresas.

A apresentação é uma atualização de uma apresentação anterior que fiz na USP São Carlos no ano passado. Só que desta vez abordei oportunidades das comunidades e do mercado em torno dela – investimentos e operações de M&A (Mergers and acquisitions).

Download aqui (PDF)

As aventuras de ACTION ITEM

ago 16, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

Achei esse quadrinho que retrata o cotidiano das empresas em formato super-herói. Me fez lembrar de um livro (recentemente traduzido para português) chamado “Por que as Pessoas de Negócios Falam Como Idiotas” de autoria de três executivos da Deloitte americana. O autor desse quadrinho tem um blog.

taction-item-1.jpgtaction-item-2.jpg
taction-item-3.jpgtaction-item-4.jpg

A bolha da web 2.0

ago 15, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  1 Comentário

Não estou falando de economia, mergers & acquisitions, investimentos e IPOs. Mas sim da bolha literal que traduz o diálogo e a interação da web 2.0 – o balão.

Trevor Elliott preparou para o seu blog uma pequena amostragem disso e escreveu:

“Como um símbolo multiuso, o balão de diálogo é irresistível. Ele contém o que todo mundo quer dizer sobre a “nova” web: Criada pelo usuário, comunicação, colaboração, comentários, mídia social, auto-publicável, minha voz, nossa voz, audiência, ranking, compartilhamento e o resto. Acima de tudo, é simples, acessível e divertido, e sempre conquista as pessoas. O que mais um futuro comunicador podia querer?

Vale lembrar que no Brasil a adoção total do balão também se aplica.

E aí está a foto dos logos:

Teoria da motivação

ago 7, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  4 Comentários

Douglas McGregor criou nos anos 60 duas teorias para explicar a motivação de funcionários nas empresas. A teoria X e a teoria Y. Ele acreditava que as empresas  se encaixavam em uma ou outra das abordagens.

Na teoria X:

- Funcionários – são fundamentalmente preguiçosos e vão tentar escapar do trabalho se puderem. Pouca ambição. Precisam ser supervisionados de perto;
- Gerentes – acreditam que sempre deve haver um culpado. Não confiam em nenhum funcionário e ficam em cima o tempo todo. Autoritários.

Na teoria Y:

- Funcionáriospodem ser ambiciosos, motivados, chamam responsabilidade. Têm vontade de serem criativos e progressivos;
- Gerentes – acreditam que as pessoas querem fazer bem feito e que algo criativo pode fluir deles. Tentam remover as barreiras que impedem o bom desempenho de seus funcionários.

É meio que um otimista e um pessimista. O fato é que, dependendo da posição que um profissional assuma, mais ou menos deverá ser investido em possíveis recompensas por desempenho.

Na minha opinião, independente da motivação ser X ou Y, uma estratégia ganha-ganha é sempre mais benéfica para a empresa. Ou seja, ter políticas de participações nos lucros gordas e pagar bem é valorizar seu corpo de funcionários e colher frutos vindouros muito mais saborosos. Será? Acredito nisso devido ao átomo social (tem um livro sobre isso). Vou tentar evoluir algo quando eu terminar (já estou quase terminando).

O início da queda

jul 17, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

Matéria do dia 14 de julho do Los Angeles Times revela que algumas empresas estão saindo fora do Second Life. Como eu esperei por isso…

“You’re talking about a much smaller audience than advertisers are used to reaching”

Em outro post já falava que a presença das empresas na nova realidade virtual era errônea e não trazia benefícios aos poucos usuários que tem paciência para viver eletronicamente.

Está na hora de redirecionar os esforços para Blogs Corporativos. Essa outra onda já cresceu o bastante e já se é sabido que veio pra ficar.

O povo no comando

jul 16, 2007   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

Adoro o conceito por trás do neologismo “Crowdsourcing” e considero a Wired uma das revistas mais conectadas da atualidade.

Em uma brilhante iniciativa, ela lançou um wiki chamado Zero Assignment, onde a própria audiência gerou mais de 80 artigos sobre o tema. A própria Wired está publicando os 12 melhores. Veja um deles aqui e leia todos depois.

Páginas:«123456789...15»