Visualizando posts com a tag " Blogs"

Crescimento da blogosfera corporativa brasileira

set 12, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  8 Comentários

Outro dia fiz um post que me levou a considerar o quanto a blogosfera corporativa brasileira cresceu nesse último ano.

Quando montei o Blog Corporativo Wiki, eu esperava a contribuição de leitores para encontrar exemplos e construir um índice de blogs corporativos brasileiros. Poucos ajudaram.

Certamente existem muitos outros blogs corporativos por aí. Se alguém conhecer algum me avise. Aí vai o resultado de 1 ano e 3 meses de levantamento da blogosfera corporativa brasileira:

- Número total de blogs corporativos brasileiros no wiki no dia 15/06/2006: 3
- Número total de blogs corporativos brasileiros no wiki no dia 11/09/2007: 62
- Crescimento de quase 2000%

blog_corporativo_barras.jpg

Distribuição:

- CEO Blogs: 5
- CEO Blogs internos: 2
- Blogs corporativos de pequena empresa: 28
- Blogs corporativos de média/grande empresa: 17
- Blogs corporativos para promoção de produtos: 10

blog_corporativo_pizza.jpg

Tirem suas próprias conclusões nos comentários ou pense a respeito.

Crescimento da blogosfera corporativa brasileira

set 12, 2007   //   por Serendipidade   //   Blog Corporativo  //  Nenhum comentário

Outro dia fiz um post no site do livro que me levou a considerar o quanto a blogosfera corporativa brasileira cresceu nesse último ano.

Quando montei o Blog Corporativo Wiki, eu esperava a contribuição de leitores para encontrar exemplos e construir um índice de blogs corporativos brasileiros. Poucos ajudaram.

Certamente existem muitos outros blogs corporativos por aí. Se alguém conhecer algum me avise. Aí vai o resultado de 1 ano e 3 meses de levantamento da blogosfera corporativa brasileira:

- Número total de blogs corporativos brasileiros no wiki no dia 15/06/2006: 3
- Número total de blogs corporativos brasileiros no wiki no dia 11/09/2007: 62
- Crescimento de quase 2000%

blog_corporativo_barras.jpg

Distribuição:

- CEO Blogs: 5
- CEO Blogs internos: 2
- Blogs corporativos de pequena empresa: 28
- Blogs corporativos de média/grande empresa: 17
- Blogs corporativos para promoção de produtos: 10

blog_corporativo_pizza.jpg

Tirem suas próprias conclusões nos comentários ou pense a respeito.

Afinal, blogs corporativos são raros ou estão em crescimento?

set 6, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Apresentações/Pesquisas  //  2 Comentários

Tudo isso já aconteceu na semana passada, mas só agora estou escrevendo sobre o assunto.

A eMarketer é uma empresa de pesquisas relacionadas na maior parte com tecnologia e internet. Vira e mexe eles estão falando de blogs e blogs corporativos.

Desta vez eles apresentaram uma pesquisa mostrando que blogs corporativos ainda são raros. Eles mostraram alguns índices percentuais e alguns gráficos bonitinhos como este abaixo:

073348.gif

Concordo que ao longo deste ano e meio após o lançamento do meu livro, os blogs das Fortune 500 tiveram um crecimento minguado (e também é um segmento específico), mas os blogs no Blog Corporativo Wiki, que refletem bastante o cenário brasileiro, aumentaram absurdamente. Esse wiki começou com uns 3 blogs corporativos, e hoje já tem mais de 30! Mais de 900% de crescimento em 1 ano e meio!

Não é questão de interpretar a pesquisa dos gringos de forma correta, é questão de enxergar e aceitar que os blogs corporativos brazucas estão aumentando em número e qualidade.

Mais um detalhe. Enquanto só os 5,8% das Fortune 500 blogam, algumas delas, como é o caso da Microsoft, possuem dezenas de blogs corporativos espalhados pela corporação, e estão incluindo novos blogs a cada dia, sendo o mais recente deles o interessante hackers @ Microsoft.

