Visualizando posts com a tag " livro"

Democratizando a Inovação

fev 1, 2007   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  1 Comentário

Já que estamos falando de inovação nos últimos posts, fica registrado aqui o link para um livro (PDF) chamado “Democratizing Innovation” do grande mestre de inovação no MIT Eric Von Hippel.

Encontrei este link num intercâmbio de posts (este é o meu) com o Blog da Fundação Certi de Santa Catarina.

P.S. O professor Hippel também disponibilizou seu outro (e mais famoso) livro “The Sources of Innovation

Porque todas as empresas vão ter que inovar para crescer

jan 23, 2007   //   por Serendipidade   //   Criatividade / Inovação  //  1 Comentário

Falando em tendências, Robert Tucker, um autor de livros de inovação, prevê que o ano de 2007 promete para a consolidação dos processos de inovação nas companhias.

As empresas buscam constantemente o crescimento e a adição de valor para seus acionistas ou proprietários. Existem diversas maneiras de buscar isso, seja otimizando processos para reduzir custos, melhorando a cadeia de suprimentos para economizar na compra de matéria prima ou comprando outras operações para ampliar o mercado geograficamente ou comercializar novos produtos, entre outras.

O fato é que todas as alternativas acima chegam a um ponto de saturação, não sendo mais possível adquirir um crescimento sustentável. Aí o que acontece? A empresa é obrigada a inovar.

Schumpeter já dizia isso nos anos 30, o ciclo econômico cresce e se quebra quando alguém chega com alguma inovação, depois começa tudo de novo.

Inovar não é somente aplicável em produtos. É possível inovar em todas as operações de uma empresa, desde produtos, passando por processos, canais de venda e finalmente nos próprios clientes por meio de novas segmentações ou mudando a maneira com que ele interage com a sua firma.

Mais do que ter uma equipe de gestão de idéias capturando, classificando e priorizando as mesmas, é necessário instalar uma cultura de inovação por toda a organização para fomentar novas idéias, e manter uma equipe monitorando concorrentes e outras indústrias para saber qual rumo está seguindo o mercado.

Conheça outras definições de inovação:
Schumpeter (1934) – Empresarial
March (1991) – Exploração e aproveitamento
Tushman & O’Reilly (1996) – Incremental & Revolucionario
Kanter (1997) – Invenção vs. Inovação
Christensen & Raynor (1997) – Sustentando e Quebrando

TAG: Resoluções 2007

jan 14, 2007   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  Nenhum comentário

Ainda estou de férias (até dia 22), mas vez ou outra dá pra dar as caras por aqui. Fui convidado pelo Fábio Seixas para escrever 5 resoluções para 2007 em mais uma brincadeira-tipo-corrente da blogosfera nacional.

Não vou convidar mais ninguém para entrar na roda porque já faz mais de uma semana que os dados foram lançados, mas quem quizer participar, sinta-se em casa.

1 – Terminar, junto com meu pai, nosso novo livro de cunho popular e pedagógico.
2 – Começar outro Master.
3 – Tentar me expatriar para a Itália na mesma empresa que trampo atualmente.
4 – Continuar praticando exercícios regularmente.
5 – Me noivar (quem sabe casar).

Leituras que valem a pena #20

dez 6, 2006   //   por Serendipidade   //   Serendipidade  //  1 Comentário

Will the “Long Tail” Work for Hollywood? | HBS Sharing Knowledge
Julia Hanna apresenta este artigo discutindo modelos de negócios para uma possível salvação da indústria do cinema norte-americano. Inspirada pelo trecho do livro “Cauda Longa” que discorre exatamente sobre este tema. Hollywood já sobreviveu uma vez, na transição do cinema para o vídeo em locadoras, e agora?

Lessons Not Learned About Innovation | HBS Sharing Knowledge
No segundo leituras vindo do mesmo website, Rosabeth Moss Kanter responde algumas perguntas sobre as armadilhas da inovação.

Co-Creation Rules! | James Cherkoff & Johnnie Moore
Por último, ainda relacionado com inovação, os autores nos apresentam um manifesto sobre marketing feito por duas cabeças pensantes ao invés de uma. Sempre buscando uma melhor experiência do cliente.

Etiqueta no mundo empresarial

nov 30, 2006   //   por Serendipidade   //   Marketing / Negócios  //  Nenhum comentário

Etiqueta que faz a diferenca - Novatec EditoraA editora do meu livro está lançando um livro que achei particularmente interessante.