Testemunho de uma blogueira recém-contratada

ago 30, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

Ontem mencionei o mais recente blog corporativo da Natura. Entrei em contato com a sua blogueira, Luciana Soldi Bullara, e perguntei a ela como foi o processo de transformação de “blogueira entusiasta” para “blogueira oficial“. A julgar pelo tamanho da história que ela escreveu, eu a categorizo como “blogueira oficial entusiasta“.

É um ótimo exemplo de como encontrar um blogueiro para sua empresa. Ainda não descobri se rola um salário ou é “advocacia da marca” pura mesmo. Ela recebe um pagamento pelo trabalho.

Sempre gostei muito dos produtos Natura e sempre admirei muito a postura e filosofia da empresa. No ano passado, me deu vontade e resolvi ser Consultora. Com essa aproximação maior que tive com o universo da Natura, passei a admirar mais ainda produtos/empresa, me deu um estalo e achei que o conceito ‘bem estar bem’ poderia render a produção de um conteúdo variado, rico e importante para a nossa realidade de hoje, onde falta qualidade de vida e sobram atitudes que prejudicam nossa vida no planeta. E melhor ainda se eu pudesse usar o poder de um blog para disseminá-lo.

Desde o início (Fev/2007), bloguei com vontade, sem esperar nada, nem audiência, nem reconhecimento. Dizia a mim mesma, em finais de semana ensolarados em frente ao computador, que o tempo despendido em blogar fazia me sentir melhor por fazer algo que agregava, mesmo se o blog não passasse de um repositório de informações legais pra mim mesma, na tentativa fracassada de disseminá-las por aí.

Está certo que o meu conhecimento técnico sobre web e blogs ajudou muito e fez com que o meu blog tenha uma audiência considerável e um ótimo pagerank em ferramentas de busca. Isso de certa forma chamou a atenção da Natura, além do fato de que o meu blog se diferenciava de todos os blogs de outras consultoras Natura por não se focar na venda de produtos e na atividade de consultoria, e sim em conteúdo. Daí, até onde me foi dito pela própria Natura, bastou o meu blog ser citado por um consultor de web contratado por eles como exemplo de blog e eles resolveram entrar em contato comigo com a idéia de um blog para a Campanha Chronos 2007.

O mais legal de tudo é que eu apenas tenho uma limitação de assuntos, pois o tema central do blog da campanha é bem específico. Fora isso, tenho liberdade editorial total para criar os textos e inserir imagens (com cuidado para não infringir direitos autorais, claro) do meu jeito, com o meu toque pessoal, pois uma preocupação grande da Natura era manter o caráter genuíno de uma comunicação de consultora para consultora, sem interferências da empresa neste sentido. Eles queriam um blog feito por uma consultora, e não um canal de comunicação da Natura com suas consultoras. E é assim que a coisa está acontecendo na prática e fico muito feliz por mais uma atitude acertada da Natura.

Coorporativamente falando, a meu ver, temos um ponto muito importante nesta história toda, que só consigo enxergar agora: para a Natura, a Luciana, dona do blog movimento_natura é o que chamamos de uma ‘advogada da marca’, por pleno livre arbítrio e boa vontade e sabe disseminar isso de maneira efetiva pela web. O fato é que agora vejo um momento que pode ser um divisor de águas – o momento em que a marca entra em contato com este ‘advogado da marca’ por quaisquer motivos. Essa interação entre marca e advogado da marca pode ser uma experiência morna, que não altera a percepção da marca para esta pessoa. Pode, por outro lado, ser uma experiência excitante, que eleva a percepção da marca a outro patamar, ou também, pode ser até uma experiência frustrante, o que pode fazer com que qualquer advogado da marca passe do dia para a noite para o lado indesejado.

Com a natureza que a internet possui e as ferramentas facilitadoras aí disponíveis, as experiências frustrantes de advogados de uma marca podem ter um peso muito negativo. Por outro lado, quando a percepção se eleva positivamente, não existe budget corporativo que pague isso. É muito importante um esforço da marca no sentido de manter e sempre melhorar essa percepção.

Blog da Natura Chronos

ago 29, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blogs específicos  //  5 Comentários

A Natura colocou no ar no último dia 14 de agosto o Blog da Campanha 2007 do Chronos. Aparentemente este blog surgiu de uma forma bastante interessante, motivado por uma consultora de vendas blogueira.

O blog Movimento Natura é de autoria de Luciana Soldi Bullara, uma Consultora Natura que desde o início do ano publica posts sobre a empresa e seus entornos. Nesse blog ela declara não ter qualquer ligação com a empresa e ser completamente independente.

Porém, no momento que a Natura lançou o blog, a consultora passou a ser a autora dos posts e publicar seus textos também do lado “oficial” da coisa.

O Blog da Campanha 2007 do Chronos é voltado para o público em geral, porém foca seus textos e ações nos demais Consultores Natura espalhados pelo Brasil no intuito de auxiliar a incrementar as vendas e relacionamento com clientes finais. E nada melhor que uma consultora-publicitária para conduzir a iniciativa:

“Convidamos uma consultora para conduzir esse blog porque queremos criar um espaço genuíno de discussão. Um bate-papo informal de consultor para consultor.”

O blog é uma grande iniciativa para a blogosfera corporativa brasileira.

Empresas relacionadas com moda e beleza costumam explorar bastante a blogosfera. Nos Estados Unidos a Avon estimula, há bastante tempo, que suas consultoras a preparem blogs para alavancar vendas, sendo o Beauty Dish o mais popular deles. No Brasil também existem consultoras da Avon blogando, e mesmo consultoras que vendem Avon e Natura. Outros blogs relacionados são da Dior, Procter & Gamble, entre outros.

Leituras interessantes

ago 28, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  Nenhum comentário

No meu outro blog eu costumo publicar periodicamente algumas sugestões de leituras interessantes para descobrir um pouco mais do mundo. Hoje vou fazer o mesmo aqui. Reuní três artigos de alto gabarito para exercitar um conhecimento importante para as empresas hoje em dia.

How companies can make the most of user-generated content | The McKinsey Quarterly
No artigo são discutidas maneiras de aproveitar os usuários para gerar receitas.

Repurposing the Corporate Blog to Reach Green Influentials | Marketing Green
Elucubrações sobre o tema meio-ambiente abordado por blogs corporativos para atingir resultados de marketing

PR Disasters Lurk in Web 2.0 Chicanery | Roger Dooley
O que as companhias devem fazer para evitar disastres de Relações Públicas com a Web 2.0.

Nem só de monetização vive o blogueiro

ago 28, 2007   //   por Serendipidade   //   Comportamento  //  1 Comentário

A frase acima é verdadeira e acredito que 100% dos demais blogueiros provavelmente concorda comigo. O problema é que parece que a mídia só percebe isso (ou é isso que ajuda a notícia se vender). Parece que o BlogCamp só discutiu monetização (não sei se isso é verdade porque eu não fui, mas a mídia só está falando disso e do Estadão). E o pior problema é que qualquer um que não conhece blogs acha que a finalidade é somente essa.

Essa semana me perguntaram se eu escrevo um blog para tentar ganhar dinheiro. No fundo eu diria que sim, mas por meio de relacionamentos e geração de oportunidades de negócio porque afinal de contas eu escrevi um livro por causa deles (os blogs). Não pelo uso de ferramentas X ou Y ou vendendo a minha capacidade de liderar, influenciar ou atrair leitores para terceiros.

Não sou contra a profissão blogueiro, mas acho que tem muita gente gerando informação desnecessária poluindo (e isso já se é sabido há bastante tempo) a internet.

O leque blog é amplo e dentro dele existem diversos nichos de atuação. Sei lá, só quis escrever isso para o caso de algum marinheiro de primeira viagem passe por aqui.

Blog do presidente da GM Brasil

ago 19, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blogs específicos  //  Nenhum comentário

Esses blogs de CEO internos só são descobertos quando aparece alguma notícia na mídia. Desta vez descobri que o presidente da GM Brasil mantém um blog interno para estabelecer diálogos com seus colaboradores. Retirei o trecho abaixo integralmente do Blog da Sandra da revista Info.

Há vários meses o presidente da GM no Brasil, Ray Young, escreve um blog para o pessoal da própria empresa. Parece mais do que um esforço oco de endomarketing, ou de puro marketing para efeito externo, e um esforço real de comunicação.