O livro “A Etiqueta que faz a diferença nas empresas” é direcionado a executivos de todas as áreas e jovens que enfrentam o mercado de trabalho.

Este livro ensina os princípios básicos da etiqueta empresarial e defende a tese de que, para se conquistar uma carreira bem-sucedida, é importante saber tratar as pessoas com respeito, consideração e cordialidade, além de ser capaz de portar-se adequadamente em qualquer situação ou ambiente.

Leia mais no site da editora.

O livro em destaque

nov 18, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  6 Comentários

Duplamente feliz hoje. Duas grandes realizações que considero marcos no crescimento da divulgação do meu livro e suas idéias.

Primeiro: Ricardo Neves, colunista da Revista Época, autor e consultor empresarial, me deu a honra de ser apresentado em seu blog. É uma satisfação receber um feedback de um leitor tão ilustre.

“[...]Como tudo na vida, isto tem ciência e arte e atrás delas acabei encontrando um livro que me ajudou muito: Blogcorporativo, de Fábio Cipriani (Editora Novatec, 2006). Essa é uma dica quente. Simpático e simples. Fácil e gostoso de ler. Não é um desses livrinhos para nerds, hackers ou para os caras de TI (tecnologia de informação) da empresa que vivem de escovar bits.[...]“

Segundo: o Blog Eita. Este blog nasceu hoje (faço votos de prosperidade). Vejam um de seus posts inaugurais:

“O ímpeto de criar um blog foi motivado em boa parte, após a leitura desse livro.
Não que a pessoa aqui seja jurídica, mas o conteúdo apresentado serviu como estímulo a buscar coisas novas, ou nem tão novas assim.

O fato é que Fábio Cipriani conseguiu alinhar conceitos, cases, metodologia e a importância cada vez maior de participar desse meio de forma simples, de fácil leitura e bastante proveitosa.

Já leu?”

Já agradeci muitas pessoas na página de agradecimentos do livro, mas são vocês, leitores, a quem eu devo o meu sincero muito obrigado.

Valeu!

Feed dos Comentários

nov 17, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  1 Comentário

O pessoal tem feito comentários cada vez mais pertinentes e colaborativos, por isso decidi abrir um Feed RSS para que vocês possam assinar os comentários feitos aqui no blog. Em breve vou colocar algo do tipo: “quero receber um email quando alguém comentar este post”.

Assine os comentários do blog por meio deste pequeno ícone ao lado (também disponível na barra lateral do blog):

Sua vida trouxe você até aqui…

nov 9, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blogs específicos  //  3 Comentários

prisma.jpg…este é o título de mais um blog de produto recém-lançado. Nesse blog não é dito nada sobre o lançamento do Prisma, o novo automóvel da Chevrolet. Mas podemos ver facilmente que o blog é parte da campanha publicitária da GM na página de perfil do mesmo.

Já vimos aqui que o blog é uma ótima ferramenta de posicionamento em ferramentas de busca. Aparentemente a GM e sua agência publicitária responsável pela campanha adotaram o blog para tornar a vida de um certo personagem fictício mais real e ganhar visibilidade.

Uma pena que eu seja meio contra blogs de personagens fictícios, mas o que valeu aqui foi a tentativa de se posicionar na rede e espalhar o curto vídeo viral. Sem dúvida, uma campanha de marketing que soube explorar o blog.
O blog foi lançado em outubro, junto com a campanha, mas os posts possuem data de agosto de 1971 até outubro deste ano. Foram “forjados” para dar a idéia de continuidade e do caminho da vida desse nosso personagem. Meu livro aparece no post de maio.

12 razões de porque as empresas não blogam

nov 6, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  8 Comentários

1 – Você não entende porque você necessitaria de um blog corporativo. Nem o seu Presidente.

Há várias razões para você considerar um blog corporativo. Vocês conhecem a importância do Google nos seus negócios? Blogar = Se posicionar bem ferramentas de busca. Diga isso ao seu presidente.

2 – Você é o presidente. E você não irá permitir seus funcionários blogarem.

Porque não? Você precisa de uma política e normas de uso sobre blogs. Devem existir limites, mas forçar seus funcionários a não blogar pode ser demais, até porque muitos deles já devem estar blogando por fora da empresa.

3 – Você acha arriscado deixar seus empregados escreverem seus posts.

Se você estabelecer o assunto, a idéia do conteúdo, as regras básicas, seus empregados serão capazes de se sair bem. Se algum deles não segue as regras, mais cedo ou mais tarde ele iria ser um ex-funcionário de qualquer maneira. Encontre um blogueiro principal e passe a moderar os posts por amostragem. Lance o blog internamente por 1 mês ou 2 antes de abrir para público.

Se você vai contar detalhes da empresa que merecem ser conhecidos pelo mercado, deixe alguém mais próximo da tarefa fazer os posts, passar toda a tarefa para departamentos ou agências de comunicação pode deixar o post menos interessante.

4 – Sua agência de RP acha o blog uma má escolha.

Faça algumas perguntas a eles: Pergunte como o Google funciona, pergunte sobre RSS, peça dicas de como escrever textos, pergunte como blogar pode ser ruim tendo tudo isso em mente. Verifique se sua agência realmente tem conhecimento sobre blogs antes de acatar a decisão.

5 – Você mencionou sua intenção para o pessoal de IT. Agora está na agenda de futuros desenvolvimentos.

Quando pensamos em internet, é melhor confiar nos profissionais de marketing ou de gestão. Eles são quem dão as regras e o objetivo do blog.

6 – Você não sabe ainda quem irá contribuir no blog, ou o que você irá abordar nele.

Não adianta assumir toda a responsabilidade, você precisa dividir a tarefa com alguem que possa se dedicar mais tempo. Blog é um investimento em RP e posicionamento (no mercado e em ferramentas de busca), eles dá visibilidade à empresa, solidifica uma comunidade, humaniza a empresa. Lembre-se que nem todo blog corporativo precisa ser sobre seus negócios (veja meu livro).

7 – Você não consegue ver os benefícios sejam lá quais forem. Deve ser uma completa perda de tempo.

Sempre existem exceções. O blog pode não ser perfeito para todas companhias.

8 – Você não vê nenhum retorno ao investimento.

O blog deve ser visto sob o ponto de vista das conseqüências. Quanto vale ter clientes satisfeitos e falando bem da sua empresa ao longo de páginas e páginas na internet? Como uma maior fidelização de clientes ou aumento na participação por propaganda boca-a-boca pode não ser um tipo de retorno? Nem tudo é retorno financeiro.

Mas ele existe, porque as conseqüências citadas acima certamente irão afetar positivamente suas receitas.

Que tal olhar o retorno sobre riscos?

Se os clientes que vão interagir com a empresa ajudarem desenvolver novos produtos e serviços, eles serão seus principais consumidores e agentes de marketing.

9 – Você não tem idéia de como montar um blog.

É muito fácil. Você pode hospedar em um servidor web alugado (usando WordPress, MovableType), or hospedar em serviços próprios para isso (usando Typepad, Blogger).

10 – Você acha que o blog é só uma moda passageira.

Claro que é, você tem toda a razão…

11 – Você considera que o que funciona nos Estados Unidos não irá funcionar aqui, pois lá eles possuem um ambiente completamente diferente.

Não importa o local do seu mercado, a internet está cada vez mais presente e cada vez com mais usuários, posicionar-se bem nesta infinidade de possibilidades é essencial (e o blog ajuda bastante). Além disso, usuários estão, com a ajuda da internet, mais exigentes e antecipados, você não pode ficar fora dessa. Dê visibilidade para sua empresa.

12 – Você acha que blogar não vai dar certo para seu tipo de negócios.

Você pode estar certo. Mas ao menos tente saber os benefícios antes de atirar esta moeda. Lembre-se que você não precisa falar exclusivamente sobre o que você faz ou vende, ninguém quer saber se você comprou uma impressora nova que faz um barulho irritante. Eles (sua audiência) se importa com coisas que eles mesmos querem ler, querem saber mais sobre assuntos que circundam seu métier.

Fonte: e-consultancy e algumas poucas das muitas idéias presentes no meu livro.

Blog e imóveis

nov 3, 2006   //   por Blog Corporativo   //   Blog Corporativo  //  8 Comentários

barra_topo.gifO mercado imobiliário está começando a se despontar no uso de Blogs para se auto-promover, além do Blog da Tecnisa em sua versão mais voltada para o posicionamento da própria empresa, acaba de ser lançado o Blog Cultive seus Dias, um blog de um empreendimento imobiliário da Abyara no bairro de Santana em SP.

Um blog de produto, o empreendimento, que não é uma vitrine-blog com complexo de Édipo, pelo contrário, os temas abordados são: alimentação, bem estar, serviços, esportes e beleza. Seguindo umas das dicas presentes no meu livro, a de que o blog é uma conversação, troca de idéias, e não uma mera vitrine.

Fonte: Blog de Guerrilha.

Páginas:«12345678910...15»