Por quê? Há 5 méritos importantes no blog:

1 – É o próprio presidente que escreve o blog, uma vez por semana. A única pessoa que põe a mão no texto é a secretária, e só para efeitos ortográficos e gramaticais. Canadense, ele já fala português, mas evidentemente não pode ter um domínio machadiano da língua.

2 – O blog está aberto a comentários de todo mundo na GM, de fato. Às 4 da manhã, de acordo os turnos do chão de fábrica, já aparecem textos dos funcionários no blog.

3 – Os funcionários, de fato, são ouvidos. Suas intervenções dão origens a e-mails do presidente para os executivos da GM, inclusive em horários totalmente fora do expediente. Recentemente, o desconto da fábrica para compra de carros pelos próprios funcionários aumentou 50%, para atender a queixas colocadas no blog, a despeito de pesquisas convencionais que não indicavam a necessidade do aumento do desconto.

4 – O blog surgiu no momento certo, quando se fez necessário, sem morar nas gavetas dos executivos por meses ou anos, como muitas vezes acontece em tantas empresas. Teve de ser montado e construído em 15 dias, o que para um ciclo de contratação, desenvolvimento e aprovação de uma grande montadora é de uma agilidade totalmente fora da curva.

5 – O blog é de Ray Young, presidente da GM, e não da presidência da GM. Ele se põe pessoalmente em seu blog – compartilhando inclusive fatos dolorosos como doenças em família.

Serendipidade e o sétimo sentido

ago 16, 2007   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  6 Comentários

Extraído do site da Editora Nórdica sobre um livro chamado “Serendipidade – Descubra o poder secreto do sétimo sentido” de Marcus Bach:

Serendipidade

Sempre existe uma solução para qualquer problema. Agora, se você é daqueles que se conforma e cita para si mesmo o velho ditado: “o que não tem remédio, remediado está”, então, sua causa já está perdida. Mas se, ao contrário, você acredita no futuro e está disposto a lutar, estabelecendo uma ou várias metas na vida, pode contar com o estranho poder da serendipidade.

Este livro desenvolve a técnica da serendipidade e você precisa estar por dentro dessa técnica para alcançar suas metas com maior facilidade, aprendendo, principalmente, como visualizar aquilo que o acaso pode fazer por si. Muitas vezes, os acasos são até muito mais agradáveis e proporcionam muito mais felicidade do que as metas previstas. Mas é preciso estar preparado para não deixar escapar as oportunidades. É a grande chance que pode vir do inesperado.

Os Príncipes de Serendip fizeram lenda. Saíram do reino de seu pai para enfrentar o desconhecido, sem destino, mas com a preocupação de entender os homens e ajudá-los. Serendip é o nome ancestral do Ceilão, hoje, Sri Lanka. É a experiência oriental na procura do bem-estar e do aperfeiçoamento das pessoas de todos os quadrantes e latitudes, de todas as origens.

Fatos relevantes ou perguntas intrigantes:

Ao invés do livro, leia este blog. Garanto que você vai tirar maior proveito. Sim, eu sou “meio” contra livros de auto-ajuda.

Só falta agora alguma editora (assim como fez o Estadão) dizer que blogs não possuem literatura o suficiente para substituir livros.

Pontos positivos e de atenção dos Blogs Corporativos

ago 14, 2007   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  3 Comentários

Segundo o ponto de vista de diversos blogueiros corporativos, Marcio Gonçalves e Carolina Terra listaram em seu artigo para a RP em Revista os pontos positivos e negativos de se usar o blog como estratégia de comunicação empresarial.

Eu chamaria a lista de pontos positivos e pontos de atenção dos blogs corporativos. Os batizados “pontos negativos” são perfeitamente contornáveis. O trecho abaixo foi inteiramente retirado do artigo citado acima:

Pontos positivos

  • Abrir um canal de relacionamento com seus stakeholders, principalmente formadores de opinião on-line.
  • Dar uma cara mais “humana” à empresa, se o blog for realmente um blog e não um site corporativo travestido de blog.
  • Ter um canal para feedback da comunidade sobre a empresa e suas ações.
  • Um canal de comunicação da empresa que pode ser facilmente atualizado. Uma fonte confiável de informações da empresa que podem auxiliar seus clientes e fornecedores a entender melhor como ela funciona.
  • Uma forma de conhecer os seus clientes e permitir interação. Receber feedback deles na forma de comentários e até mesmo estabelecer e melhorar o relacionamento a partir desses recursos.
  • É um canal viral. Dessa forma os textos podem ser indicados a outras pessoas e diversos meios podem consultar o blog como uma fonte de referências confiável de uma empresa.
  • Conquistar a confiança do consumidor é, com certeza, o primeiro ponto positivo. Ter um blog é ser transparente e aceitar o diálogo com o consumidor. A internet e a globalização possibilitam que o público acompanhe tudo o que as empresas fazem ou deixam de fazer. Não adianta mais tentar enrolar as pessoas. Qualquer um pode encontrar informações e opiniões no Orkut, YouTube e blogs. O fenômeno blog desafia as tendências tradicionais sobre o controle da comunicação das corporações, mídia, governo e mercado. É um novo campo em que todos podem recomendar ou criticar seu produto ou serviço. De acordo com o Estudo de Confiança da Edelman de 2007, os consumidores acreditam mais em “pessoas comuns” do que em autoridades. Ou seja, o recado está dado: chega de mensagens enlatadas! Os blogs emergiram rapidamente como uma nova tecnologia neste caminho.
  • Outro ponto positivo é que os blogs se tornaram uma fonte de informação com credibilidade, principalmente para jornalistas e formadores de opinião. Blogs de CEOs e funcionários são formas viáveis de comunicação para muitas propostas, como ferramenta de conhecimento interno para aumentar a credibilidade e dividir informação, e devem ser considerados como uma estratégia para comunicação corporativa.
  • Profissionais da área de comunicação devem entender a blogosfera como medidor em tempo real da eficiência da comunicação interna – mais um ponto positivo para os blogs – e engajamento dos funcionários. Embora não seja uma medição tão efetiva quanto uma pesquisa tradicional, serve como dados qualitativos sobre o sentimento do funcionário em relação à empresa – ótima ferramenta para recursos humanos. As empresas precisam considerar que a comunicação olho-no-olho ainda é mais efetiva e que ela refletirá na comunicação virtual, mostrando a felicidade do funcionário que a vê com uma ótima comunicação interna e um bom relacionamento com os executivos.

Pontos de atenção

  • Se a empresa não for realmente preocupada com que diz e faz, pode gerar ainda mais fragilidade e ela poderá ser ainda mais atacada
  • Exige trabalho dedicado e temas/discussões que não apenas interessem mas envolvam a comunidade na discussão.
  • Se o blog for em torno da marca e não de um tema pode gerar desgaste para a empresa. A Tecnisa, construtora de SP, por exemplo, tem um blog muito bom mas ela não fala de si mesma, fala da construção civil.
  • É um meio informal de se comunicar, que não dá a mesma credibilidade que teria, por exemplo, um press release ou até mesmo um jornal fechado com temas específicos.
  • O feedback não é espontâneo e está mais direcionado com o conteúdo dos textos publicados. Uma ferramenta que permite o feedback mais espontâneo é o fórum na internet, recurso que muitos portais adotam cada vez mais em conjunto com o blog corporativo.
  • Não permite resposta ao feedback de forma direcionada. O feedback pode ser feito a partir de textos que comentem o conteúdo dos comentários dos usuários, mas sempre de forma genérica e nunca personalizada.
  • A falta de cultura ainda atrapalha o amadurecimento desta nova ferramenta. Existe muita confusão e medo com relação a blogs e muitas empresas ainda não entenderam o objetivo deste fórum de discussão virtual.
  • Além disso, por trata-se de uma espaço aberto, é preciso tomar cuidado com o que será escrito, já que a informação vale ouro nos tempos atuais. Seus concorrentes podem “roubar” suas idéias ou conceitos.
  • E por último, a falta de compromisso e respeito com os comentários. Não acho que é uma desvantagem, mas sim um risco. Uma vez que você começa um blog, as pessoas esperam diálogo e troca de experiências. Então não vale escrever a cada mês ou 45 dias. É preciso ter empenho e saber receber sugestões e, talvez, até críticas.
Páginas:«12345678910...23»